Cartas de elogio de personalidades eclesiásticas relativas a obras do Prof

Artigos em O Legionário,
órgão oficioso da Arquidiocese de São Paulo

ANO DE 1945

7 de janeiro - A MENSAGEM DE NATAL - II

7 de janeiro - Prece à Santa Joana d'Arc pela França

7 de janeiro - Nova et Vetera - A luz que as trevas não compreendem / Admirável Encíclica sobre a “Paz de Cristo no Reino de Cristo” (de Pio XI) contra o perigo de um retorno ao paganismo pelo abandono das verdades eternas. Os males que assolavam a humanidade após a I Guerra Mundial: os mesmos que hoje dividem e infelicitam os homens.

7 de janeiro - 7 DIAS EM REVISTA - As táticas utilizadas pelos inimigos da Igreja, que preferem não A combater de viseira erguida, mas com o abraço do urso... ou o beijo de Judas

7 de janeiro - Comentando... Hábitos elegantes / Perigosa intoxicação de materialismo jurídico, que faz a lei ir a reboque dos fatos, numa atitude subserviente, em vez dos fatos serem dominados pela lei.

14 de janeiro - A MENSAGEM DE NATAL - III

14 de janeiro - Nova et Vetera - A letra e o espirito dos tratados de paz / Encíclica sobre a “Paz de Cristo no Reino de Cristo” (Papa Pio XI): quais as causas dos males que afligiam a humanidade após a I Guerra Mundial e que continuam ainda hoje - O esquecimento da caridade - Ânsia imoderada dos bens terrenos - As três concupiscências - O olvido de Deus - A principal causa engendradora de tantas calamidades: ”Os que abandonaram o Senhor serão consumidos” (Is. 1, 28)

14 de janeiro - 7 DIAS EM REVISTA - O valor da oração. "A História da Igreja é sobretudo a narração dos triunfos que ela alcançou pela oração dos fiéis"

21 de janeiro - 7 DIAS EM REVISTA - A Polônia lutou valorosamente contra o nazismo, mas foi derrotada; os comunistas a invadem. Mas Nossa Senhora de Czestochowa há de restaurá-la, para a glória da Igreja e expansão do Reino de Cristo no mundo.

21 de janeiro - Nova et Vetera - Não há verdadeira paz fora da Igreja / Pio XI na sua Encíclica sobre a “Paz de Cristo no Reino de Cristo”: os remédios a serem aplicados aos males do mundo contemporâneo. "(...) esses mesmos, em suas conversas, em seus escritos e em toda sua maneira de proceder portam-se como se os ensinamentos e preceitos promulgados tantas vezes pelos Sumos Pontífices, especialmente por Leão XIII, Pio X e Bento XV, tivessem perdido sua força primitiva ou tivessem caído em desuso. No que é preciso reconhecer uma espécie de modernismo moral, jurídico e social, que reprovamos com toda energia, do mesmo modo que reprovamos o modernismo dogmático".

28 de janeiro - A MENSAGEM DE NATAL - IV

28 de janeiro - Nova et Vetera - Presentes de Hitler a Stalin / Não é surpreendente que os nazistas prefiram ver a Alemanha invadida pelas hordas comunistas, do que pelos exércitos aliados. É que Hitler vem de longa data preparando esse infeliz país para a recepção a ser oferecida aos homens da foice e do martelo. Além de sua campanha contra a Igreja, do fechamento de conventos, de escolas confessionais católicas, da extinção da imprensa católica, da prisão de Sacerdotes e de leigos militantes, do confisco de bens eclesiásticos e da desmoralização do Clero secular e regular, houve o trabalho da criação de uma nova moral nacional-socialista, para substituir a moral cristã - Documento muito útil para se estudar a atitude de certos eclesiásticos alemães de hoje (2018), opostos à moral de sempre da Igreja Católica.

28 de janeiro - A preponderância soviética será muito maior nos Bálcãs após a guerra. Os "clérigos" da Igreja "ortodoxa" obterão o que os soviéticos não conseguiram?

4 de fevereiro - A GRANDE MISSÃO (do Ocidente). Hitler está demonstrando que prefere entregar os escombros de sua pátria aos bolchevistas do que aos anglo-americanos. A propaganda comunista de sorrisos para anestesiar suas vítimas

4 de fevereiro - Especiais males das orgias no carnaval enquanto se sofre na Europa, em uma guerra justa. Nas épocas das grandes calamidades, é preciso gemer junto ao altar, rezar, fazer penitência, distribuir esmolas. Assim se aplaca a ira de Deus, se vencem os ímpetos desordenados da natureza e se expulsam os demônios. 

4 de fevereiro - "Nova et vetera" - Nazismo versus comunismo? / Em seu último discurso, Hitler teve a coragem de fazer mais um apelo patético ao povo alemão no sentido de o ajudar na luta contra o bolchevismo. Isto nos faz lembrar uma hipotética luta entre dois bandos de gângsteres: Dillinger faria um apelo ao bom povo de Chicago no sentido de o ajudar a eliminar da face da terra o inimigo número dois do gênero humano representado por Al Capone... - Métodos do nazismo para criar um sucedâneo religioso para o povo alemão

11 de fevereiro - FIM DE GUERRA. As incompreensões que teve de enfrentar o LEGIONÁRIO na sua luta contra o nazismo; descrição de como deveria ser o processo ao regime hitlerista; a expansão do comunismo na Europa será uma catástrofe que repercutirá na América.

11 de fevereiro - Nova et Vetera - Totalitarismo das Américas / Breve resumo das medidas governamentais adotadas no México contra a Igreja Católica, segundo o relatório da Comissão Inter-Americana da “Catholic Association for International Peace”, de Washington, a respeito da situação religiosa naquele país. A atitude totalitária do governo mexicano com relação à Igreja não constituí novidade, pois data de vários decênios, e é um exemplo típico do totalitarismo liberal.

11 de fevereiro - Pensem bem nisto os católicos: a caridade deve ser a arma invariável de nosso apostolado. Há modos de faltar com a caridade combatendo. Como há modos de não combater em que se falta com a caridade.

18 de fevereiro - O caipira brasileiro: seus defeitos e qualidades. Bem formado moralmente, daria ele um Brasil grandioso.

18 de fevereiro - Nova et Vetera - Laicismo e protestantismo / Os brados de alarma proferidos pelo Cardeal-Arcebispo de Buenos Aires e pelo Arcebispo da Cidade do México contra o perigo da propaganda protestante nos incitam a tecer alguns comentários em torno do concurso que os filhos de Lutero e de Calvino emprestam ao laicismo em sua forma atual.

25 de fevereiro - NOVA ERA. O que nós católicos devemos desejar é sobretudo que os direitos da Igreja e da pessoa humana sejam respeitados

25 de fevereiro - Nova et Vetera - A Igreja e a liberdade de consciência / Já em meados do século XIX, o conhecido teólogo e publicista que foi o Padre Ramière publicava um livro, “L'Église et la Civilisation Moderne”, em que procurava desfazer todos os mal-entendidos e prevenções daqueles então tempos modernos em relação à Igreja. Depois disso, a questão foi cada vez mais esclarecida, principalmente através de documentos emanados da Santa Sé infalível. Não deixam, porém, de ter seu sabor e de ser muito aplicáveis aos tempos atuais as considerações do conhecido pensador jesuíta sobre o problema da liberdade de consciência, aqui transcritos.

25 de fevereiro - De Gaulle contra Roosevelt por causa da exclusão da França de Yalta. O prestígio do Papado. Se o mundo seguisse o Vigário de Cristo sairia do desvario.

25 de fevereiro - Comentando... Liberdade / A natureza humana exige a cultura para manifestar as suas virtualidades intrínsecas, o homem é naturalmente um ser cultural. No homem, pois, natureza e cultura não são conceitos opostos, mas complementares - Não há cultura sem liberdade, nem liberdade sem cultura - Saibamos estar à altura da liberdade, pois a mesma liberdade que faz os Santos, faz os bandidos.

4 de março - EM FACE DOS ACONTECIMENTOS. Descrição da Civilização Cristã. Os problemas presentes contem as mais radicais conseqüências para o futuro, a humanidade quase inteira pode abandonar ou reconquistar a rota da eternidade. Os interesses da Igreja não se cifram apenas a alguns poucos retoques no edifício social.

4 de março - Nova et Vetera - A parábola do joio e do trigo / O abuso da liberdade, gerando a anarquia, forma o clima propício ao aparecimento dos tiranos - A certeza moral é o supremo interesse e o primeiro direito da consciência humana - Os deveres da Igreja em função da diversidade de situação dos campos em que a verdade foi semeada.

4 de março - Esperança infundada de Churchill quanto a Yalta. O ministro do Exterior da Grã Bretanha mostra-se fraco face às pretensões soviéticas com relação à Polônia.

11 de março - O PRIMEIRO PROGRAMA (da União Democrática Radical) propugna o divórcio. "Vivemos sob o signo sombrio e atormentado do demônio da confusão. Confusão em que nós, católicos, só temos que perder, e em que nossos adversários fazem grossa e gorda pescaria em águas turvas. Por isto, são eles mesmos os grandes semeadores da confusão." 

11 de março - Nova et Vetera - Divórcio e totalitarismo / O divórcio, sintoma da dissolução moral de um povo, grassa sobretudo nas épocas de decadência e sob os regimes despóticos. Foi assim durante os últimos tempos do cesarismo na Roma pagã, quando os divórcios de algumas matronas costumavam ser contados pelos seus anos de vida. O divórcio foi implantado na Inglaterra pelo tirano sanguinário que se chamava Henrique VIII e em outros países da Europa pela influência do protestantismo sobre o ânimo de príncipes ambiciosos que punham acima dos interesses de Deus e de sua Igreja a própria concupiscência e a ambição de mando. E nos tempos que correm, além de existir em alguns dos chamados países democráticos, vemos esse cancro social instituído e livremente praticado nos dois maiores expoentes do Estado totalitário moderno, que são a Rússia soviética e a Alemanha nazista.

11 de março - Declaração do Arcebispo de São Paulo: "Estamos fora e acima dos partidos políticos, rezando pela nossa querida pátria."

11 de março - Comentando... Os católicos e o divórcio / A Igreja Católica, Apostólica, Romana é a suprema guardiã da ordem natural e dos direitos divinos e onde quer que sejam violados, a Igreja também está sendo ofendida naquilo que ela tem de mais substancial. Nada fará que ela abandone a missão que lhe foi confiada pelo próprio Deus.

18 de março - Defesa do Papado contra ataques de comunistas que afirmam que o Papa defende os fascistas. Pós-guerra: tentativas de aproximação católico-comunistas. 

18 de março - Nova et Vetera - Encíclica “Parvenu à la vingt-cinquième année” / Nossa época perdeu o senso da tradição e não conhece o nexo profundo que liga o presente ao passado. De fato, porém, nenhum conhecimento do presente será exato e inteligente, sem uma boa informação das coisas do passado. E por isto é que a Igreja timbra em formar seus homens de ação, não só no estudo do presente, mas no labor da História. A Igreja, que é de todos os tempos, tem um senso histórico muito perfeito e não julga perda de tempo o estudo do passado. Antes pelo contrário. E por isto vemos muitos de seus homens de ação mais práticos e vigorosos, dedicar-se ao estudo atento da História. Por tudo isto, o LEGIONÁRIO oferece hoje a seus leitores uma Encíclica escrita pelo Santo Padre Leão XIII por ocasião de seu jubileu. Foi um presente do grande Pontífice à humanidade. O documento de Leão XIII, magistral síntese histórica, explica para a orientação dos católicos, as raízes profundas da crise contemporânea - As perseguições à Igreja Católica antes da pseudo-reforma protestante - A Pseudo-reforma - O Filosofismo do século XVIII - O ateísmo moderno - Remédios ineficazes: falsa liberdade, instrução destituída de educação religiosa e moral, progresso da ciência emancipada de Deus - Remédios eficazes: volta ao Cristianismo - Retorno sincero à Igreja Católica - Refutação de algumas objeções - A obra tenebrosa da Maçonaria - O triunfo final será da Igreja.

25 de março - A HORA DO BEIJO. Meditação para a Semana Santa: a hamonia entre a doçura e energia de Nosso Senhor Jesus Cristo.

25 de março - Nova et Vetera - Precursores do Deão / Para enganar mais facilmente os incautos, os dirigentes da revolução socialista costumam torcer a seu favor o próprio texto dos Evangelhos. Daí o socialismo “cristão”. Wiclef e João Huss, precursores de Lutero na revolta contra a Igreja, são também precursores na revolta contra a sociedade, contra o direito de propriedade, contra a legítima autoridade e, pois, favoráveis a um "anarquismo místico". Ambos hereges consideravam-se “cristãos” e eram ao mesmo tempo autênticos partidários da foice e do martelo.

25 de março - Quimérica uma Liga das Nações Educacional, feita para sistematizar em todo o mundo a ação pedagógica exercida sobre as gerações vindouras, sem o influxo da graça divina.

1° de abril - PÁSCOA

1° de abril - Triunfos dos Aliados deixam a Rússia desapontada. Tropeços no reatamento de relações Brasil-Rússia. Por que ser contra a restauração da monarquia na Espanha se tal regime lhe traria a paz?

1° de abril - Nova et Vetera - A peste do socialismo / O LEGIONÁRIO por mais de uma vez já se referiu aos torpedeadores da vitória que, quando o mundo assiste aos estertores do totalitarismo nacional-socialista de Hitler, procuram invalidar todo esse tremendo esforço, fazendo a humanidade caminhar para o totalitarismo internacional-socialista. Ao declamar contra a ditadura e o totalitarismo, fingem esses farsantes não saber que também a Rússia é totalitária e ditatorial. O que está em causa, sobretudo, é o regime socialista que caracteriza o Estado totalitário ou Estado-Providência. E o próprio Goebbels, em artigo publicado no “Das Reich”, declara que a vitória do nazismo está assegurada com a implantação do socialismo no mundo de após-guerra. Torna-se, portanto, muito oportuno lembrar o que já no século XIX dizia Leão XIII sobre a “peste do socialismo” em sua Encíclica “Quod Apostolici Muneris”.

8 de abril - LIVROS VERSUS CANHÕES (publicação de grandes obras: a) tradução portuguesa da "Suma Teológica"; b) do Tratado de Direito Natural de Taparelli d'Azeglio; c) livro sobre as Aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria - Fátima, solução para o mundo moderno)

8 de abril - Nova et Vetera - As origens secretas dos males modernos / Adaptam-se como uma luva aos tempos modernos as palavras do Salmo dirigidas a Deus: “Senhor, eis que vossos inimigos fazem um grande fragor. Urdiram contra o vosso povo conspirações cheias de malícia e resolveram perder os vossos Santos. Sim, eles disseram, vinde e expulsemo-los do seio das nações” (Ps. LXXXII, 2-4).

15 de abril - ROOSEVELT (por ocasião do falecimento do ex-Presidente americano, comentários a propósito de seu papel na História contemporânea)

15 de abril - Nova et Vetera - Como ressurgirá a Liga das Nações? / Assistimos a uma completa derrogação do direito internacional, fruto da civilização católica do Ocidente. E será impossível uma recomposição das relações entre os povos e serão baldados os esforços no sentido de agrupar uma nova sociedade das Nações, enquanto perdurar o divórcio entre os dirigentes da política internacional - movidos por interesses puramente terrenos - e o sentimento religioso dos povos, única base possível para uma união duradoura. Em síntese, segundo Taparelli d'Azeglio, as bases em que se deve assentar uma sociedade das nações.

15 de abril - Amigos de Prestes afirmam que o estabelecimento de relações entre o Brasil e a Rússia não tem um significado meramente diplomático, mas exercerá ação profunda no próprio curso de nossa política interna 

22 de abril - Apologia do livro de Taparelli d'Azeglio sobre Direito Natural; aproxima-se a queda do nazismo; cristão heroísmo e pagão desprezo pelo dom de Deus que é a vida.

22 de abril - Medicina burocratizada (socializada) e medicina orgânica / Para a medicina burocrática, o doente não será nada mais do que um caso anônimo, sem qualquer relevância particular, sem personalidade. O Estado moderno é essencialmente burocrático, mecânico e rombudo.

22 de abril - Nova et Vetera - Uma Sociedade das Nações vitalmente cristã / Presenciamos atualmente a uma das maiores conjurações urdidas contra a Cristandade no curso da História. O Estado leigo, liberal, nazista ou comunista, que às vezes pela boca de seus corifeus procura hipocritamente ostentar vestígios de princípios cristãos, cava um abismo cada vez maior entre a humanidade e seu verdadeiro destino sobrenatural e eterno. Que fazer contra essas ondas encapeladas que procuram fazer soçobrar o que ainda resta da civilização católica no mundo ocidental? Remar contra a corrente, a qualquer custo, contrapondo a boa doutrina aos princípios perversos que as forças do mal procuram impor ao mundo.

29 de abril - Explicação do motivo pelo qual a Igreja proíbe que se façam exéquias públicas por pessoas não católicas, segundo o Código de Direito Canônico.

29 de abril - Nova et Vetera - A volta do filho pródigo / Tremendos perigos ameaçam os povos resgatados pelo precioso Sangue do Nosso Divino Salvador. E será em vão que os responsáveis pelos destinos das nações procurarão resolver o problema de uma paz duradoura, feita à base da harmonia entre os povos, se se afastarem dos princípios que alicerçaram a nossa civilização ocidental. Não se poderá nem sequer falar em civilização, pois é verdade (e verdade proferida pela voz autorizada de Pio X), que não existe verdadeira civilização a não ser a católica, fruto da missão destinada por Nosso Senhor Jesus Cristo à Sua Igreja - Conclusão do estudo que nos dois últimos números encetamos das características de uma sociedade internacional vitalmente cristã, segundo as lições contidas no “Curso de Direito Natural” do insigne Taparelli d'Azeglio.

6 de maio - O CREPÚSCULO DOS JUNKERS. É heresia pretender que haja algum povo perpétua e necessariamente mau, incapaz de virtudes, e incapaz de se salvar. As qualidades e defeitos dos prussianos, desde a Idade Média até nossos dias. Gênese profunda do nazismo. Solução verdadeira para combater as causas do regime hitlerista. 

6 de maio - Nova et Vetera - Os destruidores da vinha de Nabote / Entre os primeiros ataques revolucionários contra a família e contra a propriedade privada, se acha a partilha forçada do patrimônio familiar entre todos os herdeiros, em que o Estado costuma ficar com a parte do leão.

6 de maio - Criação da Universidade Católica de São Paulo. Júbilo pela libertação da Itália do nazismo. Estados Unidos protestam contra "governo" russo em Viena. Alerta aos católicos contra o perigo comunista.

13 de maio - A GRANDE EXPERIÊNCIA DE 10 ANOS DE LUTA. Análise das origens mais profundas da II Guerra; os novos perigos que se apresentam para a Cristandade; a grande lição a tirar das recentes catástrofes: "In hoc signo vinces" [Com este sinal - a Cruz - vencerás], disse uma Voz a Constantino num momento em que parecia incerta a sorte das armas. Essa Voz não se calou durante quinze séculos, e ainda hoje é a mesma a sua mensagem para o mundo hodierno.

13 de maio - AO CELEBRARMOS O ADVENTO DA PAZ, NÃO NOS ESQUEÇAMOS DA LIÇÃO QUE ENCERRA ESTA GUERRA. Retrospecto dos principais fatos do grande conflito. As previsões do "Legionário" e suas realizações.

13 de maio - REGINA PACIS. Não é sem um desígnio da Providência que a paz se firma precisamente no mês de maio, consagrado a Maria Santíssima. Esmagado o nazismo, devemos pedir a Nossa Senhora a derrota do comunismo. Transcrição dos comentários do Beato (hoje Santo) Luiz Maria Grignion de Montfort sobre o "Inimicitias ponam".

13 de maio - Nova et Vetera - Nivelamento das massas / À conservação e à transmissão hereditária do patrimônio familiar se aliam estreitamente a conservação e a transmissão da profissão paterna. As qualidades profissionais eram assim adquiridas naturalmente, familiarmente e com grande perfeição. Não somente o espírito e os conhecimentos eram dirigidos nesse sentido, mas o próprio caráter e as maneiras eram para isso modelados desde a infância. E que sustentáculo para a vida essa linhagem de antepassados, que haviam exercido a mesma profissão com honra e com dignidade! André Le Nôtre, por exemplo, que traçou os mais belos jardins e as mais celebres perspectivas, era filho e neto de arquitetos paisagistas. Foi feito nobre por Luís XIV.

13 de maio - Falecimento de D. Alberto Gonçalves, Bispo de Ribeirão Preto, e de D. Henrique César Fernandes Mourão, Bispo de Cafelândia. Comentários sobre o primeiro. Gilberto Freire ataca jesuítas que são defendidos no "Diário de Pernambuco" por parte de católicos eminentes.

20 de maio - VACINA. Os processos de esquecimento da opinião pública quanto às grandes atrocidades, como as cometidas pela Revolução Francesa e pelo nazismo. A ciência criminal tem demonstrado de modo irretorquível que a narração de crimes, feita com sensacionalismo, é nociva às massas. Evitando tal inconveniente, saber extrair dos horrores nazistas a vacina tirada do próprio mal

20 de maio - Nova et Vetera - Liberalismo, raiz do nacional-socialismo / Há quem classifique o nazismo como um movimento reacionário. Seria ele um inimigo ferrenho dos ideais da revolução liberal de 1789. É bem verdade que tanto o nazismo, quanto o comunismo procuram canalizar, a seu favor, o movimento contrário à decomposição liberal. Não é menos verdade, porém, que a essência do liberalismo se acha na própria estrutura do nazismo... e do comunismo. Para se compreender toda a hediondez do liberalismo e a responsabilidade que lhe cabe pelo caos em que se encontra atualmente o mundo, nada melhor que comparar nossa época, farisaicamente cristã e liberal, com a Idade Média. E este contraste nós o encontraremos nas seguintes páginas do livro “Liberalismo ou Nacional-Socialismo?” de Luiz Adolfo Esteves.

20 de maio - Oposição entre Catolicismo, socialismo e comunismo. A encíclica "Quadragesimo anno". Comunistas pretendem lançar diários no Brasil. Falece Pe. José Schrywers, um dos mais insignes autores espirituais de nosso século, vítima dos nazistas. Descoberto bunker de Goering.

27 de maio - O DISCURSO DO SR. PRESTES. Análise do pronunciamento feito no estádio Vasco da Gama, e retransmitido para todo País, em que afirmava que "os povos soviéticos, sob a direção do Partido Bolchevic de Lenine e do guia genial o marechal Stalin, são hoje o esteio máximo das Nações Unidas".

27 de maio - Nova et Vetera - Falseadores esquerdistas do regime democrático / Os demagogos liberais, cujo oportunismo nos autoriza a afirmar que estariam solidários com a direita totalitária se a esta coubesse o êxito no atual conflito, começam a sustentar a impossibilidade da existência de outra democracia a não ser a de pendores esquerdistas.

27 de maio - Comunismo-nazismo: mentalidade e costumes. Como distinguir os estilos de um e de outro? O comício de Prestes no Rio de Janeiro.

3 de junho - MUDOU O COMUNISMO ? "Morreu o nazismo e também o comunismo". O comunismo poderá fazer o que entenda enquanto o burguês anestesiado dorme o seu sono delicioso. Desnorteados, muitos são os que pensam que realmente o comunismo é outro: um stalinismo que respeitaria os grandes direitos essenciais da pessoa humana...

3 de junho - Nova et Vetera - A Internacional comunista e suas três mortes aparentes / Diante da nova tática adotada pela propaganda comunista torna-se interessante uma recordação do que foi o agir da Internacional desde o seu nascimento na primeira metade do século XIX. Essa breve incursão histórica nos mostrará que tal mudança de bordo não atingiu a essência do programa revolucionário, que quer impor ao mundo o Estado totalitário socialista, ficando apenas em sua periferia. E quando toca em alguns pontos de importância, como a noção da Pátria e de Religião é apenas de modo transitório, à espera de melhores tempos em que toda sua peçonha possa de novo ser lançada sobre a humanidade - Ataques ao direito de propriedade, à instituição da família, ao direito dos pais de educarem os filhos e incentivos ao movimento feminista.

3 de junho - Cidade de São Paulo dedica praça a Stalin; inglês proeminente favorável à eutanásia e a esterilização em caso de doença mental: medidas tão características do nazismo; em Copenhagem, resíduos nazistas atiram na multidão: exemplo de seu fanatismo delirante e feroz.

10 de junho - AINDA O COMUNISMO. Desfazendo o "bluff" da mudança que teria ocorrido no comunismo; todas as grandes revoluções têm feito recuos estratégicos; exemplo: a Revolução Francesa. A Igreja condenou não só o comunismo, mas o socialismo.

10 de junho - Nova et Vetera - A Internacional comunista e suas três mortes aparentes (II) / Já dizia Nosso Senhor que os filhos do mundo são mais atilados no trato com seus semelhantes, do que os filhos da luz. E um exemplo frisante dessa prudência nós o vamos encontrar no modo como é propagada e realizada a obra revolucionária de cujo programa faz parte a redução do mundo a um vasto e onipotente Estado totalitário socialista. A tática de disfarces camaleônicos dos socialistas. Tal tática vem sendo adaptada por uma seita socialista fundada no final do século XIX na Inglaterra e que possui filiais pelo mundo inteiro. Trata-se da "Sociedade dos Fabianos", que se propõe implantar o socialismo no mundo pela EVOLUÇÃO, apesar de não lhe repugnar a REVOLUÇÃO, se o ambiente e os tempos se mostrarem propícios. Ela é assim chamada por ter adotado como princípio determinante de sua política a CONTEMPORIZAÇÃO para chegar a seus fins e nisso procura imitar o modo de agir do pró-ditador romano Fábio Cunctator, durante sua luta contra Aníbal, a quem venceu em Tarento no ano de 215 antes de Cristo, pela tática morosa e paciente de cansar o inimigo.

10 de junho - Pio XI aguardou a ocasião para condenar o nazismo. Comentários a respeito da alocução de Pio XII sobre a Alemanha, condenando o nazismo e o comunismo. Quando um ideal meramente humano asfixia com um entusiasmo fanático as considerações de ordem sobrenatural. Ministro checo apela para a Rússia comunista. Tito, o Quisling vermelho, esboça aproximação com os católicos.

17 de junho - EM TORNO DE UMA ESTATÍSTICA. Análise dos argumentos comunistas sobre a causa do êxito militar alcançado pelas tropas russas em sua resistência contra o nazismo.

17 de junho - Nova et Vetera - A Sociedade dos Fabianos, Cavalo de Tróia Socialista / Continuação do estudo sumário sobre essa Sociedade, que muito bem caracteriza o processo de mimetismo desde o século XIX usado pelo socialismo para iludir os incautos e fazer entrar dentro da cidadela católica seu perigoso cavalo de Tróia. Análise de sua atuação sob os pontos de vista político (por exemplo, na direção da Liga das Nações), econômico (nacionalização das terras, ou em outras palavras, o confisco das propriedades particulares) e financeiro (com impostos exagerados, seu “seguro nacional de saúde” que proporciona cuidados médicos irrisórios).

17 de junho - Esterilidade na França e Inglaterra: terríveis prognósticos que mostram o perigo a que se expõem os povos que se afastam de Deus.

24 de junho - AINDA O PARTIDO COMUNISTA NA URSS

24 de junho - Nova et Vetera - O fabiano, socialista que se fez ermitão / Combater uma coisa vaga, que não é aquilo que mostra ser, é o mesmo que lutar com um fantasma num quarto escuro. Acendamos a luz e o duende se reduz a uma figura coberta por um lençol. Puxemos esse lençol e um homem de carne e osso se apresentará como alvo fácil - De que nos valerá compreender os fariseus, se não lhes combatemos as tramas, como fez Nosso Senhor? Não nos dá a Igreja, que é Mãe, um exemplo de amor a seus filhos ao fulminar um lobo voraz com as penas de excomunhão, para resguardo do rebanho? Ou terá sido Deus injusto ao lançar Lúcifer para todo o sempre nos abismos infernais como castigo de seu ato de orgulho e insubmissão? Eis um tema de meditação para quem é todo doçuras com os inimigos da Igreja, trazendo porém os olhos fechados às tremendas devastações que eles causam entre os bons. E nem se pode dizer que tais pessoas amam esses inimigos da Igreja, pois não empregam para com eles o dever de correção fraterna. Pelo contrário, com rasgados elogios, confirmam-nos em seus erros. Será que não existe no mundo gente de má fé?

24 de junho - Discurso de Churchill contra o Partido Trabalhista inglês, a evolução deste último num sentido socialista; Pio XI condena o "socialismo católico". - Continuam os boatos desencontrados sobre a morte de Hitler.

1° de julho - É justo que tributemos uma especial manifestação de aplauso ao heróis da FEB porque serviram ideais temporais sagrados e que interessam diretamente a própria civilização cristã. A Igreja é guardiã da moral e do Direito Natural.

1° de julho - Nova et Vetera - A “democracia” soviética vista por um sectário socialista

8 de julho - PAZ SOCIAL. As paixões em ebulição impedem ou dificultam a compreensão da verdadeira doutrina católica. É preciso deixar que elas se aquietem para que se entenda bem o ensinamento da Igreja. Desfazendo preconceitos que perturbam os espíritos em matéria relativa aos justos salários devidos aos operários.

8 de julho - Nova et Vetera - Fascismo, nazismo e contra-revolução / No nazismo, temos a cultura pagã e a certeza subjetiva da heresia. No comunismo, vemos a cultura proletária e a certeza subjetiva do fanatismo. Em ambos, o Estado totalitário, instrumento do Partido único (nazista ou comunista) ocupa-se de tudo, domina, organiza, decide, realiza tudo por si mesmo. Nessa escravidão ao Estado, tanto no nazismo como no comunismo, toda iniciativa particular, até a vida íntima, é suprimida. Ambos praticam o coletivismo, ambos não escondem o fato de serem socialistas. Tanto o nazismo como o comunismo proclamam seu ódio á burguesia e ao capitalismo. Ambos confiscam bens e propriedades. E enquanto o nazismo estendia a mão antes de mostrar as unhas, o comunismo a estende alegando havê-las aparado. Tanto num caso como no outro, porém, o fim visado é um só: esmagar a humanidade nesse amplexo “fraternal”... As execuções de um Felipe Egalité, de um Danton, de um Robespierre não provam que a revolução costuma devorar seus próprios filhos em benefício da causa que ela defende?

8 de julho - O sentido de uma manifestação religiosa é a proclamação pública de convicções que devem ser professadas diante de todos, para glória de Deus, para afervoramento dos tíbios, para santificação dos bons, e para firme e vigoroso escarmento dos maus. Devemos pedir graças espirituais para nós e pela Santa Igreja.

15 de julho - A CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA. Seu verdadeiro e profundo significado. Até a Revolução Francesa, o mundo não conheceu o agnosticismo de Estado. Nos povos pagãos como nos cristãos, era convicção o caráter religioso de que se deveriam revestir todas as manifestações da vida pública.

15 de julho - Nova et Vetera - Um precursor do anticomunismo de esquerda / Podemos classificar os equivocados inimigos do fascismo e do nazismo em dois grandes grupos: o dos ingênuos e o dos cegos voluntários. Os primeiros não percebem nem a burla de que são vítimas, nem os fatos gritantes que desmentem essa apreciação superficial do panorama político e ignoram onde vão terminar os cordéis que manipulam tais “reacionários”. Os segundos fingem ser vítimas dessa burla, percebem a verdade dos fatos e conhecem muito bem os senhores aos quais estão servindo mediante essa mistificação da opinião pública. Ambos os grupos, tomando os acontecimentos políticos em seu aspecto epidérmico, se fecham à evidência de que o nazismo e fascismo foram movimentos lançados para impedir e tolher a verdadeira reação contra a última etapa da revolução corporificada no Estado totalitário socialista - Veremos hoje como Napoleão foi um precursor de Hitler e de Mussolini ao servir de instrumento nesse torpedeamento da contra-revolução.

15 de julho - Nas prisões da Rússia o sangue dos mártires, ainda quente, sobe ao Céu bradando vingança. Esse passado não se esquece simplesmente porque os algozes de ontem sorriem hoje. - Dulçurosas propostas de comunistas brasileiros aos trabalhadores.

22 de julho - NOTAS E REFLEXÕES SOBRE O COMÍCIO DO PACAEMBU (de Luiz Carlos Prestes): se trata de preparar um imenso movimento de frente única "democrática", em que o elemento comunista seja o mentor, o dirigente e beneficiário; frente única de esquerdas para a qual se trata de atrair todos os incautos, todos os ingênuos, de qualquer religião.

22 de julho - Nova et Vetera - Quem manobra os cordões dos fantoches socialistas? / As medidas socialistas que vem surgindo na legislação moderna e as ameaças de novas conquistas revolucionárias serão fruto exclusivo da evolução da sociedade ou serão orientadas e dirigidas mediante um programa pré-estabelecido que se adapta e é corrigido conforme as reações que sua aplicação produz no corpo social?

22 de julho - Grande concentração católica no Largo da Sé onde todo o povo prestou solene juramento de jamais aceitar as doutrinas comunistas. - "Prelado" anglicano publica apelo a seus fiéis no sentido de evitarem o número excessivo de divórcios. - Exemplo de singular contradição em que cai o regime soviético quando adapta a seu uso certas práticas próprias às civilizações "burguesas", ou mesmo à civilização cristã. - As leis que equiparam as famílias legítimas às ilegítimas são perigosas e nocivas. 

29 de julho - FEB. "Da Europa recebemos missionários, à Europa pagamos com cruzados." Os mais elevados e profundos significados da participação do Brasil na II Guerra Mundial.

29 de julho - Nova et Vetera - Amanuenses e arquivistas do ex-Bispo de Maura / Não temos dificuldade em compreender o interesse demonstrado pelos agentes do Komintern em apresentar as atrocidades cometidas pelos comunistas na Espanha como simples ato de defesa da democracia. Trata-se de recurso hipócrita de que lançam mão aqueles que não tem coragem de enfrentar a opinião pública mundial e de apresentar sem rebuços seus desígnios e seus modos de agir.

29 de julho - Eleições britânicas: caiu Churchill; Rádio de Moscou ataca o Vaticano e procura apontar o Papa como um campeão do totalitarismo de direita.

05 de agosto - Enérgico protesto do Arcebispo de Londres contra qualquer combinação tendente a fazer da Polônia um Estado escravo; continua intenso o trabalho de rearticulação de islamitas no mundo inteiro.

12 de agosto - PELA EUROPA. O mundo tornou-se pequeno. A interpenetração de comunicações traz consigo a interpenetração de idéias e problemas. Tudo se internacionalizou. Análise das eleições inglesas. Motivos da queda de Churchill: os medíocres julgam que poderiam fazer mais e melhor do que os grandes homens, sentindo-se "ofendidos" e "esmagados" pela estatura de tais gigantes.

12 de agosto - "Te Deum" pela rendição do Japão - breve, mas denso resumo histórico da catolicização nas terras do Sol Levante; Brasil: alvo de uma predileção especial da parte da propaganda soviética que fala da tolerância e da liberdade, quando conspira para nos trazer perseguição e tirania.

19 de agosto - Ex-Bispo de Maura, que conferira o sacerdócio ao Sr. Salomão Ferraz no Rio de Janeiro, lhe conferiu em São Paulo o caráter episcopal.

19 de agosto - Nova et Vetera - Os bastidores do socialismo inglês

26 de agosto - COMENTÁRIO INFORMATIVO À MARGEM DE UM TRISTE DOCUMENTO (o "Manifesto" do ex-Bispo de Maura - a "igreja" católica brasileira)

26 de agosto - "Pravda" injuria a Inglaterra e os USA porque querem nos Balcãs eleições limpas... e clama contra o Vaticano, a quem acusa de totalitário, porque a Igreja procura contrariar as manobras do comunismo na Europa; declaração do Ministro do Exterior da Inglaterra: instrumentalização do qualificativo de "fascista" a elementos que absolutamente nada têm de tal.

26 de agosto - Nova et Vetera - O Barão de Münchhausen num chinelo / Por mais que se esforcem os chefes nacionais comunistas, como o Sr. Luiz Carlos Prestes, não conseguem ocultar a mão que os dirige e orienta. Precisaríamos de um novo Horácio para satirizar essa imensa bajulação praticada por pessoas que até ao ridículo se escravizam a um poder humano e ao mesmo tempo se propõem lutar contra “a exploração do homem pelo homem”...

2 de setembro - SARMENTO SEM SEIVA. O fundador da "igreja católica brasileira", triste ilustração da parábola dos sarmentos que se destacam da vinha, ficando expostos à corrosão de todos os vermes. - Capitulação completa de certos protestantes diante daquilo que é, depois do nazismo, o "inimigo n.º 1" da Igreja e da civilização de Nosso Senhor Jesus Cristo, ou seja o comunismo.

2 de setembro - Nova et Vetera - O dever do voto e a união dos católicos / Qual será o bom candidato? Será aquele que possua competência e capacidade para preencher a função que lhe será confiada. A competência exige o conhecimento dos problemas sociais que se expõem ao estudo da assembleia da qual o eleito fará parte; ou se este conhecimento atual falta, a capacidade e a vontade de adquiri-lo. Será um candidato honesto, que permita acreditar prudentemente que cumprirá a função que lhe será conferida conforme as leis da religião e as exigências do bem comum. A honestidade exige que o candidato tenha a vontade de defender ou de realizar as outras condições essenciais à vida e à prosperidade do país e que são: a família com sua indissolubilidade e sua unidade, com sua liberdade de instruir e de fazer instruir seus filhos em conformidade com seus princípios religiosos; a propriedade com os direitos do capital e do trabalho, com as obrigações de justiça social e de caridade; a autoridade com o caráter de missão divina que impõe seus justos mandatos à obediência dos subordinados e com sua função de guardiã e de promotora do verdadeiro bem comum.

2 de setembro - O ambiente em que nasce a "igreja católica brasileira"

9 de setembro - Destacado membro do Partido Trabalhista Britânico proferiu violento discurso "para que a Grã Bretanha e os Estados Unidos entregassem o segredo da bomba atômica à União Soviética"; na Checoslováquia os sovietes prosseguem ativamente na bolchevização do país; "As estátuas na ornamentação das ruas de São Paulo", conforme os projetos do Sr. Prestes Maia.

9 de setembro - Nova et Vetera - A coparticipação nos lucros e na gestão das empresas / As medidas preconizadas por Leão XIII ou por Pio XI no campo social e econômico pressupõem o homem com sua natureza decaída, e capaz de reerguer-se apenas com a graça de Deus, pela prática das máximas contidas nos Evangelhos e pela recepção dos sacramentos. Embora muito tenhamos que fazer no campo social e econômico para minorar o sofrimento dos desprotegidos da fortuna e para elevar o nível de vida das classes operárias, a fim de lhes proporcionar uma subsistência compatível com a dignidade humana é mister evitar o messianismo da “Nova Ordem”, que seria a transformação da terra num novo jardim de delícias.

16 de setembro - INTERCONFESSIONALISMO. Comentários à "pastoral" do Sr. Salomão Ferraz (da igreja católica brasileira): trata a Igreja e todas as seitas, como se cada uma delas fosse uma modalidade legítima de bem, contivesse um aspecto diverso, porém igualmente verdadeiro, daquela verdade religiosa total que a "grande família da fé universal" professa.

16 de setembro - Nova et Vetera - A paz social e o espírito do mundo / Diz Santo Agostinho, na “Cidade de Deus”, que Nosso Senhor costuma castigar por meio de flagelos juntamente os bons e os maus, porque os bons de ordinário dissimulam a maldade dos maus, sem ensiná-los nem adverti-los de seu fatal estado, entre outras razões “porque desejamos evitar inimizades que talvez nos impeçam e prejudiquem em nossos interesses temporais”. Entre os sinais característicos desses semicatólicos: a pretensão de tudo conciliar. Desse falso espírito de conciliação nasce a diminuição e confusão das verdades sobrenaturais, o laxismo, a indiferença religiosa a deturpação de nossa Fé, como é por exemplo a visão unilateral das verdades reveladas. Realçam-se as verdades suaves e consoladoras - ocultam-se as verdades austeras. É o império da prudência da carne. Os semicatólicos ou católicos vacilantes têm grande admiração pelo que está na moda. Para o semicatólico a salvação do mundo não se acha em Jesus Cristo e em sua Igreja, mas em quantos “salvadores” se apresentam para revolver a “questão social” por meios humanos, sejam esses “salvadores” simples indivíduos ou sejam sistemas revolucionários.

16 de setembro - As táticas e os propósitos soviéticos são desleais: o fechamento da III Internacional não foi senão um expediente para ocultar melhor a expansão mundial do comunismo; é essencial que os Aliados façam declarações peremptórias acerca do paradeiro de Hitler para evitar que o monstruoso ditador pardo reapareça no cenário. 

23 de setembro - O bafo que constitui o que há de mais característico na atmosfera dos campos de concentração é um bafo do inferno. O primeiro dever de caridade não é para com o algoz, mas para com as vítimas e estas têm o direito de contar com o apoio da opinião católica no mundo inteiro. - Visita do inventor da penicilina ao Santo Padre: a Santa Sé foi, em todos os tempos, animadora da verdadeira ciência.

23 de setembro - Nova et Vetera - Serão cegas as forças da Revolução?

30 de setembro - Nova et Vetera - O Cooperativismo e sua contrafação totalitária / Quando uma ideia justa em seu sentido restrito procura tomar um valor absoluto, não é raro que termine caindo no erro. É o que se dá com a ideia do cooperativismo que, aplicada em sentido universal, equivale ao mais completo coletivismo. Essa organização cooperativista toma por base o consumidor, isto é, todo o mundo, pois todos são consumidores, sem delimitação de espécie alguma, nem regional, nem mesmo nacional, e tende a se transformar num imenso democratismo, cujos manipuladores, supondo-se completa a realização do programa, teriam em suas mãos a vida política, econômica, social e até mesmo moral dos povos assim federados. Para o católico, qualquer tentativa de implantação de uma reforma social baseada nesse pan-cooperativismo estatal ou para-estatal, nada mais será que um artifício a mais, usado a fim de iludir o povo, na tentativa de condução da humanidade ao Estado totalitário socialista.

7 de outubro - FÁTIMA. Toda a crise contemporânea e suas raízes profundas, tudo que mais a fundo interessa à humanidade inteira, tudo isto Nossa Senhora o confiou a três pastorinhos portugueses, para que dos lábios destes pequeninos pendesse, para o mundo orgulhoso e abatido, a terrível e maravilhosa mensagem.

7 de outubro - Nova et Vetera - O trabalho social e a “nova ordem proletária” / A sociedade tradicional e católica sempre se baseou na noção do “trabalho social”, do trabalho que não pertence a uma única classe, mas que é desempenhado por todo o corpo social, desde o chefe de Estado ao mais humilde varredor de rua - Todo o mundo deve trabalhar, mas não é necessário que cada um faça toda espécie de trabalho. Basta que faça o trabalho que lhe convém e com isto faz mais para a sociedade do que se se metesse em tudo. Se o arquiteto faz o trabalho dos pedreiros, e se se esquece do seu próprio, que será da construção? Que os pequenos façam, portanto, o pequeno e que os grandes acompanhem e guiem os pequenos, sem o que não sairemos jamais dessa confusão, que é característica de nossa situação social.

7 de outubro - A aproximação com o nazismo havia sido funesta aos japoneses, especialmente porque havia reforçado neles o apego às suas próprias superstições pagãs; outro aspecto da diplomacia russa: sua ostentação de luxo em franca contradição com todos os princípios soviéticos; outra amostra do que teria valido o esforço de guerra soviético sem o apoio aliado.

14 de outubro - O COMUNISMO. Seu materialismo conduz ao despotismo tirânico policialesco, à coerção do direito de propriedade e à dissolução da família. Diante do comunismo e de suas nefastas consequências o católico convicto deve erguer-se com desassombro, depositando toda confiança na Barca de Pedro que jamais desaparecerá.

14 de outubro - Nova et Vetera - Do anticomunismo fascista ao anticomunismo esquerdista / Nazismo e fascismo, e todos os seus “símiles” em todas as latitudes, longe de serem movimentos de reação contra o comunismo, apenas acenavam com o slogan da “luta contra o bolchevismo” para neutralizar a ação de qualquer outro movimento contra o totalitarismo socialismo. Daí seu ódio em relação à Igreja, que é capaz de inspirar o único movimento real e sinceramente anticomunista... Onde o comunismo não consegue entrar, a esquerda socialista força a brecha. E onde o socialismo cru também é repudiado, procura-se passar o contrabando de um socialismo atenuado. Exemplos concretos com o nazismo e o fascismo.

14 de outubro - Análise das declarações contra o comunismo feitas por D. Jayme de Barros Câmara, Arcebispo do Rio de Janeiro; condenação de Laval, homem público francês que "inaugurou um tipo novo de traição".

21 de outubro - GRIGNION DE MONTFORT. A "bomba atômica" da Providência e que tem um nome muito doce: "O Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem". Pois as "bombas" da Igreja são "bombas" de Mãe, não para matar mas para ressuscitar da morte do pecado.

21 de outubro - Nova et Vetera - Ainda os cordéis que manobram o totalitarismo socialista / Não nos temos cansado de dirigir a atenção de nossos leitores para o fato de ser a luta destinada à implantação do Estado totalitário socialista no mundo, uma luta de várias frentes, que se estende desde o mais radical e façanhudo comunismo ou nazismo, ao mais brando e hipócrita “socialismo cristão”. De que se trata de um plano comum, para martelar a cidadela católica, não resta dúvida alguma - De onde promana o comando dessa frente única das forças totalitário-socialistas? - Que nos resta fazer? Empregar contra esse flagelo que nos ameaça o mesmo remédio que livrou o mundo dos despostas totalitários do cesarismo pagão: a prática fiel e completa da doutrina social da Igreja, que pressupõe a reforma dos corações e das vontades, orientando o homem para Nosso Senhor Jesus Cristo, que hoje como ontem e amanhã, para todo o sempre é o Caminho, Verdade e Vida.

21 de outubro - Comunicado da Cúria Metropolitana: Os católicos e o momento político; a situação no Oriente Próximo tende-se a agravar.

28 de outubro - Comentando... A família e o Estado totalitário / Alocução de Pio XII (21-10-1945) a respeito da situação da mulher na sociedade e de suas novas obrigações. Não são apenas as funções próprias à maternidade que o Estado totalitário se arroga, mas pretende exercer todas as funções de preservação e aperfeiçoamento, normalmente confiadas ao cuidado dos particulares. Basta que o indivíduo se abandone ao Estado, mas, por isso mesmo, o Estado se torna dono do indivíduo. O característico próprio da pessoa humana está nesta capacidade que temos de desdobrarmo-nos sobre nós mesmos, possuindo-nos, sendo responsáveis por nossos atos e pela nossa perfeição ou imperfeição e correndo todos os riscos que isto implica. Quem não aceita estes riscos, não é capaz de ter uma personalidade, não se compadece com a vida cristã e seu destino sobrenatural.

28 de outubro - O partido socialista cristão dirigido por membro da igreja católica brasileira: recordando o caráter anti-católico de tal partido; a situação política na França: para o verdadeiro católico, só há um meio de ser verdadeiramente patriota. É de compreender que os interesses espirituais e temporais mais profundos de sua Pátria estão em consonância estrita com o Catolicismo, e que é de uma fidelidade inquebrantável e absoluta a Roma que deriva toda a grandeza religiosa e cívica de um país.

28 de outubro - Nova et Vetera - Povo e massa, democracia e demagogia / A natureza humana corrompida pelo pecado original que explica a cegueira da humanidade ao insistir nos mesmos erros que provocaram esta última e tremenda hecatombe, a II Guerra Mundial. Com efeito, de nada valeu o exemplo do totalitarismo socialista da direita, pois que povos inteiros se precipitam na voragem do totalitarismo socialista da esquerda, mediante os mesmos processos demagógicos que vem transformando os povos em massa amorfa, que os manipuladores sem escrúpulos agitam de um lado para outro, ao sabor das conveniências das forças do mal, coligadas contra a civilização católica. E é importante assinalar que a tática da agitação e direção das massas, característica do nazismo e do fascismo, é de inegável origem comunista.

4 de novembro - O GRANDE DEVER. Fim do regime de Getúlio Vargas. O motivo essencial por que nos rejubilamos com a nova situação: restaurou-se o regime jurídico, renasce com ele a nova ordem natural; e a Civilização Cristã respira por fim. As disputas partidárias só serão simpáticas, na medida em que facilitarem, dignificarem e acelerarem a marcha do país para a sua constitucionalização.

4 de novembro - Nova et Vetera - O “direito da força” e a força do direito / A humanidade ainda não se libertou completamente dos efeitos nefastos das doutrinas que negam o direito, ou o violam, sobretudo das doutrinas que pregam “o direito do mais forte”, que faz com que o êxito seja o critério para se avaliar o justo. Alguns trechos magistrais professor Guido Gonella (redator do “Osservatore Romano” e catedrático da Filosofia do Direito da Universidade de Bari, posteriormente Ministro da Itália) em seus “Princípios básicos para uma ordem internacional” - "Muitas tentativas se fizeram para disfarçar em direito as criações da arbitrariedade, para fazer aparecer como justo o que não era mais que amargo fruto da imposição, para persuadir ao oprimido de que a servidão podia ser mais proveitosa que a liberdade. E quando o direito positivo já não oferecia a estes tais liberdades, nem argumentos, nem expedientes sofísticos, então apelavam para a história, na qual nunca faltam exemplos de fraudes, como se uma iniquidade precedente pudesse oferecer argumento para justificar uma iniquidade subsequente".

4 de novembro - Partidos comunistas, joguete do imperialismo russo. Exemplo da insinceridade soviética: a guerra civil na China diretamente estimulada pela URSS, um novo choque contra a pacificação do mundo.

11 de novembro - Eleições na Hungria: resultados desfavoráveis aos comunistas; na Rússia, comemoração pelo 28º aniversário da revolução bolchevista: as propagandas nazista e comunista - o processo é o mesmo, e a finalidade a mesma: iludir o próximo; em Manilla, perseguição aos católicos por parte das autoridades militares nipônicas; continua bastante indecisa a situação na França.

11 de novembro - Nova et Vetera - O espírito de Munique, a inflação dos tratados e a moral dos “outlaws” / Causas do caos nas relações internacionais

11 de novembro - Comentando... A lei do trabalho / Foi o Cristianismo que dignificou o trabalho, entendido no seu sentido comum e corrente, de trabalho material para o sustento da vida. Entretanto, a partir do século passado XIX, começaram a surgir certas doutrinas que visavam já não mais a dignificação do trabalho, mas a supervalorização, o que é coisa assaz diversa. Porém, como é fácil confundir dignificação com supervalorização, acontece que frequentemente estas doutrinas procuram louvar-se no cristianismo e, mesmo, quiseram e ainda querem comprometer consigo o cristianismo. Estas doutrinas de supervalorização do trabalho são intrinsecamente revolucionárias e tendem para os radicalismos de esquerda ou de direita, e foi por causa de sua confusão com o cristianismo que surgiu a ideia de que este era uma força revolucionária, tendo sido Jesus Cristo o primeiro socialista, senão bolchevista - O cristianismo sempre atribuiu a mais insofismável primazia à vida contemplativa sobre a vida ativa. Nada mais árduo do que “vacar nas coisas espirituais” e, sem a graça, ninguém suportaria a vida contemplativa cristã. Quem tiver dúvidas, leia São João da Cruz - Comparação do trabalho com o sofrimento.

11 de novembro - Mentalidade mecânica / Cada época tem o seu tabu. Houve o tabu da liberdade, o tabu do liberalismo e depois o tabu da disciplina, o tabu do totalitarismo. Cada um destes tabus era seu tempo, e o é ainda para muitos, ao menos, uma espécie de gazua que abriria todas as portas, uma espécie de fórmula mágica, um “abre-te Sésamo” que em três tempos é capaz de tornar feliz a humanidade inteira. Verificado o malogro de um tabu, corre-se a outro. E assim o homem se vem enganando, iludindo a si mesmo empurrando a vida no meio de fantasias delirantes. Pois um tabu agora é a mecânica - Onde se sobrepõe a matéria ao espírito, a forma ou técnica ao princípio, o desastre é inevitável.

18 de novembro - UMA PÉSSIMA LEI. Simplicidade, clareza, lisura, são predicados essenciais de toda lei eleitoral bem feita. Falta à nossa lei a fidelidade em exprimir a verdadeira opinião por um verdadeiro resultado. O corretivo para as lacunas do sistema eleitoral então em vigor.

18 de novembro - Nova et Vetera - A Igreja, guardiã do direito das gentes / Deus vê nas consciências; por conseguinte seu testemunho, tanto quanto seu castigo (por ser Ele a justiça suprema) tem os caracteres da infalibilidade e da inexorabilidade. Seu castigo recai não somente sobre o príncipe que se desonrou com a infidelidade, mas também sobre os povos. A violação de um tratado desonra a todo um povo. Com o Cristianismo, o imperativo religioso de respeitar os tratados, já admitido no Antigo Testamento, se torna ainda mais forte, porquanto robustece os laços espirituais interiores da obrigação. Com a “laicização” do direito, a norma “pacta sunt servanda” perde seu caráter sagrado, e assim fica destruída a mais valiosa defesa da inviolabilidade dos compromissos sancionados pelos tratados. Foram precisamente os teólogos e os filósofos cristãos que fundaram e elaboraram, com singular amplitude de investigação, a doutrina do direito das gentes.

18 de novembro - A URSS entraria em guerra caso não lhe fosse entregue o segredo da bomba atômica? Esta pode ser roubada e disparada por algum grupo de gangster ou malfeitores, pode ser utilizada em guerra civil por um partido contra outro. Se todos os países tiverem a bomba, será ela menos utilizada do que se só alguns a tivessem?

25 de novembro - PARTIDOS, CANDIDATOS, ELEIÇÕES. Inclusão do pintor Cândido Portinari na chapa do Partido Comunista Brasileiro: entre as concepções filosóficas, morais, sociais de um artista e a sua produção, há um nexo profundo.

25 de novembro - Nova et Vetera - Comunismo não, socialismo sim? / Ambos são condenáveis à luz da doutrina católica e do próprio direito natural. Citações de Papas.

25 de novembro - A URSS acende a guerra na China, na Pérsia. E no Ocidente deglute pacificamente a Europa centro-oriental e clama contra o monopólio da bomba atômica. Hoje, fala-se em cortesia francesa, pontualidade britânica, cavalheirismo espanhol, etc. Dia virá em que se falará também em cinismo soviético...

2 de dezembro - VERDADE AMARGA. "O Brasil só será inteiramente cristão em sua vida política e jurídica se for reformada a presente lei eleitoral. Reclamar sua abolição é pedir para a opinião católica um novo 13 de Maio".

2 de dezembro - Nova et Vetera - Ainda a demagogia da nova ordem proletária / Marx faz provir a mais-valia apenas do operário. Entretanto na produção da mais-valia não concorre apenas o operário com o trabalho, mas também o capital. Sem matéria prima e sem meios de produção o operário nada poderia fazer. A produção é fruto do trabalho, não há dúvida, mas não é fruto exclusivo do trabalho, mas também do capital. E sem contar o trabalho de direção que comumente o capitalista desempenha, nada valerá o risco a que se expõe, adiantando o capital, aguardando a venda da mercadoria, e enfrentando a incerteza do êxito? Erra, portanto, o socialismo científico quando condena a propriedade individual dos meios de produção e considera como vampiros todos os capitalistas. O lucro do capitalista é legítimo.

2 de dezembro - Em 1940, o "Legionário" sustentava uma veemente campanha anti-nazista e antifascista, mal compreendida por muitos elementos e quiçá por alguns católicos que acharam que "faltávamos com a caridade". Igualmente, não deixou de increpar o comunismo. Como é agradável ser coerente. E como o passado é doce de recordar - embora o presente seja por vezes duro de viver - para os homens coerentes!

9 de dezembro - DURANTE AS APURAÇÔES. Habituada pela imprensa sensacionalista a viver em presença de acontecimentos berrantes e inesperados, a humanidade parece ter perdido sua aptidão gustativa para tudo o que não é de "última hora". As apurações das últimas eleições vieram dar atualidade maior ao problema criado pela lei eleitoral vigente.

9 de dezembro - Nova et Vetera - A “união nacional” e a tática do terreno comum / Quem poderia em sã consciência dizer que o combate ao comunismo não é um dever dos católicos? - A palavra “heresia” vem do vocábulo grego que significa “escolha”, porquanto incorre em heresia quem escolhe a doutrina que mais lhe apetece, abandonando a verdadeira doutrina da Santa Igreja. - Que diferença há entre quem assalta seu semelhante com metralhadora e quem confisca propriedades por meio de leis totalitárias?

9 de dezembro - Dizem os próprios comunistas no Brasil: "Os comunistas orientam sua ação pelo materialismo marxista"; a proclamação da república na Iugoslávia, o que, naquele país, significa tão somente uma conquista de terreno em favor da URSS; na China e em Teerã, recuos ocidentais - teremos um outro Munique no Oriente? Na Inglaterra, nem todos se apercebem de que vão caindo uma a uma as defesas do Ocidente cristão contra a URSS; que se leia e medite o último discurso de Churchill na Câmara dos Comuns.

16 de dezembro - PERIECOS. Em Esparta havia: 1) a aristocracia militar onipotente; 2) os ilotas, sem direito à vida, nem à honra, nem à liberdade; 3) entre uma e outra classe, numa situação mista, ambígua, contrafeita, estavam os periecos, cuja condição era respirável, mas sem honra. Ou seja, insuportável para os que se sentem nascidos para algo de mais alto do que matar a fome, viver bem, viver na terra como se não houvesse Céu. É esta condição de uma sórdida e temperada inferioridade, que toca aos católicos, por causa da legislação eleitoral em vigor.

16 de dezembro - Nova et Vetera - Os “heróis” da Constituinte / Processo demagógico e nada original com que os líderes da “revolução proletária” procuram captar as simpatias do povo ingênuo. A história recente denuncia a insinceridade de tal manobra, simples engodo e artifício para a escalada do poder. Exemplos da revolução comunista na Rússia.

16 de dezembro - Por toda parte em que aparecem conflitos ou problemas, ouve-se a voz ou pelo menos sente-se o hálito empestado soviético; repetidos telegramas de Moscou acusando o Vaticano de estar procurando salvar os restos do totalitarismo no mundo inteiro.

16 de dezembro - Comentando... O grande suicídio / Nossa própria civilização hodierna entrou em bancarrota. O decréscimo da natalidade apenas exprime esta falência. Quase ninguém vê nada mais além do próprio egoísmo. Só os valores de utilidade ficaram de pé. Também há uma técnica de manejar os homens. Mas depois disto, só mesmo o desespero ou a conversão.

23 de dezembro - AINDA A LEI ELEITORAL. Descrição do sistema em que se elegeu a Constituinte de 1934 e "cuja restauração devemos pleitear".

23 de dezembro - O embuste comunista da luta contra o nazi-fascismo / A se acreditar na linguagem dos corifeus do comunismo, a Rússia soviética foi, no mundo inteiro, o único baluarte do povo sofredor na luta contra o nazi-fascismo. A realidade, porém, é bem outra.

23 de dezembro - Estamos na torre de Babel. A confusão das línguas dispersou os construtores do orgulhoso monumento. Hoje, a confusão das línguas já não é o nosso único mal. Temos a confusão das idéias.

23 de dezembro - Nova et Vetera - Lúcifer, pai dos totalitarismos / A queda dos anjos e dos homens não passou de tentação de naturalismo, e neste erro temos a explicação de todas as aberrações do espírito humano através dos séculos.

30 de dezembro - AS ALTERAÇÕES NO SACRO COLÉGIO (sua universalização). A última guerra desencadeou forças psicológicas verdadeiramente bestiais. Parece que o senso de justiça, de equilíbrio, de decência foi banido da face da terra. No fanatismo da luta as posições imparciais correram grave risco de ser incompreendidas de ambos os lados. Experimentou-o o próprio Pontífice. - Refulgente dessa santa e católica universalidade, a Igreja de Jesus Cristo mostrará mais claramente que transcende do tempo e do espaço, e pairará de modo ainda mais perceptível, acima das míseras contendas dos homens.

30 de dezembro - Viena é naturalmente destinada a ser um baluarte da Igreja contra o protestantismo prussiano e o ateísmo soviético.