plinio correa de oliveira
Apresentação

Apresentação

    

“Quando ainda muito jovem,
Considerei enlevado as ruínas da Cristandade,
A elas entreguei meu coração
Voltei as costas ao meu futuro,
E fiz daquele passado carregado de bênçãos
O meu porvir…” (1) 

Com as palavras acima o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira descreveu sua resolução de consagrar-se por inteiro à causa que muitos julgavam perdida.

Em seu “Auto-retrato filosófico” afirmou: “Não pretendo ser apenas um defensor do passado, mas um colaborador – com outras forças vivas – para influir no presente e preparar o futuro. Estou certo de que os princípios a que consagrei minha vida são hoje mais atuais do que nunca e apontam o caminho que o mundo seguirá nos próximos séculos. Os céticos poderão sorrir. Mas o sorriso dos céticos jamais conseguiu deter a marcha vitoriosa dos que têm Fé”.

*  *  *

Admiradores da figura e da obra do insigne líder católico decidimos empreender a tarefa de colocar “on line” os escritos publicados do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira. Motivou-nos uma profunda gratidão por tudo quanto fez em favor da Santa Igreja Católica, Apostólica, Romana, pelo Brasil e pela Civilização Cristã. E isto de si bastaria para justificar nossa iniciativa. Porém há mais. Diversos problemas contemporâneos seriam resolvidos se fossem mais conhecidos e praticados tantos dos ensinamentos legados por este “eco fidelíssimo” da Santa Igreja, para utilizar a expressão empregada pela Sagrada Congregação dos Seminários e Universidades a propósito de «A liberdade da Igreja no Estado comunista».

Não se trata, pois, de uma iniciativa nascida de um mero saudosismo. Compartilhamos, pelo contrário, a abalizada opinião do ilustre canonista Pe. Anastasio Gutiérrez C.M.F., o qual a respeito de “Revolução e Contra-Revolução” escreveu que "é uma obra profética no melhor sentido da palavra". E o mesmo qualificativo cremos que se possa aplicar, “mutatis mutandis”, a não poucos de seus livros, artigos e/ou declarações à imprensa. Este aspecto “profético” da obra intelectual do Prof. Plinio já foi ou está sendo confirmado por diversos fatos da História recente (2).

*  *  *

Seria equivocado julgar que Plinio Corrêa de Oliveira foi “apenas” um grande intelectual que dedicava seu tempo a escrever continuamente. Ele era também um homem de ação e sobretudo de Fé, ardoroso devoto do Papado, da Sagrada Eucaristia e de Maria Santíssima. Sua vida, com efeito, se desenvolveu na coerência e na fidelidade aos ideais que abraçou. Na secção biografia, o visitante encontrará diversos documentos a tal respeito. Entre estes merece especial destaque a obra “O Cruzado do século XX, Plinio Corrêa de Oliveira” de autoria de Roberto de Mattei, professor titular da cátedra de História Moderna na Universidade de Cassino (Itália), fundador e presidente do Centro Cultural Lepanto. A biografia – redigida com espírito objetivo, científico e fartamente documentada – foi prefaciada pelo ilustre Cardeal Alfons Maria Stickler S.D.B. (3).“Com a coerência de sua vida de autêntico católico – escreve o Purpurado salesiano –, Plinio Corrêa de Oliveira confirma-nos a fecundidade da Igreja. De facto, para os verdadeiros católicos as dificuldades dos tempos constituem ocasiões em que eles se destacam na História, para nela afirmar a perenidade dos princípios cristãos. Foi o que fez o eminente pensador brasileiro, mantendo alta, na era dos totalitarismos de todas as cores e expressões, a sua fidelidade inamovível ao Magistério e às instituições da Igreja” (4).

*  *  *

A iniciativa à qual nos propomos exige muito tempo para ser levada a cabo, considerando-se a imensa mole dos documentos da lavra do “Cruzado do século XX”, de um lado. E de outro, que somos apenas alguns particulares – ao menos até o momento – que vêm se dedicando a tal empreitada. O visitante deste Website compreenderá, pois, que tenhamos optado por colocar primeiramente a totalidade de seus livros e parte de seus artigos e entrevistas. Dada a amplitude de tal empreitada, nada mais natural que novos textos sejam aqui inseridos na medida das disponibilidades de nossos colaboradores. Mas confiamos em que Nossa Senhora nos proporcionará a ocasião de freqüentes acréscimos de escritos do Prof. Plinio neste site.

*  *  *

Infelizmente não dispomos de tempo para atender pedidos de pesquisas, bem como responder a eventuais perguntas que a vastidão dos temas abordados na valiosa produção literária de Plinio Corrêa de Oliveira possa suscitar. Sugerimos que o leitor procure a solução para suas indagações em outros documentos em que o autor trata do tema que lhe interessa. E seremos gratos àqueles que desejarem nos enviar comentários ou sugestões para este site (secção contato).

Desde já queremos atrair a atenção para o fato de que é necessário que certas expressões empregadas por seu autor em seus escritos e/ou pronunciamentos sejam interpretadas segundo o contexto da época em que foram utilizadas. Sem esquecer, bem entendido, que “no campo das idéias não existe apenas o antigo e o novo, mas sobretudo o verdadeiro e o perene” (cfr. “Auto-retrato filosófico”). Os que desejarem obter as obras impressas aqui mencionadas poderão escrever diretamente às entidades e/ou associações cujos “links” se acham na respectiva secção, segundo o idioma preferido.

*  *  *

Colocamos este Website sob a maternal proteção de Nossa Senhora do Bom Conselho, pela qual Plinio Corrêa de Oliveira professava uma especial devoção. Acima e à direita, foto de um belo, antiquíssimo e milagroso afresco, que se venera no Santuário de Genazzano, a 60 km de Roma, dedicado à Maria Santíssima sob esta invocação. A Ela pedimos que obtenha para todos os visitantes deste site Suas melhores graças.
 

Cordialmente
Nestor Fonseca 
Coordenador

1° de outubro de 2004, festa de Santa Teresinha do Menino Jesus
 

Notas:

(1) Estas palavras de Plinio Corrêa de Oliveira aparecem, escritas de próprio punho, como epígrafe do livro “Meio século de epopéia anticomunista” (Editora Vera Cruz, São Paulo, 1980; coordenação de Antonio Augusto Borelli Machado e texto de Abel de Oliveira Campos Filho)

(2) “Plinio Corrêa de Oliveira: Previsões e Denúncias em defesa da Igreja e da Civilização Cristã”, Gonzalo Larrain Campbell, Artpress, São Paulo, 2001, 87 pgs.

(3) “Il crociato del XX secolo – Plinio Corrêa de Oliveira” (Edizioni PIEMME, 1996, 380 pgs.) foi traduzido para os seguintes idiomas: português, espanhol, francês, inglês, alemão e polonês.

(4) Cfr. op. cit., Livraria Civilização Editora, Porto, 1997, pag. 7-8.