Cartas de elogio de personalidades eclesiásticas relativas a obras do Prof

Artigos em O Legionário,
órgão oficioso da Arquidiocese de São Paulo

ANO DE 1947

5 de janeiro - UM ANO EM REVISTA. - A consolidação das instituições democráticas - A paz no mundo. Quadro de conjunto dos principais acontecimentos que, no cenário nacional e internacional, marcaram os 365 dias confusos e agitados que ora se encerram.

5 de janeiro - A revista trabalhista da Inglaterra o "leader Socialista" acaba de publicar um artigo sobre a situação internacional do Papado: se de um lado a influência da Santa Sé tem crescido, de outro lado mostra-se consideravelmente prejudicada. E, desse último fato, dá como indício o procedimento da ONU que agiu como se o Santo Padre não existisse. Mas, dir-se-á, o Santo Padre não protestou: do que adiantam então os protestos dos fiéis? Em muitos casos, são os fiéis que devem tomar as atitudes mais decisivas e enérgicas. Fica bem aos filhos defender as prerrogativas de seus pais. E é doce e glorioso para um pai ver que a defesa de seus filhos é tão veemente que ele mesmo nem sequer precisa pronunciar-se. - Na Inglaterra continua a política bolchevisante do gabinete trabalhista: nacionalizadas as minas de carvão. - Depoimento do ministro russo junto ao México atestando o insucesso econômico dos países socializados.

12 de janeiro - A "MÃO ESTENDIDA". O acordo PSP-PCB veio por em foco o 
problema da colaboração com o comunismo. Repetiu-se agora o que já tantas vezes tem sucedido na História da humanidade: com surpresa para os homens "práticos", os problemas doutrinários saltaram dos livros para a arena da vida concreta. É legítima a política da mão estendida entre católicos e comunistas? 


12 de janeiro - A propósito dos acordos de Ademar de Barros (PSP) com os  comunistas: não é verdade que um pouco mais de prudência nos teria evitado amargas desilusões? - O Ministro das Relações Exteriores da Itália Pietro Nenni (socialista) afirmou no Congresso do PS que a diminuição dos votos socialistas se deveu às agitações promovidas pelos comunistas: assim estes recompensam a seus aliados - Movimento muçulmano atua em diversos países de modo coeso, metódico, eficaz. 
Exemplos no Vietnã, Sudão e Índia portuguesa (Goa). - A perspicácia e meticulosidade com que a Liga árabe sabe lutar. - Patriarca cismático de Beirute: cogita-se de reanimar as comunidades cismáticas do Brasil e Argentina. O comunismo está instrumentalizando os cismáticos.

19 de janeiro - REFLEXÕES SOBRE A LUTA DE HOJE. A luta de classes é uma forma de "questão social", porém não é a única, e nem sequer é necessariamente a mais perigosa delas. O Império Romano do Ocidente pereceu em virtude de uma imensa "questão social": toda a sociedade estava radical e absolutamente podre; por isto, e só por isto, conseguiram os bárbaros dominar os romanos. Hoje, os bárbaros vivem dentro de nossa civilização, e, mais ainda, são engendrados pelas próprias entranhas dela. Não se sacia o ódio dos piores inimigos de Jesus Cristo. Querem estes apressar a agonia. Desejam que se chegue já ao "consumatum est" da civilização cristã. Estes são os comunistas.

19 de janeiro - Celebrou-se no Brasil um aniversário ao mesmo tempo cheio de velhice e esterilidade: o do laicismo - Visita a São Paulo do Arcebispo melchita católico de Baalbeque para se interessar pela situação dos católicos de seu rito. Simpatia pelas atividades dos orientais católicos no País - Cresce a criminalidade nos Estados Unidos por causa da imoralidade das revistas infantis e cinemas para crianças - Os comunistas açulam os pruridos de independência dos hindus - Os embustes estão na ordem do dia: hoje os comunistas vestem a pele do cordeiro - Para eleição do novo presidente da França a bancada muçulmana desenvolveu papel importante.

26 de janeiro - Comentários à nota com a qual o Ministro do Exterior do Brasil respondeu ao comunicado soviético referente à agressão sofrida por um funcionário brasileiro em Moscou. - O representante do Kremlin no Rio de Janeiro procura aproximar-se das rodas plutocráticas e capitalistas, elegantes, e dá recepções vistosas: é deste estofo o igualitarismo soviético! - Confirmada a fundação de uma "igreja católica apostólica venezuelana" - Eleições francesas para a presidência da República: exemplo de como os socialistas fazem o jogo do comunismo - Cem missionários católicos franceses e espanhóis desapareceram na Indochina; além disto foram raptados de conventos de Hanói seis sacerdotes e uma religiosa - O líder bolchevista Pietro Nenni, ministro do Exterior italiano, responsabilizou a Santa Sé pela campanha anticlerical que se desenvolve na Itália, e sustentou que tal campanha se deve à ingerência do clero na política. O "Osservatore Romano" refutou incontinente as alegações do ministro comunista, mostrando que tal ingerência não é só um direito, mas um dever, em toda a medida em que esses assuntos se relacionam com a doutrina católica.

2 de fevereiro - A PROPÓSITO DE UM FATO MUITO NATURAL. o Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro indicou os Padres Castro e Costa SJ e Helder Câmara para colaborarem com o Conselho de imigração para a seleção de imigrantes; o Presidente da República, acolheu esta indicação. Tal episódio despertou a susceptibilidade de um velho comentador político que não perdeu os preconceitos positivistas rígidos que em remotas eras se usavam. Em matéria de relações entre a Igreja e o Estado, ele "nada aprendeu, e nada esqueceu".

2 de fevereiro - Pio XII erige a Universidade Católica de São Paulo em instituto pontifício - Quando, outrora, os nazistas se diziam anticomunistas, o "Legionário" punha em dúvida com toda a razão sua sinceridade. Hoje em dia, aos comunistas que se dizem anti-nazistas, fazemos a mesma acusação. As cores das camisas mudam e nada mais - Embaixador soviético no Rio de Janeiro melhora sua confortável vida: mandou vir dos EUA três geladeiras elétricas... enquanto o ex-capitão Prestes afirmou que o povo brasileiro não precisava de geladeiras - Na Itália, De Gasperi continua sua política de compromissos - Na Polônia, as eleições foram um escândalo: uma "trágica mascarada da liberdade". Só um país não protestou: a URSS - Continuam os erros dos aliados na Alemanha.

9 de fevereiro - UMA OBRA BENEMÉRITA. Um grupo de senhoras de nossa sociedade - que compõem o "Centro de Cultura e Ação Social" - vem trabalhando em favor do que, na tradição da caridade cristã, se chama a "pobreza envergonhada". A Igreja, que é a mestra infalível da verdade e da moral, não só aprova o retraimento discreto e nobre dos chamados "pobres envergonhados", mas condoída especialmente de seus padecimentos, sempre multiplicou os recursos de sua industriosa caridade para os socorrer sem os melindrar. São Vicente de Paulo, por exemplo, se assinalou pela delicadeza com que respeitava a obscuridade voluntária dos numerosos nobres de seu tempo reduzidos à penúria. Ensinar nossa "geração" a respeitar algo no pobre é fazer-lhe um beneficio inestimável. Uma pessoa que aprenda no exercício da caridade a respeitar a dor, a virtude, mérito pessoal mesmo no pobre, lucra só com isto mais do que o pobre a quem beneficia.

9 de fevereiro - Criou-se em Moscou uma "Academia de Teologia", que tem por reitor o "arcebispo" cismático Popof, proposto pelo Soviete geral à direção da "igreja russa". O plano soviético de não atacar mais, de frente, religião alguma, procurando propagar suas doutrinas de contrabando através de aparências religiosas. Quanto a nós, católicos, abramos os olhos. A infiltração entre nós não pode ser feita com a mesma desfaçatez. Mas os erros são como a água: onde não podem penetrar torrencialmente, entram por meio de mil pequenas frestas insidiosas. Os católicos leigos que realmente queiram ser úteis à Igreja devem brilhar por uma prudência à toda a prova, por uma argúcia, para desfazer as tramas do adversário. - Agitações dos dirigentes sindicalistas americanos favorecem interesses soviéticos. - Exemplo dos "squaters" ingleses continua a se propagar: ameaças na África do Sul. - Desplante da Iugoslávia: pediu ao Vaticano a extradição de certas figuras simpáticas ao Catolicismo, refugiados em território papal.

16 de fevereiro - A crise do carvão na Inglaterra está assumindo proporções gigantescas: é o próprio valor doutrinário e prático do socialismo que está sendo experimentado e discutido através dos acontecimentos. Algumas das críticas de Churchill: "Os socialistas estão atarefados de tal forma com a nacionalização doutrinária e com a guerra de classe, que não tem tempo nem capacidade nem cérebro para tomar providências administrativas comuns, que o mais simples bom senso exige".

23 de fevereiro - Um dos maiores males da época atual: o progressivo embrutecimento da opinião pública, e a confusão das idéias e dos conceitos, a ponto das maiores mistificações e os atos mais clamorosos praticados contra os interesses da coletividade não encontrarem nenhuma ressonância ou protesto da parte da opinião pública. O exemplo inglês.

2 de março - INSÍPIDO E SUSPEITO: o panorama dos dias em que vamos vivendo. O que se nota em nossa política é o predomínio do fator gastronômico. Todos têm apetite e querem achegar-se à mesa. Obterá mais quem chegar antes. É esta a única significação da brigaria confusa e deselegante de que se enche o ambiente político.

2 de março - Agência vaticana: só no campo de concentração nazista de Dachau morreram pelo menos dois mil sacerdotes católicos. No tempo em que o nazismo estava em seu apogeu, afirmávamos energicamente que este constituía o inimigo número um da Humanidade. Somos, pois, muito insuspeitos para manifestar o mais formal desacordo em relação aos que querem apresentar os restos de totalitarismo direitista como o grande perigo, e depreciam o perigo imenso que é o comunismo - Os partidos comunistas do mundo inteiro são verdadeiras quintas colunas. Com grande facilidade esquece-se ou se diminui o alcance desta verdade - Exemplo da "tolerância" comunista no Brasil - O Congresso dos PCs em Londres: inconcebível que os comunistas sejam realmente patriotas - A sentença de Nuremberg sobre von Papen: o maior malfeitor deste século, depois de Hitler, um dos traidores mais cínicos da História, acaba sendo praticamente indultado.

9 de março - Nada pior do que o colaboracionismo: a inércia ou até a cumplicidade covarde de uma pessoa, um país ou uma instituição, com um inimigo que lhe é oposto fundamental e irremediavelmente. Colaborações deste gênero podem adiar as catástrofes, mas comprometem irremediavelmente todas as possibilidades de salvação. Se o inimigo irredutível espera um pouco, ele está somente afiando a faca. E não esperemos que os sorrisos que lhe tenhamos prodigalizado concorram para tornar o golpe menos certeiro ou menos profundo. É o que a Inglaterra deveria pensar a respeito da URSS. É o que pensa Churchill - Discurso de Truman em Waco: a política e a sociologia tem modas, e são tão intransigentes contra os costumes "démodés" quanto as senhoras. A iniciativa individual está fora de moda. É preciso coragem para mostrar os méritos perenes e insubstituíveis que ela tem na ordem humana.

16 de março - A FILÁUCIA SOCIALISTA. O discurso de Truman sobre o auxílio 
norte-americano à Grécia e Turquia e sua repercussão na política interna da Inglaterra. Extenuada pela última guerra, a Grã-Bretanha não pode arcar com a tarefa de garantir a defesa da Grécia, Turquia, Oriente Próximo e Médio contra a Rússia. Em conseqüência disto, ou entrega o campo aos soviéticos, ou aceita o apoio americano. Os trabalhistas estraçalham o Império como se este fosse qualquer carniça de animal podre. Era de esperar que os "brios patrióticos" dos trabalhistas continuassem igualmente inertes com a penetração dos americanos na zona de influência britânica dos Balcãs e Oriente. É o contrário, porém, que se dá. Os ingleses terão de viver em um mundo cristão, ou em um mundo pagão. - Por toda parte, os comunistas estimulam os pruridos autonomistas dos povos pagãos. - Até que ponto devem os católicos desconfiar do socialismo. Em todos os terrenos, não tem Moscou colaboradores mais devotados nem mais eficazes do que os leaders socialistas aparentemente anticomunistas.


16 de março - O discurso de Truman demonstrou toda a fraqueza, inconsistência, precariedade da Organização das Nações Unidas. Qualquer organização internacional que se afaste da idéia de Deus não pode deixar de conduzir ao domínio dos mais fortes sobre os mais fracos. É no Cristianismo que se deve encontrar o remédio. E Cristianismo significa Catolicismo. Lá está, no cemitério da História, a defunta Liga das Nações. Ao lado dela, já está aberta outra campa: é para a Organização das Nações Unidas - Prossegue nos Estados Unidos a campanha em prol do fechamento do Partido Comunista. Não se julga, na democracia americana, que esta medida signifique o fim das instituições representativas. Pelo contrário - Continua a crescer de gravidade a crise religiosa na Venezuela com a apostasia de vários sacerdotes católicos que fundaram a "Igreja católica, apostólica, venezuelana".

23 de março - Os católicos da capital baiana, afrontados com injúrias dirigidas pelos elementos comunistas locais contra o Romano Pontífice, organizaram grandiosa manifestação de protesto e desagravo: procissão em que milhares de pessoas conduziram pelas ruas um andor com a imagem de Nossa Senhora de Fátima, rezando pelo Papa, pelo Brasil, e pelo esmagamento da heresia comunista - Suprema Corte de Washington manteve decisão proferida pelo Tribunal de Justiça que autoriza a demissão de um funcionário do governo por pertencer a uma organização comunista - França: há e houve muitos anticomunistas que foram e se conservam irredutivelmente anti-colaboracionistas. De outro lado, entre os colaboracionistas da primeira hora houve muitos comunistas - O servilismo dos comunistas em relação a Moscou é manifesta. Exemplo: protestos contra o discurso de Truman por parte do PC britânico, da imprensa esquerdista francesa e do governo títere da Bulgária.

30 de março - REFLEXÕES DURANTE A SEMANA SANTA

30 de março - Continua a campanha dos comunistas franceses contra o prosseguimento da guerra no Vietnã. Quem perde com a cessação da guerra? A França. Quem lucra? A URSS. A serviço de quem estão os comunistas franceses? - Diretor Federal do Departamento de Investigações dos EUA afirmou que o Partido Comunista constitui uma quinta coluna absolutamente tão servil a Moscou quanto o eram em relação a Berlim os agentes nazistas, sendo os comunistas mais eficientes que estes últimos - Assembléia Constituinte da Itália incluiu na carta fundamental um artigo em que só se admite a rescisão do Tratado de Latrão com o consentimento do Vaticano. Tal artigo foi aprovado pelos comunistas para "evitar discórdias religiosas nas classes operárias" - Na Espanha, o Partido Anarquista se pronunciou oficialmente a favor da volta da monarquia.

6 de abril - Comentários sobre panfleto de propaganda da "igreja católica brasileira". Entre hereges há sempre discórdia, mas tal discórdia não é absoluta. Sempre que se trate de combater a Igreja, fazem com suma facilidade uma frente comum. Aí estão vinte séculos de História a demonstrar que a internacionalidade da Igreja jamais pôs em risco a independência, a segurança e o progresso dos povos cristãos. Pelo contrário, as nações cristãs figuraram sempre como as mais ciosas de sua soberania. E' bem diverso o exemplo que dão os comunistas - Comissão de inquérito nomeada pela Câmara dos Representantes dos EUA chegou, a respeito do Partido Comunista, a importantíssimas conclusões.

13 de abril - ASSUNTOS NACIONAIS. Declarações dos Ministros da Guerra, Marinha e Aeronáutica, contra a "juventude comunista" no Brasil. O comunismo não tem grandes possibilidades de deitar raízes no Brasil. Depois de um ano inteiro de propaganda escancarada e atividade eleitoral intensa, os comunistas não só não ganharam adeptos novos, como até perderam votos. Conhecendo as convicções religiosas de nosso povo, os comunistas vão apregoando aos quatro cantos que não combatem a liberdade de religião. Quando um partido político chega a ocultar suas doutrinas para melhor embair o público, saiu do terreno da propaganda para o da chantagem.

13 de abril - Conservadores obtém êxito nas eleições municipais da Inglaterra. Por uma questão de fidelidade aos princípios democráticos, todo chefe de gabinete que recebe uma prova clara de que sua política não está agradando a opinião pública, ou modifica seu programa ou pede sua demissão. Se não agir assim, o gabinete não será senão uma camarilha legiferante sem qualquer autoridade legítima - O discurso do general De Gaulle: suas teses explícitas comportavam, como fundo de quadro, que os atuais dirigentes franceses são, em sua generalidade, homens medíocres que se afogam em suas próprias dissenções e arrastam consigo o Estado. O discurso teve o mérito de constituir o primeiro pronunciamento autorizado francês contra a política de confusão entre comunistas e anticomunistas, que na França se pratica presentemente - Chegaram ao Brasil 5 bispos ou arcebispos cismáticos, vindos do Oriente para trabalhar na organização de sua igreja em nosso país. E' perigoso que venha instalar-se uma seita cujas perigosas afinidades com os agentes soviéticos são evidentes.

20 de abril - Decreto federal nega autorização para o funcionamento da "Juventude Comunista" no Brasil. O perigo que vemos no comunismo não decorre da possibilidade de uma vitória legal conquistada nas urnas. Basta-lhe que sua propaganda habitue a opinião pública à idéia de um Estado totalitário, e que as minorias vermelhas fortemente organizadas sejam capazes de um golpe de mão, para que ele intente a escalada do poder pela força, na primeira oportunidade - Se a URSS não tem sob seu jugo o mundo inteiro ou quase inteiro, deve-se à previdência e energia que o Departamento de Estado dos EUA está demonstrando na presente situação - O conhecido prócer norte-americano Wallace tomou a si a tarefa de persuadir aos ingleses de que a política anticomunista do Departamento de Estado é fundamentalmente errada. Perante o nazismo a atitude desastrada e ridícula de Chamberlain não foi outra. Sua fórmula, diante de cada agressão hitlerista, era sempre a mesma: com mais uma caricia Hitler ficará paralisado... com o resultado por todos conhecido.

27 de abril - "DOMINUS CONSERVET EUM". A respeito da sagração episcopal de Mons. Geraldo Proença Sigaud, descrição da altíssima missão de um Bispo. 

27 de abril - Executado na Tchecoslováquia Mons. Tiso, da Slovania, e condenado à pena de prisão perpétua o Pe. Vexilaire, acusado de ter denunciado aos nazistas numerosos patriotas e membros da resistência francesa. A traição infame de Judas nada prova contra a divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo ou a santidade dos Apóstolos. Do mesmo modo a defecção moral deste ou daquele sacerdote nada prova contra a divindade da Igreja - Churchill declarou que o americano Wallace manteve encontro com comunistas disfarçados na Inglaterra e que o gabinete trabalhista tem sido beneficiado por empréstimos dos EUA, mostrando-se contudo amigo dos maiores adversários da nação americana. "Legionário" recebe confirmação brilhante do líder britânico - O intelectual socialista Beveridge denunciou a tendência dos sindicatos ingleses de se agruparem e fundirem em associações poderosas, que absorvem todos os grupos menores, e monopolizam o movimento operário. No dia em que tal obra tiver chegado ao seu termo, os dirigentes desses sindicatos terão adquirido uma influência tão despótica que a estrutura política terá deixado de ser autenticamente democrática - De Gaulle está destruindo a conduta ambígua do MRP ante o comunismo.

4 de maio - "Status quaestionis" do divórcio na Itália: é proibido pela legislação civil comum. Um certo grupo de deputados quis incluir esta proibição na Constituição. Os que discordavam entendiam que bastava a proibição já existente. Foi este o alvitre que prevaleceu. Os aliados do PDC italiano votaram contra os interesses do PDC. Ou seja, este faz com adversários da Igreja alianças sem fruto: a nada conduzem as alianças entre a luz e as trevas - O MRP francês tomou posição contra De Gaulle alegando que este último vai romper a "unidade francesa" entre comunistas e anticomunistas...

11 de maio - Descrição do panorama da política interna dos países ocidentais: de um lado, um partido comunista, e do outro os partidos não comunistas. O partido comunista representava o elemento claro do quadro. A incógnita eram os partidos não comunistas. De que maneira queriam fazer face ao comunismo? Os nazistas e seus consectários eram violentos na repressão policial e concediam tudo ou quase tudo em matéria de legislação social. Um problema estratégico muito importante: qual a forma de anticomunismo que deveria preponderar? Dos vários modos possíveis de reação anticomunista, qual adotar? Entre tantas tendências diferentes no campo anticomunista, os católicos coletivamente não optaram por nenhuma. Depois da última guerra, derrotado o nazismo, o grande problema passou a ser: quem dirigiria e orientaria a luta contra o comunismo? Como? Chegará De Gaulle até a ditadura? Será um erro e um crime que ele chegue a abolir a ordem legal para instituir o puro poder pessoal.

18 de maio - POLÍTICA VAZIA. Jamais a política nacional esteve tão insípida, tão vazia de homens e de ideais. Não que nos faltem homens dos mais representativos da inteligência e cultura nacional, mas a pobreza de nossa vida política é tal que esses homens, salvas algumas exceções, ou fazem papel apagado e secundário, e deixam a direção dos acontecimentos às figuras de segundo plano, ou são obrigados a condescender com as fraquezas do ambiente. Exemplo concreto: o fechamento do Partido Comunista. Faltam-nos problemas importantes para tratar? Manifestamente não. Por que, então, este vazio em nossa imprensa política? Como a ascensão na política depende preponderantemente de habilidades táticas de ante-sala, em geral os homens mais capazes se mantém ausentes. De outro lado, como estes homens de mérito se mantém ausentes, o ambiente não melhora. E, neste círculo vicioso a vida do país vai rolando indefinidamente. Uma proposta de solução.

18 de maio - Causas do enfraquecimento do Partido Democrata Cristão italiano: 1) política de colaboração de De Gasperi com os comunistas. Transitoriamente, e para evitar mal maior, nos dias de catástrofe e de débâcle que a Itália vivia, a colaboração com os comunistas era legítima. Mas, com o desenrolar dos fatos, a política de braços cruzados ante a maré montante da propaganda vermelha era um suicídio. Esta atitude de inação que perdura até agora é e era errada. E, hoje, os melhores e mais esclarecidos dentre os partidários do premier italiano o abandonam. De Gasperi não soube fazer cessar a colaboração no momento oportuno. Ele lançou a cisão no PDC, precisamente na hora em que mais desejável era a união. - 2) De Gasperi, em lugar de conseguir com sua política evitar o surto do fascismo, pelo contrário o provocou. - Declaração violenta da importante associação protestante “Evangelical Christendom” contra a Igreja Católica.

25 de maio - AINDA O FECHAMENTO DO PCB. Refutação a sutis e capciosos comentários contrários a tal medida. 

25 de maio - Análise de dois assuntos econômico-sociais importantíssimos: a extinção do DNC [órgão que regulava a política cafeeira] e a nova lei de inquilinato. O LEGIONÁRIO é um jornal estritamente apolítico, e que, como tal, evita de se imiscuir em questões de natureza puramente temporal. Não relutamos, contudo, em intervir em quaisquer assuntos desde que haja neles algum princípio da doutrina católica afetado direta ou indiretamente. - Quando age fora de sua seara, o Estado é um semeador de catástrofes e ruínas. Todo o drama do café ilustra magnificamente os princípios católicos que, sem pender para uma liberdade que degeneraria em anarquia, contudo condenam também a escravização de todas as esferas da vida, ao Estado. - Os apuros em que o Estado se encontra em grande parte procedem de uma só causa: ele pensou que podia contrariar artificialmente, com suas leis, a ordem natural das coisas. De erro em erro, chegaremos a uma situação de calamidade em matéria de moradia. Neste dia só uma solução parecerá viável: confiscar os prédios aos proprietários, invadir as residências particulares e transformá-las todas em cortiços.

1° de junho - NA ERA DA REPETIÇÃO E DA CHIBATA. Através de um processo plurisecular, o homem descreu da fé e por fim descreu também da razão. Era inevitável que ele acabasse por perder o hábito de crer e até de raciocinar. Descrição de como se fez a preparação para se obter o homem-massa, o homem sem convicções, sem princípios firmes, sem personalidade, o homem amorfo e vazio feito para ser dirigido por demagogos, por ditadores, por carrascos. Napoleão dizia que a melhor figura de retórica é a repetição. Se tivesse sido mais franco, ele teria provavelmente acrescentado que, nos raros casos em que a repetição não convence o homem-massa, há outro processo mais convincente: é a pancada. É isto que explica a onipotência das duas grandes forças do século: a propaganda e a polícia. De modo geral, qual foi o desempenho de ambas no século XX? Qual o remédio para evitar que tais forças sejam utilizadas a serviço das ditaduras das mais diversas cores, mas sim para o bem comum? - As idéias que temos e não exprimimos tendem a se estiolar e a murchar em nós.

1° de junho - Meditação e prece na festa de Santa Clotilde (3 de junho) / O que a bomba atômica é para as potências temporais, é a santidade para a Igreja: a grande arma que move as montanhas, transforma os firmamentos e desloca o eixo da terra.

1° de junho - Santa Clotilde - breve biografia, impregnada dos perfumes da Idade Média

1° de junho - Na Europa, vitórias da “esquerda moderada”. Em geral, nada é mais efêmero do que, em política, as posições ecléticas e intermediárias. Elas trazem em seu bojo a contradição, e a contradição é, por sua natureza, algo de instável e precário - O ex-presidente Herbert Hoover declarou que a situação psicológica da Alemanha e Japão é insuportável. Assim, o único meio que existe para evitar uma completa débâcle desses países consiste em que os ingleses e norte-americanos façam as pazes em separado com eles - Declaração do Marechal Smuts: a perpetuação do atual estado de coisas vai tendendo para a criação de dois grandes blocos mundiais, um capitaneado pela URSS, outro pelos EUA - Inglaterra e França lutam de modo mais ou menos velado pela posse do Líbano. Enquanto lutam assim as duas potências ocidentais e cristãs cujo poder tanto importa preservar, a hidra muçulmana vai estendendo suas garras e os cristãos fecham os olhos e se deixam deglutir - Há na Ásia um imenso vulcão. No dia em que ele explodir, deitará lava bastante para cobrir a Ásia e muitas terras mais.

8 de junho - Pontos mais salientes do Discurso de Pio XII ao Sacro Colégio Cardinalício. A descrição que faz do panorama contemporâneo está longe de ser rósea e constitui um desmentido frontal aos católicos que se comprazem em ver no mundo de hoje um mar de rosas. Também é digna de nota a observação do Sumo Pontífice sobre a identidade de métodos e de conduta entre o comunismo e o nazismo. "Não existe pior conselheiro (do que o medo). O medo apenas causa cegueira e faz com que os homens se afastem do caminho reto da Verdade e da Justiça” - "Outras vezes (o medo) esconde-se sob as aparências da prudência cristã e, com esse pretexto, faz com que os homens permaneçam mudos, quando o seu dever seria proclamar" - “A tarefa que vos está confiada pela Providência não é a de concluir uma paz pusilânime com o mundo, mas a de construir uma paz verdadeiramente digna diante de Deus e dos homens”. - Na evasão ou soltura de Abd-El-Krim, caudilho maometano que pôs a ferro e fogo a África Setentrional, se patenteia claramente o arrojo e energia da Liga Árabe, a indolência e a fraqueza do mundo cristão.

15 de junho - MAOMÉ RENASCE. A triste história da queda do Império do Ocidente: Roma sofria, a agravar-lhe os outros males, de um inveterado hábito de vencer. E os romanos não tiveram flexibilidade de espírito para compreender a situação nova que aos poucos se ia criando, obcecados pela sede absorvente dos prazeres e iludidos por um "complexo" de superioridade. O mistério da inércia romana fica mais compreensível se considerarmos outro grande mistério que se passa diante de nossos olhos: a grande inércia do Ocidente cristão diante da ressurreição do mundo islâmico. Histórico e fatos que demonstram que acabou o sono milenar dos países maometanos.

15 de junho - Ofensiva soviética em direção ao Ocidente europeu chegará até Viena e tenderá inevitavelmente a cobrir novos territórios - Análise de outros aspectos da "evasão" do líder muçulmano Abd-El-Krim, firmeza dos elementos pan-árabes e modorra das velhas nações da Cristandade - 1° aniversário da proclamação da República na Itália - Imprensa moscovita furiosa com o fechamento do Partido Comunista no Brasil - Inconvenientes da "economia dirigida": em 1946 os EUA queimaram 22 milhões de toneladas de batatas para manter os preços do mercado - A crise habitacional no Brasil gerada pela legislação injusta em matéria de aluguéis, cujo resultado concreto equivale à abolição da propriedade privada.

22 de junho - O mundo ocidental errou e capitulou diante do "putch" comunista na Hungria, na Bulgária, na China, mostrando-se míope e fraco. A inabilidade e a curteza de vistas de que a Inglaterra e os EUA deram provas ante o avanço soviético no mundo. E o que faz a ONU ante o sacrifício de vítimas inocentes atacadas pela sanha vermelha? - O imperialismo maometano continua a expandir-se: o Rei Faruk e o caso de Abd-el-Krim.

29 de junho - Registro do aniversário da fundação da 1a. Congregação Mariana em São Paulo (27-6-1897) - Os EUA ingressam na arena política de cornucópia em punho, visando aquietar as feras com a abundância de seus frutos (projeto Marshall). E, em compensação, o que se vê? Ingratidão. Os Partidos Comunistas desencadearam campanha contra tal projeto. Os comunistas, os "grandes amigos do povo", se indignaram com tal ajuda. Eis o estofo moral do comunismo, que também é incapaz de obter o que se consegue com a livre iniciativa - Protesto do Vaticano contra atentado de origem comunista praticado contra o Bispo de Trieste.

6 de julho - PARIS, CENTRO DA POLÍTICA MUNDIAL. - Teremos dois grandes grupos de potências, grupos ideológicos de um lado, econômicos do outro. O grupo comunista será economicamente organizado em função da Rússia. Em outros termos, todos os pequenos países do mundo russo funcionarão como apetrechos e complementos da imensa máquina econômica dos sovietes. O grupo anticomunista será economicamente organizado em função dos EUA, Inglaterra, França, Itália, Alemanha branca, América Latina, tudo isto produzirá e consumirá de acordo com os movimentos de sístole e diástole de Wall Street. - Em última análise, os homens que fabricarem as melhores bombas terão a última palavra. Ou, melhor, não. A última palavra será de Deus. Qual será esta última palavra de Deus, diante do delírio da humanidade enlouquecida?

6 de julho - Em vista da promulgação da Constituição de 9 de julho, análise da situação do Brasil nos últimos anos: uma verdadeira revolução social foi imposta às mais diferentes classes sociais. Houve apenas duas categorias de homens influentes: o "tubarão" e o aventureiro político. E a instituição da família continua a decair assustadoramente - Elogio da Constituição italiana com sua resolução de estabelecer maior descentralização da estrutura administrativa do país - ONU: um pequeno "Vaticano" temporal impotente - Discurso de Abd-el-Krim insistindo na independência de toda a África do Norte em relação à Europa.

13 de julho - CONSTITUIÇÃO E DIREITO NATURAL. Mais amigos de princípios e raciocínios do que de flores de retórica e arroubos de eloquência, associamo-nos ao júbilo geral enumerando as vantagens que a nova ordem de coisas nos pode trazer - Algumas noções gerais de política e de Direito - O Decálogo é o fundamento da civilização cristã. A opinião católica não pode deixar de atribuir a maior importância a tudo que diz respeito ao reconhecimento, por parte do Estado, dos princípios do Decálogo, das normas do Direito Natural - Na tumultuosa e imensa legislação com que a ditadura inundou o Brasil, o Direito Natural sofreu graves lesões. Exemplos concretos. Nossos liberais, inconseqüentes, frívolos, nem insistiram suficientemente sobre estes desvarios, nem empenharam os esforços necessários para os corrigir. Fazem política e nada mais. Se houvesse liberdade para o bem, não teríamos chegado a tal extremo.

13 de julho - A semana passada foi talvez a mais importante do post-guerra. Ela consumou a separação do mundo contemporâneo em dois grandes blocos separados entre si pelos interesses econômicos, pela rivalidade política, e pelo abismo das divergências ideológicas. Não há mais um mundo, mas dois mundos. As nações que vivem sob a influência do plano Marshall constituem uma humanidade. As nações que vivem à sombra da ditadura comunista são outra humanidade. Nada as une, tudo as separa. Quem lucra com isto? E quem perde?

20 de julho - CARTA AO NOVO BISPO AUXILIAR. Há mil anos, pelo menos, que não se sagra um Bispo na Santa Igreja em dias mais trágicos que os de hoje. Segundo me parece, não há nisto uma afirmação gratuita. A humanidade pode ser comparada a um imenso mecanismo em que milhões de pequenas peças constituem peças maiores, que por sua vez se integram em outras ainda mais vastas, até formar as nações e a sociedade internacional. A perfeição do todo depende da perfeição das partes. Ora, neste vasto todo qual a parte que não está enferma? Os sistemas ideológicos aloucados, os sistemas políticos celerados como o nazismo e o comunismo, as modas extravagantes e ridículas, as psicoses de guerra, os costumes dissolutos e animalizados, tudo indica uma desordem total dentro da pessoa humana: o corpo procura dominar e asfixiar a alma, a inteligência detesta a verdade, a vontade odeia o bem, a sensibilidade aberra do belo. Sofrimentos da alma e do corpo, ruína da civilização cristã, perdição eterna das almas, é forçoso, inevitável, certíssimo que estas coisas devem fazer vibrar as cordas mais sensíveis, mais interiores, mais possantes, de um coração de Bispo. Penso nisto tudo, e vejo no momento em que o óleo santo escorrer sobre V. Excia., a prece de todos os que sofrem, todos os que se perdem, todos os que estertorem de angústia nas trevas e na confusão, subir até V. Excia., Príncipe e Pastor na Igreja de Deus.

20 de julho - Os blocos americano e soviético se vão consolidando e organizando: iniciam um verdadeiro regime de guerra velada, guerra de nervos e guerra de sangue. - A URSS proclama a anexação da Polônia, Tchecoslováquia, Hungria, Iugoslávia, Albânia, Bulgária, Romênia... 

27 de julho - Início da guerra entre a Holanda e a Indonésia e o manifesto do "grande mufti" de Jerusalém conclamando todos os povos árabes e muçulmanos a se manifestarem a favor da Indonésia - A história do mundo mostra como é difícil afastar o perigo de uma guerra, quando se acha em jogo a malícia do homem. Não bastam os propósitos pacíficos de um lado, diante da má fé e perfídia de propósitos do outro. Quando de ambos os lados há repúdio das leis de Deus e dos princípios de justiça, cresce o horror desses conflitos em que os homens se entredevoram.

27 de julho - Nova et Vetera - “E as portas do inferno não prevalecerão contra Ela” / É indefectível a Igreja, mas esta certeza não nos deve levar a um estado eufórico de vazio otimismo, idêntico ao dos habitantes de Bizâncio, da Bizâncio dominada pela política do Baixo Império, os quais porfiavam em fechar os olhos à realidade dos muçulmanos acampados a poucas léguas de suas portas. Nossa atitude em relação a esta verdade consoladora deve ser pautada pelo exemplo dos santos que a Igreja suscitou - Os modelos dados por São Luís Maria Grignion de Montfort e São Vicente de Paulo.

3 de agosto - O DISCURSO DE DE GAULLE. Tradicionalmente, a França é um país dividido em "esquerda" e "direita". Não falta quem remonte tal divisão mais longe que a Revolução Francesa e afirme que venha das guerras de Religião. Cessadas estas, a política de esquerda teria sido personificada em Richelieu, Mazarino e Colbert, criadores do Estado burocrático e burguês. E a direita, na aristocracia que defendia contra o absolutismo igualitário a sociedade orgânica e hierárquica da Idade Média. Depois, o espírito da esquerda lançou a ofensiva jansenista e galicana, e os Jesuítas empunharam o estandarte da reação ortodoxa e ultramontana. Os acontecimentos trágicos de 1938 lançaram a confusão neste campo tão retilineamente demarcado e diante do problema da colaboração ou da insurreição, entre Pétain e De Gaulle, tanto a esquerda quanto a direita se dividiram de alto a baixo. Descrição de como evoluiu essa situação após a II Guerra. A problemática da harmonização entre uma "nova era de união nacional" com o cancelamento de todos os partidos, de um lado e, de outro, os postulados do regime representativo que é essencialmente pluripartidário.

3 de agosto - No Brasil, lei de confisco da propriedade urbana vai passando sorrateiramente - Os povos menos fortes, nesta atmosfera de guerra que paira sobre o mundo, vão cada vez mais sendo obrigados a sacrificar sua soberania - A respeito da cassação dos mandatos dos deputados comunistas brasileiros.

10 de agosto - Inepta, errada e desumana a orientação que os países aliados vem adotando na conduta para com o povo alemão. "De nossa parte, temos a lamentar que as previsões enunciadas pelo 'Legionário' logo depois da capitulação da Alemanha se vão realizando ponto por ponto. - Se se dissesse aos aliados pela boca de um Anjo que só a restauração do Sacro Império sob a hegemonia habsburgueana podia resolver o problema da Europa Central, e evitar nova guerra, prefeririam a guerra!" - Cisão crescente no trabalhismo inglês: uma ala quer bolchevizar a Inglaterra aos poucos e mansamente. Mas outra quer fazer tudo já e, se necessário, a ferro e fogo. O que o partido trabalhista britânico tem de vivo, ativo, influente, ruma para o comunismo com todas as forças.

17 de agosto - AINDA O DISCURSO DE DE GAULLE. Ele mostrou que a manutenção do regime de colaboração cordial entre o MRP e as esquerdas era impossível: a) os comunistas não se mostram sinceros nesta colaboração, e, enquanto simulam propósitos pacíficos em relação aos outros partidos, de fato estão ocupando gradualmente postos-chave e preparando uma grande ofensiva para a implantação de seu regime; b) a URSS conta dominar toda a Europa, e o PCF não é senão uma quinta coluna de Moscou. Em abono de suas teses, De Gaulle assinalou a conivência dos comunistas franceses com os nazistas na primeira fase da guerra, a deslealdade de sua colaboração com os anti-nazistas na segunda fase, e explicou toda a conduta dos vermelhos, não como uma prova de patriotismo, mas como uma demonstração de sua absoluta dedicação aos interesses soviéticos - Repercussões deste discurso no desenvolvimento da "diplomacia" da URSS e junto aos que pensam que uma política de colaboração com os comunistas converteria a estes últimos.

17 de agosto - Nesta semana, um dos acontecimentos políticos mais importantes de nossos tempos: a aprovação, na Inglaterra, de uma lei que reduz o operário à condição mais parecida com a de um escravo... e feita pelo partido trabalhista! A Câmara dos Lords, acovardada, aprovou sem discussão este decreto. E apenas aprovado, recebeu a sanção real. Hoje em dia, parece que todos os covardes, os pusilânimes, os míopes estão do lado do bom espírito; e os audaciosos, os inteligentes, os previdentes do lado do espírito mau - Arcebispo de Westminster: a perseguição religiosa continua a oprimir os iugoslavos - Qualquer afrouxamento dos laços que unem a África ou a Ásia às potências européias significará o triunfo das correntes nativistas que levantam o Oriente contra o Ocidente. Será quase impossível evitar que elas se voltem contra o Cristianismo mais cedo ou mais tarde. O sentido de unidade do Corpo Místico de Cristo faz-nos sofrer na previsão das perseguições que terão de suportar as missões católicas africanas e asiáticas ora florescentes.

24 de agosto - PADRE ALEIXO. Talentoso jornalista usa seus dotes para criticar a Igreja a propósito da apostasia de um sacerdote. "Se o Pe. Aleixo não tivesse entrado tão cedo para o seminário, teria podido conhecer outros aspectos da vida, e teria evitado uma carreira para a qual não tinha vocação. - Há objeção mais debatida, mais conhecida, mais refutada? Dizer que este ou aquele padre apostata porque jamais soube no seminário que delícias poderia haver na vida crapulosa, é o mesmo que dizer que A ou B se tornou ladrão na idade adulta porque foi educado em um ambiente muito fechado, onde ninguém lhe fez sentir as delícias do roubo, de sorte que, quando pela primeira vez as viu, estava desarmado. - A mãe que, sem coação nem violência, encaminha seu filho para o serviço de Deus cultivando nele uma vocação precoce – jamais uma suposta vocação, criada pela força – uma tal mãe merece o respeito dos homens, e as lágrimas que verter pela apostasia de seu filho serão recolhidas pelos próprios anjos.

24 de agosto - São Luís, organizador da sociedade cristã / Senso católico, perspicácia, força leonina contra os inimigos da Igreja, proteção aos pequenos e amor às elites, todos os predicados que deve ter um lutador da ação social em nossos dias, refulgiram admiravelmente em São Luís.

24 de agosto - Deliberação do gabinete inglês de suspender a aquisição de dólares e a repercussão na economia norte-americana - De Gaulle continua produzindo efeitos profundos no partido francês de tendências católicas (MRP) - Na Inglaterra, mais uma tradição foi quebrada pelo "Labour Party": pela primeira vez foram incluídos divorciados na "Lista de Honra do Aniversário Natalício do Rei" - O estado de guerra psicológica, com suas nevroses, seus ódios, seu mal estar universal, se vai tornando crônico em nossa civilização. Enquanto isto, a ONU faz burocracia.

31 de agosto - Perseguição religiosa na Istria continua a acentuar-se: Arcebispo de Trieste informa que os comunistas iugoslavos atacaram uma Igreja Católica na Istria e decapitaram o respectivo Pároco. Pensar, depois disto, na possibilidade de uma política de colaboração entre católicos e comunistas é afrontar o bom senso mais elementar... - A atitude do Gal. De Gaulle de decidida hostilidade contra o comunismo está fazendo um grande bem à França e ao mundo inteiro. Mas para onde levará sua nação? - Plano de reforma da política do governo inglês elaborado pela Federação das Industrias Britânicas - EUA retiram mais efetivos militares da China - Montgomery afirmou que a guerra pode irromper de um momento para outro e, fazendo a enumeração dos meios mais indispensáveis para a defesa de um país mencionou em primeiro lugar “o desenvolvimento do caráter nacional e a questão da educação” - Senador americano Scheridam Downey declarou que "está constituindo grave problema para o país a redução da natalidade" - Egito: exemplo da exacerbação do sentimento nacionalista dos muçulmanos - A Inglaterra concedeu a independência à Índia: em menos de dez dias as lutas entre os dois Estados hindus independentes causaram mais de duzentas mil mortes.

7 de setembro - Nossa Senhora Aparecida, Rainha do Brasil

7 de setembro - Os trabalhistas ingleses sofreram derrota no recente congresso sindical: é o próprio operariado que se levanta assim contra os pequenos tiranos sindicalistas - Na França, agitação trabalhista continua crescendo, enquanto o movimento de De Gaule passa por mais alguns dias destes singulares e inexplicáveis "eclipses".

14 de setembro - A AMEAÇA DAS GUERRILHAS. A greve se generalizou por toda a Itália. As massas operárias daquele país estão sendo trabalhadas por vasta máquina de agitação. - Quando Prestes saiu do cárcere, pronunciou um discurso em que demonstrava que a transição do regime capitalista para o comunista não se podia fazer de um momento para o outro, exigindo que a sociedade passe por uma série de etapas intermediárias até chegar à plena coletivização da propriedade. Aplicado o princípio ao Brasil, concluía ele que a implantação imediata do comunismo é impossível entre nós, sendo missão do PC brasileiro preparar lentamente esta evolução. O mundo ocidental vai caminhando para uma prodigiosa concentração de capitais. Cada vez mais as fortunas se vão concentrando em poucas mãos. No dia em que todo o patrimônio de um país esteja concentrado em 200 ou 300 pessoas, esse país estará "maduro" para o comunismo. Prestes saudou o grande capitalismo como precursor necessário do comunismo e tinha razão. - O espectro da guerra e/ou guerrilhas como elemento para uma soma de poderes em mãos do Estado, tornando a socialização de toda a vida muito mais célere. De outro lado, tal espectro daria a tudo um caráter de provisório e de precário, que desabituaria o homem contemporâneo a sentir-se inteiramente à vontade nas atuais instituições. E ele se habituaria a admitir transformações que, impostas a frio, relutaria imensamente em aceitar.

14 de setembro - Na Índia, continuam as desordens, os derramamentos de sangue, os conflitos religiosos e raciais. Quem a levou a tais extremos? Os socialistas ingleses - A Indochina corre o mesmo risco graças à política de Ramadier (socialista). É um verdadeiro suicídio do Ocidente cristão e, mais do que isto, um crime contra o próprio Oriente - Na Tchecoslováquia, fez-se uma coligação anticomunista e que ameaça destruir os grilhões que a prendem à URSS.

21 de setembro - O 1º ANIVERSÁRIO (do regime constitucional no Brasil). Balanço de quanto se realizou neste período - Desde 1889, nossa vida pública não tem sido senão uma grande decepção. Os homens honestos e capazes que de quando em quando tem aparecido, fazem o papel de demiurgos em confronto com os pigmeus que habitualmente se encontram. Não há idéias. Tem-se vontade de bocejar ou de chorar diante de tal quadro. Os brasileiros esperavam que desta vez, por fim, surgissem os homens, o partido, o programa com que cada um sonhava a seu modo - O mal tem hoje um dinamismo, uma penetração, uma eficácia omnímoda e incessante. Vista em seu conjunto, a civilização contemporânea dá a impressão de uma grande massa que rola pela encosta de uma montanha.

21 de setembro - Na Itália, as agitações continuam. E pensamos no Papa. Onde está Pedro, aí e só aí, está a Igreja de Jesus Cristo. E se Pedro sofre, é toda a Igreja que sofre com ele. Muito significativa a atitude do chefe comunista Palmiro Togliatti: até não há muito tempo, ele procurava manter relações cordiais com figuras exponenciais do catolicismo. Agora, porém, os interesses do Kremlin mudaram e hei-lo que ataca desabridamente a Igreja, e de modo todo particular o Vaticano - Incoerência dos comunistas italianos que se dizem aderentes da soberania popular - A versatilidade de Togliatti poderia servir para abrir os olhos dos ingênuos que sonham com a política da mão estendida. Não cremos, porém, que tais ingênuos mudem de opinião. A pior obstinação é a dos espíritos tíbios e comodistas, que fabricam uma visão rósea das coisas para poder viver maciamente. Esses idólatras do macio se agarram a seu ídolo com uma veemência invencível. E só abrirão os olhos no dia em que sua própria pele estiver em jogo - Na Iugoslávia, os católicos parecem que se organizaram para reagir à ocupação comunista. Por que o governo americano retira suas tropas do Adriático precisamente agora?

1947-09-28 - VÍTIMA EXPIATÓRIA. Celebraremos em breve o cinqüentenário da morte de Santa Teresinha do Menino Jesus. Sua fisionomia deixa transparecer qualidades que parecem opostas entre si, ao menos segundo a mentalidade liberal - Consagrar-se à vocação de vítima expiatória pelos pecadores: nada há de mais admirável. E isto tanto mais quanto muitos há que trabalham, muitos que rezam; mas quem tem a coragem de expiar? Praticando a conformidade plena com a vontade de Deus, ela não pediu sofrimentos, nem os recusou. Esmerou-se, a todo instante, em jamais fazer a vontade própria. - Grande caminho, caminho simples. Não é mais simples não ter visões do que as ter? Não é mais simples aceitar os sacrifícios em lugar de os pedir? Caminho simples, caminho para todos. Sua missão foi de nos mostrar uma via em que pudéssemos todos trilhar. Oxalá ela nos auxilie a percorrer esta estrada real, que levará aos altares não apenas uma ou outra alma, mas legiões inteiras.

28 de setembro - Cinquentenário da morte de Santa Teresinha / A sua “pequena via” de santificação abre um acesso largo às culminâncias da virtude, para as almas colocadas hoje com tanta frequência na alternativa de escolher entre o maior heroísmo e a apostasia completa.

28 de setembro - O comunismo, com todas as suas forças, procura empurrar para o terreno da ilegalidade a vida política da Itália. A tática de De Gasperi: chapéuzinho vermelho procurando desarmar o lobo à força de sorrisos - Discurso do "arcebispo" anglicano de York: chama a atenção das autoridades para o desenvolvimento crescente do divórcio na Inglaterra. Mas, como certos democristãos, os divorcistas não se impressionam com isto: não há, não houve, jamais haverá razões que os convençam de que estão errados - Arcebispo de Saint Louis (EUA) determinou que as escolas paroquiais de sua Arquidiocese recebessem alunos negros; os alunos brancos se declararam em (censurável) greve e recorreram à Santa Sé. Quanto melhor é a nossa solução para o problema racial do que a solução norte-americana.

5 de outubro - Comunicado da Secretaria da Presidência dos EUA a respeito das conversações havidas entre o representante pessoal de Truman e o Santo Padre Pio XII: equivale mais ou menos à atitude dos romanos quando sugeriram a incorporação de um altar a Jesus Cristo no Pantheon pagão - "arcebispo" anglicano de York criticou acerbamente a Igreja Católica porque está lutando contra o comunismo com "excessivo" vigor - Os líderes das oposições da Hungria, Croácia, Rumânia, Sérvia e Bulgária dirigiram-se à ONU solicitando intervenção em favor de seus respectivos partidos absolutamente proibidos de funcionar pelos comunistas. Enquanto isto se dá, os comunistas não vacilam em censurar que se tenha fechado o PCB. A contradição põe a nu a insinceridade dos sentimentos democráticos ostentados no Brasil pelos comunistas - Prossegue o movimento muçulmano na África Setentrional, o qual acarretará um movimento de xenofobismo anticatólico talvez irresistível - O "Times" acaba por sugerir que os anti-socialistas ingleses se façam socialistas.

12 de outubro - "RESSURREIÇÃO" ? Comentários sobre a reunião em Belgrado com representantes dos Partidos Comunistas de vários países da Europa. Havia alguns ingênuos, explorados por alguns mal-intencionados, negando uns e outros a subordinação dos Partidos Comunistas a Moscou. De agora em diante, essa atitude ficará impossível. A própria imprensa comunista se incumbiu de arrancar dos olhos dos ingênuos as últimas ilusões e da boca dos mal-intencionados os últimos pretextos - Para fazer face ao perigo de uma guerra mundial, em todos os países o Estado se vai tornando cada vez mais absorvente. Caminhamos com isto na direção da socialização completa, não só dos países bolchevizantes, mas ainda dos países antibolchevistas. E com isto é só Moscou que ganha.

12 de outubro - Preito de admiração e simpatia pelo Pe. Arlindo Vieira SJ - descrição de um verdadeiro Sacerdote. A têmpera de seu caráter e o ardor de seu zelo não lhe permitiriam viver nesta deleitável e luzente mediocridade de dedicar-se ao brando mister de sustentar causas fáceis, pontos de vista geralmente admitidos e sustentar teses incontroversas. O papel do Sacerdote não consiste em assistir do palanque ao embate tremendo que se trava hoje em dia entre Cristo e o Anticristo. Seria qualquer coisa de tão vergonhoso como dormir no Horto das Oliveiras. Não é da luta que se queixará um verdadeiro batalhador. A luta lhe faz honra. Causa, porém, lástima que este combate se desvie de sua verdadeira natureza ideológica para assumir o caráter de campanha pessoal - Reuniu-se em Paris um "Congresso Espiritual Internacional" que tende não para uma unidade católica, mas para a realização de uma fusão de todos os cultos em uma religião vaga e universal, de fundo provavelmente panteísta.

19 de outubro - FILHOS DAS TREVAS E FILHOS DA LUZ. Os maometanos alcançaram triunfo indiscutível com o reconhecimento oficial do Estado do Paquistão. Enquanto este fato se dá no extremo oriente da Ásia, o mundo maometano se mobiliza inteiro na orla do Mediterrâneo para nova empresa, em favor da qual vibram todos os adeptos do Profeta: a "guerra santa" pela posse dos Lugares Sagrados - A propósito da posse da Terra Santa, os maometanos estão revelando uma solidariedade, uma energia, um brio que mostra claramente que tudo caminha para a formação de um formidável super-Estado maometano afro-asiático. Isto só pode ser indiferente aos políticos imediatistas e de vistas curtas. Por tudo isto, a questão maometana, que, se não é ainda inteiramente uma questão de hoje, já é indiscutivelmente uma grave questão de amanhã, nos interessa e nos preocupa.

19 de outubro - Na Capital britânica, jantar com a presença do Arcebispo de Londres, do "arcebispo" anglicano da Cantuária, de um bispo cismático e outras personalidades de destaque pertencentes à Igreja e a várias igrejas. Supostos motivos dessa reunião - Hoje em dia, o que é bom para a sociedade é considerado automaticamente bom para o indivíduo. O culto de Deus está sendo substituído pelo culto do homem. Este não será mais que uma peça da máquina: palavras do Cardeal Griffin - Monarquistas italianos pediram ao Parlamento a dissolução do Partido Comunista. Um deputado comunista só não agrediu fisicamente quem fez a proposta pela interferência de outros deputados. Exemplo de como os asseclas de Moscou entendem a democracia.

26 de outubro - POVO FRANCÊS REPUDIA A "POLITIQUE DE LA MAIN TENDUE". Verdadeiro significado da vitória do General De Gaulle – a votação anticomunista também no “cinturão vermelho" de Paris – O M.R.P. virtualmente aniquilado - Há certas idéias, tendências, programas, que só vivem no ambiente da moda. São como certos pratos, que só se podem comer logo depois de feitos. Frios, de nada valem.

26 de outubro - Itamarati rompe relações com a URSS. As declarações do ex-capitão Prestes na Câmara dos Deputados já demonstraram à saciedade que o Partido Comunista Brasileiro está a serviço do imperialismo soviético - Anunciada para breve a reunião dos representantes comunistas dos países da América do Sul, em Montevidéu, a fim de levar a cabo uma das obras em que mais estão empenhados os sovietes: cindir as Américas, enfraquecendo assim a política americana de resistência ao comunismo - Até agora a maioria do parlamento italiano ainda não decidiu o fechamento do PC, a despeito da evidente subordinação dessa corrente a poderes estrangeiros: tem medo de ofender os princípios básicos da democracia. Paradoxalmente, porém, o Parlamento acaba de proibir o Rei Vitor Emanuel, o Rei Humberto, e respectivas famílias, de residirem na Itália - Lamentamos que o Rei Jorge VI tenha tido a fraqueza de incluir na Fala do Trono a sugestão socialista de se limitarem os poderes da câmara dos Lords.

2 de novembro - NA FRANÇA. Recentes e tormentosos debates parlamentares a propósito da atitude dos comunistas: jogada política para reforçar o débil governo? - Os anticomunistas frouxos de ontem passam a ser paladinos do anticomunismo de hoje. E esta transformação política espantosa se dá no momento preciso em que ela é útil e até indispensável para a sobrevivência do governo. À vista disto tudo, qualquer espírito equilibrado e prudente não poderá deixar de sentir as mais fundas dúvidas quanto ao valor da reação anticomunista tão tardiamente encetada pelos grupos do chamado "centro". 

2 de novembro - Situação da Igreja e do mundo: mensagem do Papa Pio XII ao I Congresso Mariano reunido na Argentina. O Santo Padre vê toda a extensão do perigo. Longe de fechar para ele os olhos, quer que seus filhos tenham a exata compreensão das dificuldades da hora em que vivemos. Se bem que poucos sejam os motivos humanos para esperar, o Papa espera tudo da onipotente intercessão de Nossa Senhora. Nesta tormenta universal, a Estrela do Mar continua a brilhar para os corações verdadeiramente fiéis - No Brasil, projeto de lei que está sendo discutido na Câmara de Deputados a respeito do reconhecimento de filhos ilegítimos, inclusive dos adulterinos. Se aprovado, os filhos nascidos das núpcias justas ficarão em plano igual ou quase igual aos filhos do pecado. Mais remotamente, isto conduz ao amor livre: num país em que a prole ainda que ilegítima goze de todos os direitos, o que é o casamento?

9 de novembro - ELEIÇÕES E EXPIAÇÃO. Não é verdade que a opinião brasileira se vai manifestar nas urnas. A chamada moral cívica outra coisa não é senão um capítulo da Moral. Ora, quando em todos os domínios a moralidade está baixando a olhos vistos, não haveria motivo algum para esperar que ela não baixasse no terreno cívico. Mas, a despeito de tudo isso, a ninguém é lícito afirmar que o carnaval eleitoral que temos diante dos olhos corresponde aos ideais cívicos e políticos dos brasileiros. Ninguém procura agrupar eleitores em torno de idéias. A luta tomou um caráter personalista verdadeiramente revoltante. Quem não vê, não sente, não palpa a indignação, o enfado, a extenuação do Brasil verdadeiro? E quem pode imaginar que, forçados a escolher entre partidos que não nos agradam, entre legendas em que ao lado de um ou outro nome conhecido e probo há tantos aventureiros e arrivistas evidentes, o voto que atirarmos às urnas será realmente a expressão de nossos anseios e de nossos ideais? É preciso que os homens responsáveis se articulem e entrem em ação. Se não expiarem por uma ação corajosa e desinteressada os erros e as tolerâncias criminosas do presente, onde iremos parar?

9 de novembro - Na Inglaterra a opinião pública acaba de mostrar que repudia o trabalhismo. Os resultados das eleições foram insofismáveis. Os trabalhistas violam os próprios princípios da democracia inglesa, perpetuando-se no poder contra a vontade do povo. Mas o próprio dos liberais e dos socialistas consiste em que eles só reconhecem ao povo uma liberdade: a de concordar com eles. Se o povo não concordar com eles, todas as opressões são justas e patrióticas - O mesmo se está verificando na França - Na Itália, De Gasperi, mais elástico do que Bidault, está evoluindo cada vez mais para um anticomunismo declarado - A todo o momento ocorrem fatos novos que confirmam que o mundo pan-árabe constitui hoje, a serviço do Islã, uma grande família de povos e de Estados irmãos. Exemplo concreto em abono à tal assertiva.

16 de novembro - O ABSTENCIONISMO, GRANDE POTÊNCIA. Repórteres, locutores, elefantes de circo, borradores de parede, tudo se mobilizou para despertar nas massas o desejo de votar. A tal convite a resposta foi: 35% dos nossos eleitores se recusaram a votar. Sua abstenção significa um protesto mudo. Um partido que contasse com 35% de nossos eleitores seria uma potência. Esta é a potência dos enojados, dos abstencionistas. É possível não perceber que a reação de nosso eleitorado indica um estado de espírito muito parecido com o dos franceses? É verdade que não temos um De Gaulle. Isto não quer dizer que o fastio político de nosso eleitorado seja sem importância. As eleições mostraram que temos uma elite pensante que não se conforma com o que se passa. E ou intervirá na política ou dela se desinteressará, acarretando graves consequências para o País.

16 de novembro - Entrevista de De Gaulle: habilidades de suas respostas; de passagem, não deixou de se referir aos vários partidos políticos, que qualificou de “estados maiores sem tropas" - O MRP está em franca decomposição. Corrente essa (cujos “líderes” eram unânimes na colaboração com o comunismo) que não consegue manter a unanimidade quando se trata de colaborar com o paladino do anticomunismo francês - De Gasperi faz seu "mea culpa" pela colaboração com os comunistas, os quais desencadearam uma onda de agitações em toda Itália para forçar seu gabinete a renunciar - Na Inglaterra foi aprovada pela Câmara dos Comuns a lei referente à reforma da Câmara dos Lordes. Resta saber se estes últimos a ratificarão, ou seja se cometerão um suicídio. A força das revoluções está principalmente na cegueira ou na fraqueza daqueles contra quem elas se fazem.

23 de novembro - Nova et vetera - "Romantismo católico" / Suas origens, sua mentalidade, sua concepção da Igreja Católica e de seus inimigos - Os insufladores da questão social, dos que artificialmente criam a miséria social como meio propício ao advento da revolução que conduzirá o mundo ao totalitarismo socialista - Cada vez mais o homem se torna menos dependente das próprias faculdades de pensamento e de expressão. Tudo lhe é sugerido, desde os mais triviais objetos de uso diários, aos ideais políticos, à filosofia de vida. As ideias lhe chegam prontas e mastigadas, as opiniões lhe são impostas pelo mesmo processo pelo qual é convencido de que deve usar um determinado sabonete.

23 de novembro - Análise dos resultados eleitorais em São Paulo: os diretórios de partidos políticos não souberam apresentar listas do agrado dos paulistas - Mensagem de Truman ao Congresso USA pedindo poderes extraordinários de tempo de guerra para intervir na política financeira de seu país. Este perpétuo estado de guerra latente acabará por impor que o mundo viva estável e definitivamente como se cada nação devesse ser agredida no dia seguinte. E isto terá como conseqüência que o mundo deverá viver sem nenhuma espécie de liberdade - As posições soviéticas vão se tornando cada vez mais fortes na Rumânia, que se transforma rapidamente em colônia de Moscou - Na Hungria, os sovietes também continuam sua obra de demolição - As cerimônias do casamento da Princesa Real com o duque de Edimburgo produziram um efeito refrigerante, colocando diante de nossos olhos o quadro luminoso e redivivo de épocas cristãs em que o respeito, a distinção, a linha, a fidalguia, eram o apanágio das nações cristãs e ocidentais. 

1947-11-30 - O QUE DIZER ? Se a coerência desaparece do quadro político, se os homens já não tem convicções nem compreendem seus interesses racionais e profundos, se eles se guiam tão somente pelo ritmo incerto dos instintos, neste caso, qualquer conjectura é impossível. É precisamente neste caso que nos encontramos, quer na política nacional, quer na política internacional. A confusão - uma confusão compacta em que tudo muda mil vezes de forma, de cores sem deixar de ser a cada instante mais confuso e perseverante na confusão - domina por toda a parte. Um exemplo: as notícias procedentes da Itália e da França têm parecido alarmantes e depois se desfazem como nuvens. Ninguém pode dizer ao certo se se trata em certa medida de exagero dos jornais ou de um ilogismo provocado pelas confusões espasmódicas de pós-guerra, ou se há nisto alguma infernal tática de confusão. Quem pode prever neste inferno de confusão, desfaçatez e incoerência, que é o mundo de hoje?

30 de novembro - No Brasil, cassação dos mandatos de comunistas. Se outras razões não houvesse, bastaria que lembrássemos a identidade de objetivos e métodos dos comunistas no mundo inteiro, a submissão dos comunistas brasileiros a Moscou, as agitações que estão provocando na Itália e na França, para que compreendêssemos o risco que o comunismo faz correr o Brasil - Na França, o governo ordenou o fechamento de um centro de russos (soviéticos) foragidos que tramava a revolução social - Na Itália os sentimentos monárquicos estão se reacendendo de tal maneira que quando um jornal está com tiragem baixa, publica uma edição com fotografias coloridas do Rei e de sua família: o povo as compra em quantidade para colocar em molduras.

7 de dezembro - FÉ, UNIÃO E DISCIPLINA - Emoção, feita de veneração e júbilo, com que acolhemos a Encíclica "Mistici Corporis Christi" sobre o liturgicismo: o valor espiritual, jamais contestável de práticas e atos de piedade que remontam a uma tradição secular, refulge hoje com um brilho novo e meridiano. Certos espíritos tímidos e retrógrados, avessos a qualquer alteração, ainda que para ao bem, encontraram nos desmandos do liturgicismo pretexto de impugnar qualquer são esforço em favor do renascimento litúrgico. Como legitimar tal excesso, nascido do desejo de coibir outro? Esta Encíclica nos dá também um grande e nobre exemplo de caridade. Há nela um senso de equilíbrio no modo de ser caridoso que todos devemos notar. Amar a polêmica em si mesma pelo mero gosto de discutir é algo de tão irracional e descaridoso quanto amar em si mesma a cirurgia pelo mero prazer de talhar e retalhar um corpo.

7 de dezembro - Pio XII condena o liturgicismo quietista e naturalista. "Sério perigo para a caridade e a unidade da Fé” – “Os preguiçosos são incitados à ação” – “O santo equilíbrio do Corpo Místico”. Na Encíclica "Mediator Dei" o Santo Padre ensina a verdade a respeito de numerosos assuntos controvertidos e, com isto, ao mesmo tempo que esmaga o erro, restaura o ambiente propício à caridade. Transcrição do resumo da mencionada Encíclica difundido pelos Serviços Oficiais de Divulgação da Santa Sé.

7 de dezembro - Nova et Vetera - As várias cabeças da hidra socialista / Há quem sustente que a oposição da Igreja ao socialismo se cinge ao terreno da filosofia de vida. Uma vez livre da feia crosta do materialismo e do ateísmo, o socialismo, considerado apenas como sistema econômico, passaria a ser aceitável como outro qualquer - A história do Cristianismo é que o socialismo tem sido sempre a consequência prática, no campo social, dos erros religiosos - Há uma classe de advogados do conúbio do socialismo com a Igreja que consideram que o mal do socialismo não estaria no fim por ele visado, mas nos meios que emprega para atingir e manter esse mesmo fim. Um socialismo não imposto pela violência, evolucionista, que agisse pela persuasão e por processos “legais”. Mas ainda há outras formas de implantação do socialismo para estômagos ainda mais delicados...

7 de dezembro - Na França, a crise social vai maturando lentamente e chegando a um ponto em que a solução final se tornará inadiável - Candente a questão da cassação dos mandatos de comunistas no Brasil - Conferência em Londres: trabalha-se ativamente para decidir os destinos da Alemanha. Terá algum resultado concreto? - Na ONU, reconheceu-se aos israelitas o direito a um lar nacional na Judéia.

14 de dezembro - GLÓRIA CRISTÃ E GLORIOLA MUNDANA. Interesse ardente que suscitou em todos os círculos religiosos do Brasil a notícia de que o Papa havia publicado uma Encíclica em que tratava da Sagrada Liturgia e fulminava os erros do liturgicismo. Quanto há de louvável neste sentimento: um povo em cujo seio as questões religiosas alcançam despertar tanta vibração é um povo que não está morto para a Fé nem para as coisas do espírito. Muitas são as Encíclicas e muitos os seus ensinamentos. Convém propagá-las todas, mas as mais urgentes, as mais intimamente ligadas à nossa realidade nacional são evidente e forçosamente as que mais se difundirão. Toldemos a memória de quanto sofreu, lutou e sangrou o Brasil católico com a questão liturgicista, e estaremos concorrendo para tornar o doente menos empenhado em se servir de seu remédio. Devemos amar a Verdade, mais do que tudo, mais do que a glória portanto, e sobretudo mais do que as gloriolas.

14 de dezembro - Debelada a crise francesa com a cessação das greves. Solução definitiva? Quem o pode dizer? Evidentemente ninguém. O futuro da França, e em geral da Europa, continua nebuloso. Análise do plano para as greves utilizado pelo Partido Comunista francês e hipóteses a respeito das causas de seu fracasso.

14 de dezembro - NA CASA DO PAI COMUM. A propósito da "Mediator Dei": devemos cuidar de combater o erro e difundir a sã doutrina. A Verdade vence atraindo a si os que erraram. E isto se faz com Caridade. Assim, pois, é preciso difundir a Verdade com Caridade. E, se seria falso manter a Caridade calando ou velando a Verdade, seria igualmente falso difundir a Verdade com espírito de orgulho ou vanglória - Há na Igreja duas situações inteiramente distintas: a da inocência e a da penitência. Mas quem ousaria ver no inocente um vencedor orgulhoso, e no penitente um vencido cheio de opróbrio? Será João porventura um vencedor orgulhoso e Paulo um mísero vencido? Ambrósio um dominador prepotente e Agostinho um guerreiro imbele e esmagado? - O mundo não sabe que é possível apagar nódoas e, por isto, quando as quer tolerar ou perdoar, as põe na sombra. A Igreja não age assim com seus Santos - Obrigados de um lado a atacar o erro, queremos do outro lado criar um ambiente de inteiro bem estar para os que erraram. Uma e outra coisa estão longe, muitíssimo longe de ser inconciliáveis.

21 de dezembro - Desfecho sombrio da Conferência de Londres. O regime soviético, vigente antes de 1938 apenas na Rússia, terá passado a vigorar em quase toda a Europa central. Se esta ocupação durar alguns anos, tudo quanto havia de tradicional, de orgânico e de cristão nesses povos terá desaparecido ou estará combalido a fundo. A bolchevização destas infelizes regiões será mais ou menos um fato consumado. Stalin será tão poderoso quanto Napoleão em seu apogeu.

28 de dezembro - NOTAS E COMENTÁRIOS À ENCÍCLICA "MEDIATOR DEI". - Na Liturgia não é só na Missa que a Igreja continua o ofício sacerdotal de Jesus Cristo, mas também nos Sacramentos e no Ofício Divino - Pio XII: "Não têm uma exata noção da Liturgia sagrada aqueles que a consideram apenas como uma parte exterior e sensível do culto divino ou como um cerimonial decorativo; nem erram menos aqueles que a consideram como uma mera soma de leis e preceitos com os quais a Hierarquia Eclesiástica ordena o cumprimento dos ritos" - Condenação dos que se opõem às pregações sobre as penas eternas - Erros "falsos, insidiosos e perniciosissimos".

28 de dezembro - 25º aniversário da Liga das Senhoras Católicas: um título de glória para São Paulo e um modelo para todo o Brasil - Na França, a cessação das greves parece dar certa estabilidade ao governo Schumann. Assim, os comunistas, capitulando diante do MRP, evitaram que subisse ao poder o seu pior inimigo. Tudo indica que esta tática agradou aos comunistas. Na Itália, estão eles investindo contra De Gasperi. Em conseqüência, toda a opinião anticomunista prestigia o chefe democristão. Na Inglaterra, igualmente os comunistas romperam com os trabalhistas - A “Terceira Força” tende a transformar-se numa verdadeira internacional, que tem o mesmo espírito dos godos espanhóis por ocasião da invasão maometana, e de Kerensky em face do comunismo. É a mentalidade dos que resolvem os problemas fechando os olhos, adiando, permitindo que tudo se agrave, exclusivamente para não enfrentar hoje as dificuldades que serão inevitavelmente maiores amanhã.