Cartas de elogio de personalidades eclesiásticas relativas a obras do Prof

Artigos em O Legionário,
órgão oficioso da Arquidiocese de São Paulo

ANO DE 1942

4 de janeiro - DE PE', CONTRA O INIMIGO. Mensagem de Natal proferida por Pio XII: "A Humanidade criou um novo Cristianismo. A nova religião é sem alma e as novas almas que surgiram são sem religião" - O Vaticano já declarou expressamente que a Santa Sé não é neutra no presente conflito. Reafirma-o Pio XII em sua última Mensagem, acentuando embora que quer evitar qualquer atitude que possa ser apresentada como antipatia da Sé Romana para com qualquer povo - A atitude do Vaticano é de formal condenação às perseguições religiosas do nazismo e de reprovação completa aos erros por este difundidos.

4 de janeiro - 'As trágicas ingenuidades que tiveram por desfecho o insucesso de Pearl Harbor se acrescenta a imprevidência dos que, proclamando Manilha cidade aberta, esperaram assim conservá-la resguardada contra bombardeios. E' tão ridículo procurar circunscrever com convenções internacionais os manejos dos totalitários como querer limitar com um risco de giz um incêndio ou uma inundação - Os resíduos do partido chamberlainista procuram lançar o véu do mistério em torno da tentativa fracassada com o general Von Brauchitsch, semelhante ao "caso" de Rudolph Hess.

4 de janeiro - Comentando... Farisaísmo / Poderia o sr. Maurício de Medeiros dizer por que um casal ilegítimo merece tanto ou mais respeito do que os casais formados de pessoas que, muitas vezes à custa dos maiores sacrifícios, não querem desprezar obrigações gravíssimas? Então o desprezar deveres para fazer o que apraz se transformou em título de benemerência? Neste caso, os criminosos, aqueles que saltam todas as barreiras para satisfazer os próprios desejos, seriam beneméritos...

11 de janeiro - CATÓLICOS, APOSTÓLICOS, ROMANOS ! Pastoral coletiva do episcopado brasileiro: eco do ensinamento que, na Encíclica escrita por Pio XI contra o nazismo, o grande Pontífice deu ao mundo sobre o mesmo assunto abordado no referido documento dos bispos. - Na vida religiosa do Brasil, o mais poderoso adversário é a quinta-coluna sorrateira, desleal, cavilosa, que sugere as atitudes errôneas, provoca as falsas manobras, suscita questões extemporâneas entre irmãos de crença e triunfa pela intriga, pela calúnia e pela urdidura da conspiração.

11 de janeiro -  Comentando... Após guerra / Economista inglês defende a ideia de que a economia de guerra ora adotada na Grã-Bretanha deve persistir, “mutatis mutandis”, mesmo depois de cessado o conflito. Entretanto, é preciso não perder de vista que semelhante organização econômica implica necessariamente numa política totalitária, numa completa absorção dos indivíduos pelo Estado. E pergunta-se: que vantagem haverá no prosseguimento da guerra? Totalitarismo por totalitarismo, para que continuar o derramamento de sangue?

11 de janeiro - 7 Dias em Revista / O fracasso de Dunkerque - Quem foi o culpado de tão grande catástrofe? Homens "bons", contemplai o mundo de hoje com suas ruínas e suas misérias: tudo isto em grande parte é obra vossa. Não soubestes ser bons como Cristo, que tanto sabia curar quanto ferir com o azorrague os vendilhões. Fechastes os olhos às perfeições da Justiça divina. Regozijai-vos com o fruto desta apostasia, mas, pelo amor de Deus, não digais que é por vossa palavra desbotada e mole que se pode anunciar ao mundo a verdadeira caridade de Cristo, a verdadeira doutrina de Sua Igreja.

18 de janeiro - IMPRENSA, CINEMA E RÁDIO. Conclusão dos comentários à Pastoral Coletiva do Episcopado paulista: ou milhões de almas deixarão de conhecer a Igreja, ou somos obrigados a lançar mão dos grandes meios de publicidade moderna para chegar até elas. Não se trata apenas de fazer o bem, mas de fazer o maior bem possível - Quantos são esses meios de comunicação transformados em novos pretórios onde Nosso Senhor é implacavelmente açoitado? E quem abastece de açoites os verdugos?

18 de janeiro - A Beatificação de Pio X, o campeão do antimodernismo /  No santo Pontífice é preciso não separar, nem preterir uma a favor de outra, as duas qualidades, que são, aliás, as qualidades de todo e qualquer bom católico: a suavidade e a fortaleza. Suavidade, que não deve ser a pieguice mórbida das sensibilidades descontroladas. E a Fortaleza, que não deve ser a brutalidade estúpida dos bandidos e dos tiranos. - O modernismo se apresenta com as seguintes características: impressionismos vagos, de exaltações suspeitas, de sentimentalismos adocicados, de um filantropismo naturalista, de um irracionalismo sensualista. E ainda certo gongorismo intelectual, que consiste em jogar jeitosamente com o valor das idéias, burlando-lhes o sentido tradicional, tudo consistindo em divagações imprecisas, cheias de vaidade e pobres de verdade, com aparências de profundidade e não passando de escamoteação. Esta incoerência em que se diluem os conceitos mais elementares, que se pode notar tantas vezes, ainda é modernismo. E, principalmente, tanto laxismo, que corre mundo sob capa de "caridade".

18 de janeiro - Comentando... Nacionalismo e patriotismo / À primeira vista, nacionalismo e patriotismo podem parecer sinônimos, mas na realidade são dois polos, dois extremos, duas idéias irreconciliavelmente antagônicas. O nacionalismo é o egoísmo coletivo, a auto-adoração da nação, a arrogância e a brutalidade mais estúpida erigidas a concepção de vida. Se o patriotismo é de origem católica, o nacionalismo é radicalmente pagão. Se o patriotismo produz a livre convivência, o nacionalismo produz a escravidão. Se o patriotismo é próprio à natureza humana, o nacionalismo é visceralmente inumano. O patriotismo é fruto da caridade cristã e tomou consciência de si mesmo nas Cruzadas.

18 de janeiro - 7 Dias em Revista / O futuro mostrará que vivemos em uma época de grande santidade e de grande ignomínia - Querer bem a alguém é querer, para este alguém, o bem. E querer o bem consiste sobretudo em desejar o Bem por excelência, que é a Fé. Assim, é em espírito de cordialidade sincera, mas cordialidade católica e sobrenatural, e não puramente natural e humana, que desejamos para os muçulmanos - como para todas as raças - o maior bem. É preciso não ministrar apenas princípios abstratos - se bem que sem estes nada se faça de bom. É preciso ainda apresentar fatos e comentá-los de maneira que os princípios aí apareçam, não como uma folha seca de mostruário botânico, mas com a vida de uma folha ainda verde.

25 de janeiro - O MUNDO DE PÓS-GUERRA. E' esta a grande tragédia: a sedução ideológica, subreptícia por vezes e clara outras vezes, dos princípios totalitários no espírito até dos que com maior ardor os combatem. Quando, abatido Napoleão, os soberanos europeus se reuniram em Viena com o louvável intuito de "pôr entre parêntesis a Revolução Francesa", o mesmo fenômeno se observou.

25 de janeiro - Não se trata de optar entre o nazismo e o comunismo, mas sim evitar um e outro mal. As democracias o conseguirão fazer se se armarem de tal maneira contra Hitler e os países satélites que esmaguem o nazismo e ao mesmo tempo consigam pôr em eclipse o valor da cooperação soviética - Paternal carta de Pio XII ao Presidente da Polônia - Não queremos, não podemos e não devemos nos contentar com a idéia de ver a Santa Igreja reduzida às dimensões mínimas para que não seja desmentida a infalível promessa de que as portas do inferno não prevalecerão contra Ela. Nem o zelo pela glória de Deus, nem o zelo pelas almas se acomoda diante desta terrível perspectiva. Nenhum de nós, diante da perspectiva de milhões e milhões de homens serem tragados pelo materialismo ou pelo neo-paganismo, pode ficar com os braços cruzados.

1° de fevereiro - O CENTRO DO MUNDO. O pós-guerra: tendências de sabor acentuadamente totalitário para a formação de vastos blocos supra-nacionais que teriam pelo menos uma consistência e uma autoridade provavelmente maiores que o império britânico em relação aos múltiplos povos que abrange. Tais tendências não apresentam qualquer diferença substancial em relação ao projeto de federação do continente europeu sob a égide de Hitler. O que representaria a vitória, no campo anti-nazista, do princípio advogado pelo Fuehrer.

1° - Há quem suponha que só com melúrias e sorrisos se cativam as almas e se dá uma interpretação infundada à famosa e verdadeiríssima afirmação de São Francisco de Sales de que numa pequena colherada de mel se apanham mais moscas do que um tonel de vinagre. Muito se espantariam as pessoas que assim alteram a real figura deste Santo se soubessem que ele deu mostras concretas de que com mel não se amansam panteras - Governo espanhol rompeu relações com a Polônia - Resultado oficial do inquérito do governo norte-americano sobre o ataque a Pearl Harbor: põe a nu todo o mistério de iniquidade que o LEGIONÁRIO sempre apontou na quinta-coluna.

8 de fevereiro - Um remédio que agravará o mal / A reorganização internacional de pós-guerra: ou o mundo se converte e reproduz fielmente a visão agostiniana da "Cidade de Deus" (a Cristandade) ou será aquela cidade do demônio em que todos levam o amor de si mesmos a ponto de se esquecer de Deus, calcar aos pés a moral e fazer da violação dos direitos dos povos fracos a norma habitual de sua conduta - Após a Idade Média, a ordem cristã foi substituída por um estado de coisas baseado na desconfiança e no ódio - A formação de vastas federações continentais ou transoceânicas produzirá frutos tão vastos, tão amargos e tão prolongados, que os conflitos daí provenientes serão a imagem fiel das conflagrações universais enunciadas nas Escrituras.

8 de fevereiro - No Brasil, o dever do momento é de muita vigilância. Mas vigilância cortês, de um povo que se sabe defender de um modo elegante - Nas orlas do Pacífico como nas margens do Reno, a quinta-coluna fez mais que a pólvora da artilharia! Em abono desta afirmação, trechos da entrevista dada pelo comandante da primeira esquadrilha nipônica que voou sobre Pearl Harbor - Prisão de missionários católicos no Extremo Oriente - Continua o martírio glorioso da França autêntica, isto é, da França que não é de Pétain nem de Hitler.

15 de fevereiro - PEARL HARBOR E O CARNAVAL. Idéias não são roupas que se vestem ou se despem - Qual é o perfil psicológico dos quinta-colunas? O que os move? Quem os dirige? A mentalidade que prepara as catastróficas derrotas.

15 de fevereiro - Comentando... Instituto de Serviço Social / A Igreja Católica foi a iniciadora das atividades tendentes a consolar, a minorar e, sempre que possível, a sanar os sofrimentos humanos. Só a Igreja é portadora da verdadeira caridade, que faz amar o próximo por amor de Deus. E só este amor do próximo é desinteressado e generoso, porque tem por origem e fim ao próprio Deus, que é infinitamente misericordioso.

15 de fevereiro - Pétain: infelizmente se tornou instrumento dócil e apaixonado do "eixo", confirmando os mais sombrios e mais severos prognósticos do LEGIONÁRIO. Enquanto ele simulava longamente uma comédia a fim de melhor servir os alemães, fazia ao elemento católico da França toda a sorte de mesuras e gentilezas. Não se pode ser a um tempo amigo de São Pedro e de Herodes. E se alguém simula essa atitude, está enganando a um dos dois pretensos amigos.

22 de fevereiro - AS PEQUENAS NAÇÕES. E' indispensável fixar o princípio de que o futuro da paz não repousa na aglomeração de grandes povos, mas sobre o respeito à independência dos povos pequenos. Tal respeito não é senão uma das mais expressivas afirmações de amor ao próximo.

22 de fevereiro - Comentando... O exagero da pequena propriedade / Uma população que venha a ser constituída exclusivamente de pequenos sitiantes, não poderá possuir uma elite. E disto resulta que a sociedade agrícola viria a ser fácil presa do capitalismo e do estatismo. Os males daí decorrentes: aumento da corrente emigratória das zonas rurais para as cidades, que se tornariam grandes centros, com o aparecimento inevitável dos problemas sociais característicos. Mas, principalmente nós católicos não nos devemos esquecer de que os grandes ajuntamentos urbanos são prejudiciais à grande família e, pelo contrário, são propícios à corrupção dos costumes.

22 de fevereiro - O êxito dos retiros espirituais é uma das mais belas páginas da História do Brasil contemporâneo - Navio mercante brasileiro atingido por submarino possivelmente nazista: dois tipos de reação da mocidade - O Almirante Horty submeteu a Hungria à tutela do regime de Hitler e cria o perigo de se consolidar no país uma dinastia ditatorial calvinista e totalitária, que constituirá por certo a negação de todas as tradições de Santo Estevão - Na França, a miséria é tanta que a Santa Sé dispensou os fiéis da obrigação do jejum quaresmal: uma das consequências acarretadas pela política do armistício e do velho marechal Pétain.

1° de março - Demonstrou-se totalmente infundada a confiança que Salazar depositou no compromisso nipônico de respeitar a neutralidade do Timor. Tal território português sofre ato de brutalidade por parte do Japão, que está na orbita do "eixo".

1° de março - Comentando... Stefan Zweig / Suas idéias deletérias, porque menosprezam a importância dos princípios racionais na direção da vida, formam o âmago da obra de Zweig, que as apresenta com a sedução insuperável de uma sagaz análise psicológica e com a tirania de um estilo envolvente, que domina o leitor. Esta ideologia, que foi o sucesso de Zweig, foi também a sua ruína. Quando se viu só, mesquinho e fraco entre a desgraça que o assoberbava, não encontrou em si nenhum apoio interior. E então percebe - são palavras textuais suas - que não tem energias para recompor a sua vida. Perde a confiança em tudo, em todos e em si mesmo, desespera-se, amedronta-se, foge, suicida-se: uma declaração clamorosa de falência. Poderá haver maior fracasso? Mas que pensar de uma ideologia que, quando provada experimentalmente, chega a tal resultado?...

8 de março - "Religião e Guerra". A opinião católica, também em outros países, reage ante as catástrofes contemporâneas dentro da mesma orientação que o LEGIONÁRIO: comentário do órgão norte-americano "Jesuit Missions" a respeito do ataque "selvagem" desferido pelas tropas nipônicas contra as Filipinas.

8 de março - Comentando... Medicina totalitária / O que poderá ocorrer se a medicina for estatizada?

8 de março - Grande verdade fundamental: os mais perigosos agentes da quinta coluna se recrutam entre os próprios nacionais de cada um dos países por ela carunchados.

15 de março - O PAPA, VIGÁRIO DE CRISTO: A MAIOR FORÇA MORAL DO MUNDO. A Roma das grandes conquistas e das grandes usurpações esfacelou-se e sepultou-se nas próprias ruínas. Mas outra Roma surgiu sobre as cinzas da primeira. Uma Roma nova que triunfa, que conquista, não pela espada ou pela força, mas pelo coração e pelo amor. E esse grande amor, esse grande coração, centro e força da Roma nova, é o Papa, o Vigário de Cristo. Pedro, ao receber do Mestre as chaves do reino do céu, recebia antes seu coração divino. Possuindo o coração de Cristo, capaz de amar a humanidade inteira, Pedro pode ser Cristo na terra. Indivíduos e povos, grandes e pequenos, nos momentos de dor e infortúnio, voltam-se para Roma, apelando para Aquele que, sem distinção de casta ou de raça, a todos ouve, a todos acolhe, a todos consola e abençoa. A força moral do Pontífice é a mesma de sempre. Após tantas vítimas do comunismo, outros erros mais graves se ergueram. E' de todos os dias a história de novos martírios. E' a Igreja, o Papa de Roma, o sustentáculo desses heróis cristãos.

15 de março - Os homens valem e podem mais do que os regimes e não devem procurar responsabilizar exclusivamente as formas de governo por acontecimentos de que são eles mesmos os primeiros culpados. A França apostatou da Igreja e repudiou o seu passado histórico. E' esse o mal que ela expia, e só no corretivo desse mal que ela encontrará remédio. Essa é uma grande lição que se desprende destes fatos para o mundo inteiro. Não foi pintando com novas tintas seus velhos ídolos que a França de Clóvis se converteu.

15 de março - Comentando... “Pai caboclo”

22 de março - Comentando... O “Bispo” budista

22 de março - A questão das relações da Santa Sé com o Império Nipônico: de nenhum modo se pode daí deduzir que o Vaticano professa qualquer indulgência para com os métodos de política internacional e de guerra do Japão. O estabelecimento de relações com qualquer governo tem por único objetivo a solução de questões pendentes, sem implicar em qualquer pronunciamento quanto à legitimidade de tal governo, à liceidade das instituições e da organização social sobre que repousa, bem como a moralidade de seus processos de guerra ou de política.

29 de março - Comentando... Fita / É preciso dar ao sensacionalismo suicida o tratamento que merece e não alcandorá-lo aos pináculos da glorificação pública, o que, além de ser uma idiotice, é um crime.

5 de abril - PARA A GLÓRIA DO RESSUSCITADO. Crescentes preparativos para o IV Congresso Eucarístico Nacional: ai da meditação que não se transforma em amor, em virtude e em apostolado! Ninguém ama a Deus sem amar a glória de Deus. A realização dessa glória é o mais vivo anseio de todas as almas verdadeiramente piedosas. Ninguém dá glória a Deus sem obedecer ao beneplácito divino. A obediência à vontade de Deus, a plena conformidade de todas as nossas idéias com a doutrina católica, de todas as nossas volições com a moral católica, de todos os nossos sentimentos com o "sentire cum Ecclesia", eis a preocupação que, do berço ao túmulo, deve acompanhar toda a alma crente.

5 de abril - Pio XII aceitou as sugestões de Tóquio no sentido de um contato diplomático normal dessa capital e o governo pontifício. Ao mesmo tempo, a Santa Sé também estabeleceu relações diplomáticas com o governo chinês. Seria um erro procurar-se inferir do gesto do Santo Padre uma indiferença sistemática para com todos os conflitos internacionais, quaisquer que eles sejam. Exemplo: o conflito entre o Império Romano do Oriente e o Islã. A Igreja optou corajosamente pelo mal menor contra o mal maior, interveio resolutamente no que era temporal pois que aí havia algo de espiritual envolvido, e quebrou, depois de lances heróicos, o ímpeto dos muçulmanos. Por que não haveremos de raciocinar assim também os católicos do século XX?

12 de abril - D. EPAMINONDAS. Tardava a aparecer a biografia que satisfizesse a curiosidade suscitada por nossa admiração pelo saudoso Bispo de Taubaté. Desse trabalho incumbiu-se quem estava naturalmente indicado para tal, pelas relações verdadeiramente filiais que teve a ventura de manter com aquele Prelado: o P. Ascânio Brandão. Em sua palestra deixava conhecer toda a sua personalidade pelo entusiasmo apaixonado com que sabia falar da Santa Igreja, de sua doutrina, de seus Santos, de sua maravilhosa organização. Tanto bastava para que nele se reconhecesse um varão de Deus. Foi um dos homens de Igreja mais completos que o Brasil possuiu nos últimos cem anos. Sabia muito bem que a cultura eclesiástica sólida e profunda, aliada a uma verdadeira vida interior, conquista mil vezes mais do que a faceirice da ciência profana, pobre e miserável muleta de que se servem, em que se arrastam e com que se fascinam os que não possuem as asas do apostolado sobrenatural.

12 de abril - Comentando... O mártir / O filme em questão ("O mártir", título de sua versão no Brasil) incide na parcialidade de salientar os obstáculos opostos pelo protestantismo à paganização da Alemanha, dando aos expectadores a falsa ideia de que a principal reação proveio dos arraiais protestantes. Ora, nada pode haver de mais contrário à realidade dos fatos. Aliás, está na própria essência do protestantismo o ser fraco perante os senhores temporais; e é mesmo muito natural que os que rejeitaram a soberania pacífica dos Papas, curvem-se trêmulos ante a arrogância dos Césares.

12 de abril - Sob vários disfarces e pretextos está sendo restaurada na Alemanha a escravidão - As fábricas francesas da zona livre estão fabricando aviões dos quais apenas a quinta parte se destina a Vichy, ficando o restante para o governo nazista. A metade dos produtos alimentícios provenientes das fábricas do norte da França se destinam ao Eixo, a despeito da miséria reinante entre franceses das zonas livres e ocupada. E ainda há quem se irrite quando apontamos em Pétain um dócil e afetuoso colaborador de Hitler - Ucrânia: o arcebispo cismático de Kremienik colocou a igreja cismática sob a dependência e proteção das autoridades nazistas - Noruega: muitos "bispos" e eclesiásticos protestantes se demitiram dos respectivos cargos por estarem em desacordo com Quisling, dando assim lamentável prova de fraqueza.

19 de abril - Pétain – I / Nossa época é cheia de curiosas e enigmáticas contradições. O homem contemporâneo chegou ao menor grau de logicidade a que é possível cair-se sem perder a natureza humana. A conseqüência necessária da logicidade do espírito humano é um desejo insofreável de explicar, de coordenar os motivos, de eliminar as contradições, de estruturar as idéias, de por meio delas governar os acontecimentos. Hoje em dia, este desejo está quase extinto. As contradições as mais clamorosas e espetaculares logram quando muito surpreender, mas já não indignam. E enquanto as maiores contradições já não irritam, nada irrita tanto quanto a lógica, ao menos quando posta ao serviço de princípios verdadeiros. Hoje mais do que nunca, se odeiam as demonstrações claras e peremptórias, as deduções impecáveis e indiscutíveis, os vastos sistemas de idéias irrepreensivelmente harmônicas entre si. - Exemplificando com Pétain e o governo de Leon Blum. O território francês poderia continuar a ser habitado pelos descendentes dos atuais franceses, e a França poderia continuar a ser uma nação independente: pouco importa, o espírito francês morria aos poucos, tinha apenas alguns anos, algumas décadas talvez, a viver, e quando os últimos clarões desta chama se extinguissem, a França estaria tão morta quanto morta está hoje a Grécia de Péricles, se bem que ainda haja gregos na Grécia, e esta seja um país politicamente mais unido e mais bem estruturado do que o amálgama de republiquetas dos séculos clássicos. A França não foi golpeada pelos nazistas: ela tentou suicidar-se.

19 de abril - Comentando... Cristianismo / Hilaire Belloc, o conhecido historiador inglês, ao tratar do Cristianismo numa de suas obras, tem uma observação singularmente penetrante e também cheia de “humour”: “Para a juventude moderna, especialmente nas sociedades que perderam a cultura católica, a palavra ‘Cristianismo’ significa, vagamente, ‘aquilo que é comum às várias seitas, opiniões e maneiras, herdadas em forma diluída da Reforma’. Na Inglaterra, hoje em dia, por exemplo, ‘Cristianismo’ significa um sentimento geral de bondade... particularmente para com os animais”. De fato, a palavra “Cristianismo”, que deveria merecer tanto respeito e tanta veneração, vem sendo objeto das mais disparatadas escamoteações que, muito frequentemente, são feitas com intuitos menos confessáveis.

19 de abril - Finlândia estabelecerá relações diplomáticas com a Santa Sé - Renascimento do fervor com que os povos asiáticos, estimulados pelo exemplo de Hitler, adotam atitudes cada vez mais nítidas de apego ao paganismo. Organiza-se uma "juventude japonesa" análoga à "Hitlerjugend" - Na Transjordânia, o emir Abdulah exigiu que todos os funcionários públicos assumam "atitude adequada aos preceitos do Islã e prática dos ritos elementares da religião muçulmana". Os transgressores sofrerão sanções - Enquanto isto, na cidade de São Paulo funda-se uma "sociedade beneficente muçulmana" e se constrói uma mesquita.

26 de abril - PÉTAIN - II. Breve quadro retrospectivo da situação política da França na última década - As correntes européias que apoiaram o nazismo - Agora virá, para Pétain, o momento decisivo. Ao que parece, cogita-se fazer uma invasão anglo-americana na França. Se Pétain reagir contra o invasor, sua figura ficará definitivamente incluída na galeria dos Quislings. Se, pelo contrário, enfrentando vexames, injúrias, expróbrios, a morte talvez, souber subtrair-se à ação nazista que dele se serve como um joguete, será uma figura que se terá redimido pela expiação de seus erros.

26 de abril - A devoção à Sagrada Eucaristia, a Nossa Senhora e ao Santo Padre constitui "as três rosas dos bem-aventurados". Se habitualmente nossa devoção à Cátedra de São Pedro deve ser imensa, hoje em dia deve ela ter delicadezas especiais - Tudo quanto signifique a restauração da verdadeira França só causará verdadeiro ódio aos bolchevistas. E, por isto, nada pode haver de comum entre a bandeira incarnada com a Cruz de Lorena e os estandartes da foice e do martelo.

26 de abril - Comentando... Maravilhas "ortodoxas"

3 de maio - CABEÇAS DE SERPENTE. Hitler soube encontrar na alma alemã os sentimentos tradicionais e cristãos que ainda tinham vitalidade, animá-los, fazê-los servir como degraus para o poder e, baseados neles, pôr em execução um plano de governo que era precisamente o contrário do que prometera. O oportunismo é a regra de conduta da propaganda quanto da diplomacia nazista - Se Hitler realiza na Alemanha um regime social que é quase absolutamente comunista, por que ataca tanto o comunismo?

3 de maio - O último discurso de Hitler: a) ele seria um "enviado do Todo-Poderoso"; b) referência ao Brasil; c) menção amistosa à "França de Vichy" - Em Buenos Aires, discurso de Chautemps, o qual procura salvar Pétain - Se não houver na França alguma séria modificação, a esquadra francesa terminará nas mãos de Hitler, por mais que as democracias contemporizem com Vichy.

3 de maio - Comentando... A técnica da armadilha

10 de maio - AS MÁSCARAS CAÍRAM. A inércia "sancho-pancesca" do governo de Vichy quando da penetração de tropas nipônicas na Indochina, e a atitude quixotesca ante a invasão de Madagascar pelas tropas inglesas. Entregando a Indochina, Pétain outra coisa não fez senão firmar o látego nas mãos dos adversários do seu país e da civilização católica. Pelo contrário, se entregasse Madagascar, aquele marechal debilitaria a situação do "eixo", e conseguiria condições mais benignas para seu país. Entretanto, ainda desta vez, ele agiu como um simples instrumento do totalitarismo.

10 de maio - Comentando... Lobo não come lobo

10 de maio - O manejo dos comunistas que, esgueirando-se entre os adversários do "eixo", tomam atitudes inoportunas e ridículas: um exemplo no Chile.

17 de maio - "COM SINGULAR COMPLACÊNCIA". A Carta Apostólica de Pio XII ao Cardeal-Arcebispo do Rio de Janeiro marca uma era nova nos anais do laicato católico brasileiro. Diversas opiniões infundadas ruem por terra e se desfasem inteiramente com tal documento dedicado à situação das Congregações Marianas depois da fundação dos atuais organismos da Ação Católica.

17 de maio - Exame pré-nupcial: oposição decidida, refletida e forte que nada tem de comum com um capricho popular qualquer, mas decorre de princípios fundamentais e convicções profundas - Os serviços religiosos e as passeatas públicas foram proibidas pelas autoridades de ocupação (hitleristas) na França, no dia de Santa Joana d'Arc. Já se pronuncia claramente a política anti-religiosa movida pelo nazismo. Existe aprovação para as manifestações do culto, mas ao mesmo tempo reprime-se qualquer tentativa destinada a fazer desenvolver-se a influência católica fora do âmbito dos templos.

17 de maio - Comentando... As Semanas Eucarísticas

24 de maio - ODORES DO CÉU, CHEIROS DO INFERNO. O "bom odor" de Nosso Senhor Jesus Cristo exprime o que a Santa Igreja Católica tem de belo e atraente, em sua doutrina, em sua organização, em sua vida. Não faltarão, entretanto, pessoas que odeiam a verdade e abominam o bem, e para as quais este "bom odor" lhes causará uma impressão detestável, enquanto lhes agradarem as emanações mefíticas dos vícios e do inferno. Entre essas duas grandes categorias de homens, há os que gostam ao mesmo tempo de uma e de outra coisa. São intransigentes, "totalitárias" no que lhes diz respeito e "minimalistas" no que se refere à Santa Igreja. Neste dia de Pentecostes, é para estas almas que escrevemos o presente artigo.

24 de maio - Relutância verdadeiramente extraordinária que Vichy está demonstrando nas negociações com Washington a respeito das colônias francesas na América - Sincera e calorosa nota de louvor aos que, na França e na Espanha, desdobram o esforço heróico e talvez anônimo de patriotismo esclarecido e espírito de Fé vivaz, que evitam de todas as maneiras o inteiro domínio nazista em suas gloriosas pátrias.

24 de maio - Comentando... Divórcios e anulações / Diferença entre uma coisa e outra. Os casos de Napoleão com Maria Luiza, depois de se haver separado de Josefina de Beauharnais, Henrique VIII e Filipe Augusto.

31 de maio - "FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO". No labirinto da pedagogia moderna, faltava-nos um guia seguro, de visão larga e profunda, de perspicácia penetrante que ao mesmo tempo nos ensinasse a evitar os escolhos e encontrar a rota da doutrina verdadeiramente ortodoxa. Ao mesmo tempo nos carecia uma obra clara e segura para informar sobre nosso pensamento os que estão fora de nossos arraiais, provando-lhes o valor científico do pensamento educacional católico e atraindo-os assim para nosso grêmio. Foi esta obra que se propôs o Cônego Antônio Alves de Siqueira. O autor comunicou a seu trabalho toda a superioridade de um espírito profundamente formado na filosofia de S. Tomás, da qual se mostra discípulo inteligente, erudito e fidelíssimo. Respira o trabalho um perfume de doutrina sã e desassombrada, que infelizmente não se encontra em certos autores sedentos de conciliações imprudentes, de concessões precipitadas, e de uma paz que, em última análise, visa conciliar princípios inconciliáveis.

31 de maio - Padre Luiz Riou, Provincial da Companhia de Jesus, envia telegrama de elogio ao "Legionário" - Plutarco Elias Calles, antecessor de Avila Camacho na presidência do México, hipotecou a este sua solidariedade na luta contra o totalitarismo. O que pode significar para um católico qualquer aliança com aquela sangrenta e ridícula figura de Nero provinciano que é Calles? - "Notícias da Bélgica" publica substancioso e documentado artigo que prova que Hitler está reduzindo ao cativeiro os infelizes operários belgas que obrigou a ir à Alemanha.

31 de maio - Comentando... Petulante ignorância

7 de junho - A ÚLTIMA ALOCUÇÃO PONTIFÍCIA. O Papa é infatigável em empregar a linguagem do amor, e sabe dar às suas palavras uma autoridade e um calor que estabelecem um imenso contraste com o pacifismo oco e vazio - A Santa Sé, como todas as outra potências que lutam contra o nazismo, há de experimentar a terrível "guerra de nervos" de que a diplomacia do III Reich tem tirado tantos lucros - A penitência é indispensável para que aplaquemos a cólera divina. As almas expiatórias são mais necessárias em nossa época do que nunca. Quando o Papa tanto sofre por nós, soframos também por ele.

7 de junho - Numerosos os incidentes e atentados recentes que demonstraram o crescente descontentamento dos países ocupados, contra o jugo despótico do nazismo - Prossegue na França a política de nazificação: as autoridades judiciais francesas liberam algumas enfermeiras aprisionadas porque praticaram a eutanásia em feridos de guerra. A Santa Igreja já condenou formalmente tal ato tipicamente nazista.

7 de junho - Comentando... “O mundo havia de amar o que era seu...”

14 de junho - Apreciação feita pela "Reuters" sobre Heydrich (tirano da Checoslováquia) não teve a argúcia nem a precisão psicológica necessária - Laval sempre foi mero instrumento passivo nas mãos de Hitler, e irá tão longe quanto este queira... exceto se perceber que as probabilidades de sucesso de Hitler diminuem - As possibilidades de êxito parecem minguar cada vez mais nas mãos do truculento ditador pagão (Hitler).

14 de junho - Comentando... Música / O sr. Caldeira Filho apresentou ao público as “Noções de História da Música”, tradução ampliada e comentada da obra de Domingos Alaleona. Pena é que este último tenha manifestado em sua obra suas tendências antirreligiosas e, principalmente, anticatólicas. Sempre que não haja necessidade, a prudência ordena que se evite a apresentação do erro, ainda quando acompanhado de sólida refutação. O espírito humano é tão inclinado ao erro...

21 de junho - RUMOS DA AÇÃO CATÓLICA SOB O PONTIFICADO DE PIO XII - I. Para o católico realmente imbuído de sentimentos filiais para com a Santa Sé, nada há de mais interessante do que acompanhar o desenvolvimento que tem sido dado ao conceito de Ação Católica no pontificado de Pio XII. Seria temerário ver uma ruptura de continuidade na vida da Ação Católica com sua ascensão ao Trono de S. Pedro. Considerando as coisas da Igreja com olhos filiais, esforcemo-nos por discernir, nos vários atos do atual Pontífice, a continuidade do pensamento e da ação do seu preclaro antecessor (Pio XI). A questão da "colaboração"-"participação" dos leigos com o apostolado hierárquico.

21 de junho - Comentando... Flores do pó / Não tenhamos ilusões: a bondade não consiste, nem pode consistir, em puro sentimentalismo. Haverá coisa mais sentimental que a nossa época? E haverá também mais brutal? A bondade é, antes de mais nada, fruto da razão; e a bondade que não estiver de acordo com a razão, não é verdadeira bondade, mas refinado artifício de Satanás.

21 de junho - Bispo de Aracajú excomunga diretores e redatores do jornal daquela capital "O Nordeste", que desacatava gravemente a Religião. Em uma época em que os excessos da impiedade se tornam cada vez mais freqüentes e o vício se ostenta com insolência sempre maior, devemos abater com golpes de uma robusta e sadia combatividade a cerviz dos adversários da Igreja - Mais de 400 pessoas já foram fuziladas na Checoslováquia por motivo do assassínio de Heydrich, o representante de Hitler naquela desditosa nação - Em discurso a delegações operárias francesas reunidas em Vichy, Pierre Laval declarou que os franceses devem desejar ardentemente a vitória da Alemanha.

28 de junho - RUMOS DA AC NO PONTIFICADO DE PIO XII - II. Além de Sucessor de Pio XI, Pio XII é seu continuador. Mas um continuador de grande envergadura. Não se limita a andar pelos caminhos abertos pelo seu antecessor. Faz mais. Abre ele próprio novos caminhos que constituam o prolongamento harmonioso das vastas e fecundas perspectivas que Pio XI traçou.

28 de junho - Comentando... As capelanias militares / Os católicos, nos Estados Unidos e na Inglaterra, embora sejam forças poderosas e bem organizadas, são, contudo, a minoria naqueles países. Isto, entretanto, não foi obstáculo para que os respectivos Governos admitissem os padres católicos na organização da Marinha e do Exército. Tal atitude é o que pode haver de mais razoável, e se justifica por uma infinidade de razões. Seria muito bom que o Brasil imitasse, neste ponto, o exemplo daquelas nações, a cujo destino se ligou. Acresce ainda que a nossa população é católica em sua esmagadora maioria. E não deixa de ser chocante que nós, um país católico, ainda não tenhamos capelães militares.

28 de junho - A inesperada queda de Tobruck (na África) em mãos dos nazistas - Discurso de Laval: "Operários de França! é para libertação dos prisioneiros que ireis trabalhar na Alemanha! É pelo nosso país que ireis em grande número! É para permitir que a França encontre o seu lugar na Europa que respondereis ao meu apelo" - Discurso do general nipônico Haia Tada sobre as "duas grandes missões, recebidas do céu, e que são obrigações do nosso império".

5 de julho - OS DEBATES SOBRE A CAPITULAÇÃO DE TOBRUQUE (na Câmara dos Comuns). A capitulação do general Richtie não causou apenas temor mas sobretudo verdadeira e veemente surpresa entre os parlamentares do Reino Unido. Ninguém ousou uma defesa clara e direta da atitude do militar britânico e Churchill declarou que ainda era cedo para fazer à Câmara um relato sobre a conduta daquele militar. Com isto tudo, um véu cobriu mais este episódio desconcertante e enigmático da atual conflagração mundial. Como católicos e como brasileiros, somos interessados em levantar a ponta do véu.

5 de julho - Comentando... No fundo... / Certa vez, conversando com certa pessoa, ouvimo-la dizer que os que cumprem pena na Penitenciária são bons, no fundo. Ora, este é um problema que nos aflige, de uns tempos para cá: saber qual a profundidade sob a qual se aninha a bondade do gênero humano. Todo o mundo diz que todo o mundo é bom. Apenas, esta bondade não se vê, não se enxerga, não se apalpa; está no fundo. Mas, qual é o tamanho desta profundidade? Até onde será necessário descer para, afinal, encontrar esta gema preciosa e oculta, que se esconde tão avaramente?

5 de julho - Realizou-se em Paris um grande leilão de raridades, no qual nada menos de 7.820.000 francos foram oferecidos em 40 minutos por 30 quadros célebres. A notícia não informa quem comprou estes quadros e sobretudo a que nacionalidade pertencem os adquirentes... o que se compreende num país ocupado.

12 de julho - UMA PPOVIDÊNCIA SANEADORA da Ordem dos Advogados do Brasil, na Secção de São Paulo, para proteger a instituição da família dos expedientes utilizados por brasileiros desquitados para realizar "casamentos" fora do País.

12 de julho - O LEGIONÁRIO sempre se opôs a certas campanhas que, pretextando visar os erros do totalitarismo italiano, atingiam na realidade o povo da Itália. Não devemos identificar esse povo - um dos mais gloriosos da Cristandade - com os erros do fascismo. - O General Queipo de Liano, que ninguém pode qualificar de "anti-espanhol", foi levado a uma atitude de clara oposição a Franco. As conivências de Serrano Suner com o "eixo" causam apreensões entre espanhóis.

19 de julho - O RACIONAMENTO E O CONGRESSO. Tudo parecia indicar que o IV Congresso Eucarístico Nacional deveria ser adiado. Mas enfrentando resolutamente a premência de tantos fatores desfavoráveis, o Arcebispo de São Paulo determinou que o Congresso se realizaria em quaisquer circunstâncias. E' digno de católicos que, pela austeridade de nossos sacrifícios, demonstremos que somos discípulos d’Aquele que nos disse que, se O quiséssemos seguir, deveríamos fazer tomando cada qual às costas sua própria cruz.

19 de julho - Comentando... Pela família / Nova edição desse opúsculo que o saudoso e inesquecível D. Duarte Leopoldo e Silva escrevera, quando ainda pároco de Santa Cecília. Uma das qualidades, entre inúmeras outras, que se notaram no ilustre arcebispo foi o espírito de previsão: sabia apresentar soluções definitivas, que não se adaptavam apenas às circunstâncias imediatas, mas se projetavam, a perder de vista, para o futuro. Escrito em fins do século XIX, seu trabalho continua cheio de atualidade. A todos aqueles que gemem, nesta hora obscura e indecisa, em que as verdades se calam, os caracteres se desfibram, as consciências mais bem formadas se cansam de resistir e procuram acomodações para reconciliar-se com o presente século mau, a leitura de “Pela Família” será um reconforto, uma consolação, um estímulo de coragem e desassombro.

19 de julho - Ignóbil comunicado das autoridades nazistas fixadas na França: estenderão a pena de morte a todos os ascendentes, descendentes, colaterais, e afins maiores de 18 anos, das pessoas envolvidas em atos de sabotagem contra a ocupação totalitária; e os menores de 17 anos serão entregues a instituições educacionais de carácter correcional - Subiu a 537.000 o número de operários franceses fixados na Alemanha - Está decretado pelas autoridades de ocupação nazista na Checoslováquia um verdadeiro terror contra qualquer pessoa que não se diga nazista.

26 de julho - Um exemplo para toda a Europa / Pastoral Coletiva do Episcopado alemão denunciando a seus diocesanos e ao mundo inteiro os extremos a que chegou a perseguição religiosa nazista. Este magnífico documento constitui, para o povo germânico, um legítimo título de glória. Imitemo-lo no destemor na defesa apaixonada e incondicional dos direitos da Santa Igreja - As táticas ardilosas e graduais do totalitarismo para com a Igreja e a liberdade de expressão - Lição a ser aprendida: não é com recuos que se ganha alguma coisa em matéria de liberdade religiosa. Mais vale a pena sustentar a luta em seus primórdios e jogar 100% no início, do que lutar quando o adversário já arrancou das mãos da Igreja muitas armas - Os católicos autênticos e inteligentes preferem unanimemente que suas obras sejam o que são, ou não sejam de todo.

26 de julho - Comentando... - Combatividade / Indubitavelmente, um dos piores venenos com que o liberalismo ameaçou as consciências católicas foi a ideia de um desarmamento espiritual - Dom Vitral demonstrou, em terras de Santa Cruz, que a arma da perseguição sempre acaba por ferir aos que a empunham - Toda a força de nossos inimigos reside apenas em nossa timidez, nada mais, nada menos.

26 de julho - 7 Dias em Revista / Suspeitas sobre as atitudes de Ghandi face às investidas nipônicas contra a Índia - A Santa Igreja aceita qualquer regime político - monárquico, aristocrático, democrático - pois que, em si mesmo considerado, nenhum deles é contrário ao direito natural e nada tem de essencialmente contrário ao Catolicismo.

2 de agosto - Ghandi não conhece o surradíssimo processo de expansão totalitária? Não sabe que o Japão é aliado de Hitler e imita os processos políticos deste? Então, por que motivo Ghandi ainda se conserva tão ingênuo? - A Ásia assistiu o desenvolvimento de um espírito exageradamente nacionalista e tipicamente pagão nos povos do Ocidente. Seria um milagre que essas ideologias não encontrassem eco no Oriente, convertendo-se em um ódio cego ao homem de raça branca, às penetrações culturais do Ocidente, acarretando o declínio do prestígio do Cristianismo no Extremo Oriente, e a reabilitação intelectual das velhas religiões pagãs incentivadas pelo paganismo nazista.

2 de agosto - Comentando... Nossa Senhora e o Congresso / Não há verdadeira piedade eucarística onde faltar a piedade mariana, pois é só pelas mãos de Maria Santíssima que se pode chegar com segurança e sem extravios ao Coração de Jesus. Principalmente nesta época de perturbação geral dos espíritos, a devoção Nossa Senhora é um roteiro seguro, uma garantia de boa doutrina, e um índice infalível de “sentire cum Ecclesia”. São João Bosco e o "sonho" (visão) das duas colunas.

9 de agosto - JUSTITIA ET PAX ! Preparação espiritual para o Congresso Eucarísticio Nacional: pedir a Deus, por intermédio de Nossa Senhora, o que Lhe agrada. Peçamos a verdadeira paz que Ele nos quer dar. Qual é a verdadeira paz? Qual o seu fundamento? O que é justiça?

9 de agosto - Comentando... A trama da intriga / Nota-se, em certos arraiais suspeitos de adversários do “eixo”, a preocupação de comprometer a Igreja com as ideologias totalitárias, apresentando o catolicismo, e principalmente a Santa Sé, como simpatizante oculto do nazismo. E, por aí, uma espécie perigosíssima 5.ª coluna e — coincidência curiosa — na divulgação desta infame calúnia são coadjuvados pela propaganda hitlerista. É preciso reconhecer que aqueles católicos desorientados, felizmente poucos, que nutrem simpatias para com o nazismo, favorecem esta manobra e fornecem ótimos pretextos aos nossos inimigos para combater a Igreja. Por isso mesmo, devemos repudiar o nazismo com maior ardor ainda.

9 de agosto - Ghandi continua a criar uma situação confusa e delicada ao abrigo da qual procura arvorar-se em paladino da soberania indu: a explicação profunda de seus móveis - A sociedade secreta do "Dragão Negro", pivot da propaganda nazi-fascista no Japão.

16 de agosto - Solidariedade e Disciplina / Uma das consequências mais curiosas do zelo e do entusiasmo que as coisas da Igreja costumam despertar nas almas verdadeiramente fiéis é, sem dúvida, a extrema dificuldade que os realizadores de certas obras católicas encontram por vezes em contentar todos os gostos e conciliar todas as opiniões. É isto, por exemplo, o que se dá com a imprensa católica. Por maior que seja o esforço de qualquer jornalista católico, ser-lhe-á impossível contentar indistintamente a todos os leitores. Até mesmo os mais insignificantes pormenores da apresentação material são objetos de cartas, anônimas ou não, que indicam às vezes um descontentamento vivaz e que se exprime segundo o grau de educação e de formação de quem escreve e segundo seu temperamento. Essas críticas, mesmo quando expressas de forma perfeitamente digna e respeitosa, são nocivas: elas entibiam os entusiasmos, desarticulam as iniciativas, dividem os espíritos e criam um ambiente que torna qualquer trabalho coletivo muito difícil. Assim, o próprio interesse, o próprio esplendor do IV Congresso Eucarístico Nacional exige que cada qual faça calar seus sentimentos individuais, tendo em vista exclusivamente que, ainda que possivelmente justa, a crítica pode ser nociva.

16 de agosto - Sobe a 150 mil o número de operários franceses que foram encaminhados à Alemanha pelo governo de Vichy e terão, assim, sua Fé exposta a mil perigos e mil ocasiões próximas e gravíssimas de pecado, entregues à propaganda totalitária - Fato que demonstra que a grande massa indu não acompanhava o pensamento de Ghandi, e que a suposta influência deste não era senão um grande bluff político preparado por certa propaganda.

16 de agosto - Comentando... A exposição da Obra dos Tabernáculos / Tudo quanto se refere ao esplendor do culto é, da parte da Igreja, objeto de especiais encômios. Com efeito, não há quem deixe de louvar os esforços dispendidos em favor dos pobres e dos desamparados, para lhes minorar os sofrimentos físicos, mas o mundo considera um desperdício tudo o que é empregado na magnificência do culto. Só mesmo espíritos de escol, formados segundo o Sagrado Coração de Jesus, sabem compreender que é obra excelente e sumamente agradável a Deus, trabalhar com ardor pelo brilho das solenidades religiosas. Estas almas merecem, certamente, aqueles elogios incomparáveis que Nosso Senhor dirigiu a Santa Maria Madalena.

23 de agosto - OS DISCURSOS DE DOMINGO do Arcebispo de São Paulo e do Ministro da Agricultura diante de 300 mil paulistas que homenagearam Nossa Senhora Aparecida. As palavras do Purpurado constituíram um verdadeiro voto de confiança no entusiasmo, na generosidade e no fervor do povo paulista, e a este cumpre, agora, corresponder-lhe com exatidão e brio. O Ministro da Agricultura lembrou que ali estavam reunidos os membros das associações religiosas, inocente e pacífico exército de Cristo, que entretanto possuía armas de luta e de penetração tão aguda, que era sobretudo contra elas que investiam em todos os países dirigidos por elementos anti-católicos, os que queriam destruir a Igreja.

23 de agosto - Considerações sobre o afundamento dos navios brasileiros, em nossas próprias águas territoriais. E' bem este o momento dos católicos mostrarem que maravilhoso viço tem a flor do patriotismo quando brota das raízes sobrenaturais da fé. O adversário que bate a nossas portas não é só do Brasil, mas também da Igreja. Em matéria de anti-nazismo e anticomunismo, devemos distinguir claramente duas posições extremas, ambas erradas.

23 de agosto - Comentando... Que mal haverá? / Papa acaba de proibir a entrada no Vaticano de senhoras e jovens que não estejam vestidas de acordo com a modéstia cristã. A preocupação pela decência católica devia estar tão viva em todos os espíritos, que jamais a administração superior da Igreja se visse na contingência de abandonar, por momentos, a cogitação de problemas mais relevantes, para resolver este ponto. - O que corrói as fibras mais nobres e rijas da consciência cristã de muitos católicos?

23 de agosto - Comovedora despedida de um soldado católico alemão / Transcrição integral da carta que um soldado católico da Alemanha, tombado na Sérvia em 1941, endereçou à sua Mãe, publicada pelo "Catholic Herald", que se responsabilizou por sua autenticidade.

30 de agosto - GUERRA! Mais do que ninguém, os católicos são obrigados a um espírito de abnegação e de patriotismo verdadeiramente modelar. O Brasil está em guerra: é absolutamente preciso que ele a vença. Entretanto não basta lutar. É preciso viver a luta em plena identificação com todos os princípios que lhe dão seu verdadeiro sentido. De um e outro lado das trincheiras, as ideologias são diversas. Sobre cada uma delas, a Igreja tem uma palavra que dizer. A vitória de qualquer delas afetará num ou noutro sentido as atividades da Igreja. E, implicitamente, os católicos não podem ser indiferentes, como tais, ao desenlace dessa luta titânica.

30 de agosto - Comentando... O veneno protestante / Evidentemente, os católicos hão de interessar-se pelas Escrituras. Mas sem nenhum frenesi, sem nenhum nervosismo, sem nenhuma afobação. Mesmo porque o leite da doutrina, ministrado maternalmente pela Igreja, contém a essência, o verdadeiro sentido das Escrituras, alimento facilmente assimilável pelos fiéis de piedade simples e sincera.

30 de agosto - Durante o IV Congresso Eucarístico Nacional, o LEGIONÁRIO publicará edições quotidianas sobre o que se refira a este magno evento - Continua vivíssima a propaganda anti-cristã dos nazistas na Noruega e a luta por eles movida contra as autoridades eclesiásticas daquele país.

7 de setembro - SAUDAÇÃO ÀS AUTORIDADES CIVIS E MILITARES. Discurso de Plinio Corrêa de Oliveira no Encerramento do IV Congresso Eucarístico Nacional - O Brasil só será grande na medida em que souber ser filho de Deus.

13 de setembro - A despeito do gratíssimo tumulto da multiplicidade das impressões produzidas pelo entusiasmo do IV Congresso Eucarístico, uma figura se destaca desde logo, sobranceira, em nossos corações e em nossa retina: é a do Legado Pontifício. D. Bento Aloisi Masella é uma genuína expressão do espirito tradicional daquele glorioso Vaticano ao qual nos prendem todas as fibras de nosso coração e, muito mais do que isto, todos os liames sobrenaturais do Corpo Místico de Cristo.

20 de setembro - SOMOS UMA POTÊNCIA. Análise de uma das páginas mais brilhantes de nossa história religiosa: o Congresso Eucarístico - Os fatos provaram que o nosso único ideal e nosso único anelo, nossa única aspiração e nosso único amor são Nosso Senhor Jesus Cristo e a Santa Igreja, e é à luz deste amor que sentimos todos os outros afetos, por mais nobres que sejam, de nosso coração.

20 de setembro - Comentando... Invasão dos bárbaros / O nazismo não é obra de irresponsáveis nem de delírios paranoicos. O nazismo é um crime consciente e friamente perpetrado. E, para a perpetração deste crime, foram e são empregados todos os recursos da ciência e da cultura, todas as forças da tradição e da história, todas as energias espirituais do homem e da sociedade. E nisto reside todo o imenso perigo e toda a imensa hediondez do nazismo: é um crime totalitário.

20 de setembro - Vivemos numa época de deslealdade e manobras ardilosas, em que a ofensiva dos adversários da Igreja já não tenta arrombar as portas de nossa cidadela mas se esgueira sub-reptícia através de todas as frestas deixadas entreabertas por nossa incúria ou ingenuidade. Daí o êxito dos von Papen de todas as nacionalidades, matizes e feitios - Preso na França o conhecido jesuíta Pe. Chaillet, que se recusou entregar à polícia 300 crianças que esta reclamava a fim de as ceder à sanha das autoridades nazistas - Japão proíbe uso da língua espanhola nos tribunais filipinos: o intuito nipônico de fazer com que tal Arquipélago volte ao seu antigo culto asiático.

27 de setembro - AINDA O CONGRESSO EUCARISTICO. O Santo Padre ocupa, na piedade católica, uma posição tão central e tão relevante que de modo algum pode deixar de nos interessar altamente tudo quanto diga respeito à intensificação dos sentimentos que lhe devem tributar os fiéis. Merece, neste sentido, um registro especial a alocução que Pio XII dirigiu ao povo brasileiro, por ocasião do recente Congresso Eucarístico - Comentários sobre o modo pelo qual tão relevante documento foi recebido pelos fiéis.

27 de setembro - Comentando... Educar para Deus / O racismo é uma preocupação exclusiva pelo “puro sangue” ariano e só vê no homem o valor biológico; daí a nação se transformar num imenso curral, e o povo, num vasto rebanho. Não será difícil imaginar onde vai parar a dignidade da mulher e da família em meio a semelhantes aberrações. Entretanto é preciso reconhecer que isto não é novidade. De fato, o comunismo já vinha pondo em prática idéias muito semelhantes a estas, muito antes do nazismo subir ao poder. Uma coisa, porém, deve ser reconhecida tanto ao nazismo quanto ao comunismo: a profunda coerência de ambos os regimes.

27 de setembro - Mais do que ninguém, lutou o LEGIONÁRIO contra o perigo totalitário. Quando quase todos pareciam dormir, já nossa voz se alteava para proclamar os riscos que a Igreja e a Pátria corriam com a expansão da influência nazi-fascista. A muitos olhos, tão distantes parecia o perigo que não poucos nos acusassem de visionários e monomaníacos. Hoje, que o perigo se torna palpitante e exacerba a legítima sensibilidade patriótica de tantos espíritos bem intencionados, é para esta folha uma recompensa do Céu o poder dizer uma palavra de orientação serena e ponderada sobre as notícias referentes à suposta simpatia ou cumplicidade de Sacerdotes católicos com as potências do “eixo” e a infiltração totalitária no Brasil.

4 de outubro - Comentando... A contradição / O Sr. Victor de Azevedo desejaria um Anchieta todo meloso e piegas, que permitisse todos os ataques da impiedade. E porque Anchieta se revela um verdadeiro cristão que luta contra os inimigos da Religião, o Sr. Victor de Azevedo se zanga! Deve zangar-se também contra Jesus Cristo, que açoitou os vendilhões do Templo e amaldiçoou, com expressões candentes, os fariseus.

4 de outubro - AS DECLARAÇÕES DO CARDEAL ARCEBISPO DO RIO DE JANEIRO. Qualquer ato de sabotagem feito com o criminoso propósito de golpear a fundo os mais graves interesses nacionais seria, nesse momento, para qualquer estrangeiro, ainda que nacional de país do "eixo", pecado mortal - A posição dos Sacerdotes e Religiosos estrangeiros está definida: ocupam eles um lugar de escol no coração dos brasileiros.

11 de outubro - Nazismo e comunismo / Não se pode afirmar simplesmente que os interesses da Igreja "coincidem" com os da Pátria: eles se interpenetram. Com efeito, o Brasil só será idêntico a si mesmo, só conservará a continuidade de seu espírito - no que conste em essência a sobrevivência de uma Nação - se se conservar católico no sentido mais pleno e radical desta insofismável palavra. Combatendo o nazismo, devemos fazê-lo sustentando sua essencial identidade com o comunismo. A doutrina de Marx é, tanto quanto sua sósia nazista, inimiga capital do Brasil e da Civilização Católica.

11 de outubro - 7 Dias em Revista / Discurso do General Franco: "Não condenamos o marxismo nem o comunismo no que eles contém de aspirações sociais" - O nazismo é, por essência, uma doutrina corrupta. O III Reich tem feito todo o possível para destruir inteiramente a família, desenvolvendo neste, como em todos os outros sentidos, uma política social absolutamente idêntica à do comunismo - Não caiamos no grave erro de supor que há nisto um defeito congênito deste ou daquele povo. Todos os povos que se deixarem empolgar pela ideologia nazista ou comunista chegarão a excessos mais ou menos tão graves.

11 de outubro - Comentando... Os escudos do Congresso / O que será sempre um motivo de admiração é o movimento geral de entusiasmo que Igreja sempre levanta em torno de Si. A Igreja, que não promete vitórias terrenas; a Igreja, que não promete os prazeres deste mundo; a Igreja que jamais possuiu ministérios de propaganda; a Igreja, cuja doutrina parece antes destinada a causar repugnância à natureza humana decaída do que a aliciar os favores das multidões; é esta mesma Igreja Católica Apostólica Romana que, há vinte séculos, pela virtude do Espírito Santo, vem realizando este milagre de provocar as manifestações mais espontâneas e desinteressadas de afeto, de abnegação, e do mais sublime heroísmo.

18 de outubro - Missões e Política / O êxito do paganismo europeu, encabeçado por Hitler, despertou consideravelmente no Extremo Oriente a ressurreição dos velhos cultos pagãos. Tal renascimento do paganismo no Oriente já passou do Japão para a China e Coréia, e daí para a Indochina e Índia. Não espantará que conquiste, mesmo, as populações indígenas da Oceania. Diante de todo esse movimento, em que posição ficam as missões católicas? - A Igreja não endossa a civilização e a cultura ocidentais como hoje se encontram. O mundo ocidental é um mundo que apostatou. Mas é preciso bradar a este Oriente que se transvia que é falso, é errôneo, é injusto pretender que a dependência de Roma significa a dependência da Europa. Depender da Roma dos Papas é depender de Nosso Senhor Jesus Cristo, e tão somente dele. A prova disto está meridianamente clara no exemplo dos povos da América Latina. Igualmente não devemos deixar que a cultura ocidental seja amaldiçoada ou rejeitada em bloco pelo Oriente. Ela ainda tem algo de cristão, e rejeitá-la em bloco significa rejeitar coisas que a Igreja reputa essenciais.

18 de outubro - Palavras de recordação por toda a atividade desenvolvida pelo Arcebispo de São Paulo, D. José Gaspar de Afonseca e Silva, pelo êxito do Congresso Eucarístico. E, por tais motivos, o articulista espera que um grande número de pessoas vá recebê-lo ao retorno da viagem que fizera à cidade de Pratas, onde fora repousar.

25 de outubro - JUNTO À SEPULTURA DO NOSSO GRANDE CARDEAL (do Rio de Janeiro). Elogiosa descrição do perfil moral de Dom Sebastião Leme.

25 de outubro - Comentando... A humanização do direito / Jornalista volta à carga, exigindo o estabelecimento do divórcio. Mas que alguém queira o divórcio por causa da “humanização do direito”, é pura hipocrisia, de fazer corar até os sepulcros caiados. Está se vendo que o articulista é dos tais que não admitem nenhuma distinção essencial entre o homem e o animal. Se por “humanização” se quer entender a ausência de todo constrangimento penoso, então seria necessário ir às mais radicais consequências. Assim, por exemplo, se alguém tem muita vontade de roubar, que roube; se tem muita vontade de matar, que mate...

25 de outubro - Onde o nazismo entra, a paz religiosa se retira e a luta contra a Religião começa. Importantíssimo, neste sentido, depoimento do Conde Emanuel de Bennigsen, ilustre intelectual presentemente em nosso País - Conseqüências ruinosas que a expansão nipônica e o desenvolvimento do nacionalismo racista e pagão podem ter quanto às missões católicas. Nipônicos fuzilaram um bispo católico e sete missionários holandeses.

1° de novembro - Divórcio? / A Igreja afirma a absoluta indissolubilidade do vínculo conjugal e nisto jamais poderá variar. Católico e divorcista são termos que se repelem.

1° de novembro - Refutação à alegação de inspiração nazista segundo a qual haveria preceitos evangélicos – precisamente os mais sublimes, o dever do perdão, da misericórdia etc. – que conduziriam o homem à decadência, à ruína, ao rebaixamento, à derrota. Bons em tempo de paz para evitar brigas de comadre ou aventuras de botequim, torna-se-iam em tempo de guerra absolutamente nocivos. Seria preciso pregar o ódio "ao menos enquanto a guerra durar". Ou seja, continuar a alimentar o espírito de "revanche", segundo tal concepção nazista - Religião é doçura, sim. Mas só é doçura nos casos em que esta não se confunde com estupidez.

8 de novembro - DOM DUARTE. Homenagem ao seu aniversário de falecimento: Quem de nós, aproximando-se de Dom Duarte, não sentiu aquele misto de respeito e de confiança seguríssima que sua pessoa inspirava, e que nos levava a agir, a falar e até a sentir em sua presença como se estivéssemos em uma igreja? Quem de nós não lhe sentiu a fortaleza paternal? A majestade de Dom Duarte era como a do sol ao meio dia: completa, indiscutível, invencível, esplêndida - Sua pessoa tinha um particular que é a nota típica da figura autenticamente grande. Admirado por gregos e troianos, sabia conservar também a admiração de seus íntimos - Estas linhas exprimem ao menos uma admiração profunda, um afeto filial, uma gratidão profunda de quem, incapaz de se alçar à altura dele, procurou ao menos, na modéstia de suas forças, edificar-se e instruir-se na incomparável escola de sua heróica fortaleza apostólica.

8 de novembro - Comentando... O celibato eclesiástico / A primeira suposição, no interpretar as leis, é a de que as mesmas visam ser justas e alcançar o bem comum. E isto simplesmente porque uma lei que não possua estas características preliminares já não se pode chamar lei. Portanto, qualquer aplicação de uma lei que, sob pretexto de lhe ressalvar as disposições materiais, violar uma daquelas características, estará violando, por isso mesmo, o espírito da mesma lei.

8 de novembro - O Conselho Regional da Ordem dos Advogados da seção de São Paulo vai debater proximamente o divórcio: um intenso trabalho que se desenvolve para colocar na ordem do dia um problema que não é problema. Escolher pró ou contra o divórcio é escolher pró ou contra Jesus Cristo, pró ou contra a Igreja - Precisamente quando se começa a agitar a questão do divórcio, outras aspirações contrárias aos sentimentos e convicções católicas de nosso povo são postas na ordem do dia.

15 de novembro - Comentando... Ainda a cremação de cadáveres

22 de novembro - ENCERRANDO UMA BATALHA. Declarações do Ministro da Justiça do Brasil: o divórcio está fora de cogitações do governo - Se se preparasse um decreto de fechamento de todas as igrejas no País, não poderíamos fazer mais nem melhor do que estamos dispostos a fazer em prol da indissolubilidade - Uma palavra especial de apoio ao grande marechal desta vitória: o Sr. Prof. Alexandre Corrêa.

22 de novembro - Comentando... Proteção da família / A família é o grande baluarte, ao mesmo tempo que o grande foco da civilização cristã, que a Igreja, por ordem de Jesus Cristo, institui no mundo.

22 de novembro - Arcebispo de Fortaleza solicita o auxílio de todos os brasileiros a fim de aliviar as pessoas flageladas pela seca no Ceará - Gal. Miaja, que se ilustrou tristemente na Espanha como comunista, está preparando uma "Legião Estrangeira" no México, a fim de lutar com as democracias. A melhor coisa que ele tem a fazer consiste em não se mover: sua figura afugenta das causas, até das mais nobres e altas, todos os homens de bem.

22 de novembro - Pensar que o regime de Hitler pode ser explicado simplesmente por razões humanas e interesseiras é um erro flagrante. O nazismo é antes de tudo, acima de tudo, e essencialmente uma grande heresia. Tal afirmação é corroborada por declarações feitas por Philip Carr, escritor que está longe de participar de nossos pontos de vista - Notícia oficial sobre a atitude dos católicos da Índia, publicada no "Mensageiro Católico" de Ceilão [Sri Lanka], e que constitui um verdadeiro monumento de senso católico.

29 de novembro - AS NOVAS PAROQUIAS. Descrição de como surgiu o problema das periferias (banlieues) de Paris e o ousado e eficaz plano levado a cabo pelo Cardeal Verdier para não somente alimentar com o pão efêmero que sacia a fome corporal, mas sobretudo nutrir a multidão ainda mais faminta e mais necessitada do Pão da Vida. Aplicações que o Arcebispo de São Paulo está desenvolvendo face ao mesmo fenômeno das "banlieues" que se tem dado entre nós: episódios árduos e gloriosos a serem narrados por um dedicado cronista.

29 de novembro - Comentando... O papel / O homem moderno, à força de desenvolver o que há de mais mesquinho na natureza humana, à força de se diminuir, de se mediocrizar e de se envaidecer de sua própria pessoinha, acabou por perder o contacto com a realidade objetiva, com a vida, com os valores morais, que ele traiu para satisfazer interessinhos liliputianos, e criou para si um mundo artificial, armado em ficções e em fórmulas verbais. Assim, o homem moderno não acredita mais na alma espiritual, na honra, na dignidade, no desinteresse, no sacrifício, na verdade, na vida, pois o homem moderno, depravado e vaidoso, esvaziou o sentido de todas as coisas. As noções fundamentais de legítimo e ilegítimo, falso e verdadeiro, moral e imoral passaram a estar na dependência exclusiva de papéis garatujados.

29 de novembro - 7 Dias em Revista / A presente desventura francesa é fruto remoto do Enciclopedismo, da Revolução e de seus múltiplos efeitos doutrinários e políticos. É preciso que nesse dilúvio de dores a França se purifique da Revolução e volte a ser plenamente a França de Santa Joana d'Arc, São Luís e Carlos X. Essa França verdadeira não morreu - Estando o Brasil em guerra justíssima declarada contra um bando de malfeitores públicos como os chefes dos governos totalitários, temos a obrigação de viver este sentimento nobre e viril dentro do espírito da Igreja, profundamente impregnado em nossas melhores tradições. Não odiamos nossos adversários como os odeiam os nazistas, mas como os deve combater um país verdadeiramente católico.

6 de dezembro - Comentários sobre a afirmação de que o casamento religioso não passaria de "exigência da sociedade inculta em que vive" o homem de nosso interior.

13 de dezembro - Getúlio Vargas assina decreto no qual se estabelece novas restrições aos processos de anulação de casamento: a exposição de motivos apresentada pelo Ministro da Justiça - O famoso plano "Beveridge" está encontrando, na Inglaterra, uma viva oposição: o igualitarismo absoluto, propugnado em tal projeto, é contrário às conveniências nacionais que pedem a formação de elites sociais estáveis e prósperas, e é ainda contra o direito natural. Porque o Estado não tem o direito de tirar de uns e dar a outros... que já têm o suficiente. Outro grave defeito do plano Beveridge está em seu caráter verdadeiramente ditatorial. A esmola desaparece para ser substituída pelo imposto social. Os conceitos de caridade e de justiça aplicados à vida concreta.

20 de dezembro - A PASTORAL (dos bispos de São Paulo). A questão do surto extraordinário de casas de jogo. Descrição minuciosa dos movimentos psicológicos de um jogador - Não há desgraça, não há miséria, não há crise nem chaga social que não veja no jogo a miragem de uma solução inesperada e completa e não encontre ali o remate de suas desgraças. 'A vista de tão pungente situação, não poderiam ficar indiferentes os nossos Bispos justamente alarmados.

20 de dezembro - A carta de resposta do Mal. Pétain à missiva que Hitler lhe enviara por ocasião da invasão da França "livre" pelas tropas nazistas: o enigmático silêncio dos jornais e das agências telegráficas a respeito. O fato é que Pétain foi sempre um simpatizante do nazismo, mesmo antes da guerra. Confirma-se assim tudo quanto o LEGIONÁRIO tem escrito acerca da perseverança daquele marechal francês na política do "eixo" - Com um pouco de prudência a mais, e um pouco de habilidade a menos, também o general Franco se tem mostrado solidário com Hitler.

27 de dezembro - Comentando... As pseudo-anulações de casamento

27 de dezembro - AINDA O JOGO. Aplicação dos princípios enunciados por nosso Episcopado às grandes especulações de bolsa: quanto menor for o número de intermediários, tanto melhor será a organização comercial de um país. Compra-se na China, vende-se depois em Nova York, e, com o lucro apurado na transação, compra-se em São Paulo ou no Rio Grande do Sul, para vender pouco depois em Buenos Aires ou Genebra. Assim, é toda a economia mundial que sofre com a ação perfeitamente estéril de intermediários inúteis. Descrição do que viria a ser conhecida como "globalização" econômica. Os males decorrentes dessa situação não são mais graves que a dos cassinos?

27 de dezembro - Comentando... A perseguição antisemita

27 de dezembro - O mundo inteiro se enche de admiração ante a extraordinária coragem com que o episcopado alemão continua a lutar contra o nazismo: mais uma Carta Pastoral dos Bispos Alemães condenando toda política religiosa, racial e social do nazismo.