Plinio Corrêa de Oliveira

 

 

Nobreza

e

elites tradicionais análogas

 

nas Alocuções de Pio XII ao Patriciado e à Nobreza romana

 

 

Editora Civilização, Porto, 1993

  Bookmark and Share

Índice

 

 

Parte I (clique para download do PDF pesquisável)

Opção preferencial: o que é?
Prefácio
Plinio Corrêa de Oliveira, um homem de Fé, de pensamento - de luta e de acção
Capítulo I - Desfazendo objecções prévias
Capítulo II - Situação da nobreza italiana no Pontificado de Pio XII - O alcance universal das alocuções ao Patriciado e à Nobreza romana
Capítulo III - Povo e massa - Liberdade e igualdade: conceitos genuínos e conceitos revolucionários, num regime democrático - O ensinamento de Pio XII
Capítulo IV - A nobreza numa sociedade cristã - Perenidade da sua missão e do seu prestígio no mundo contemporâneo - O ensinamento de Pio XII
Capítulo V - Elites, ordem natural, família e tradição - Instituições aristocráticas nas democracias - O ensinamento de Pio XII
Capítulo VI - Cooperação relevante da nobreza e das elites tradicionais na solução da crise hodierna - O ensinamento de Pio XII
Capítulo VII - Génese da nobreza - A sua missão no passado e nos nossos dias - O ponto de insistência máxima de Pio XII
Conclusão - No clímax da crise religiosa, moral e ideológica do mundo hodierno: um momento propício para a acção da nobreza
e das elites tradicionais

 

 

Parte II (clique para download de PDF pesquisável)

Apêndice I - No Brasil Colónia, no Brasil Império e no Brasil República: génese, desenvolvimento e ocaso da "Nobreza da terra"

Apêndice II - A trilogia revolucionária. Liberdade, Igualdade, Fraternidade: falam diversos Papas

Apêndice III - As formas de governo à luz da Doutrina Social da Igreja: em tese - in concreto

Apêndice IV - Aristocracia no pensamento de um Cardeal, controvertido mas insuspeito, do século XX

 

 

Parte III (clique para download de PDF pesquisável)

Documentos I - Alocuções de Pio XII ao Patriciado e à Nobreza Romana

Documentos II - Alocução de Bento XV ao Patriciado e à Nobreza Romana de 5 de Janeiro de 1920

Documentos III - Deveres especiais da sociedade para com a nobreza empobrecida

Documentos IV - A estirpe nobre é um precioso dom de Deus

Documentos V - A doutrina da Igreja sobre as desigualdades sociais

Documentos VI - A harmonia necessária entre a tradição e o progresso autênticos

Documentos VII - Roma Antiga: um Estado nascido de sociedades patriarcais

Documentos VIII - O feudalismo, obra da família medieval

Documentos IX - Carácter familiar do governo feudal - O rei, pai do seu povo

Documentos X - O carácter paternal da Monarquia tradicional

Documentos XI - O que pensam Papas, Santos, Doutores e Teólogos sobre a liceidade da guerra

Documentos XII - Ser nobre e levar vida de nobre é incompatível com a santidade?


ROI campagne pubblicitarie