Cartas de elogio de personalidades eclesiásticas relativas a obras do Prof

 

Artigos em O Legionário,
órgão oficioso da Arquidiocese de São Paulo

ANO DE 1937

3 de janeiro - CATOLICISMO E POLÍTICA. A última forma de propaganda inventada pelo “governo” comunista de Valência é a de passar como católico. Declarações de dois espanhóis: o “escritor de vanguarda José Bergamim... conhecidamente católico...”(sic) e José Maria Izaurieta, delegado do Sr. Irujo, Ministro basco do governo de Valência - Recordando o ensinamento do Papa Pio XI na Encíclica “Quadragesimo Anno”: “catolicismo e socialismo são termos contraditórios” - Tese de José Izaurieta que advoga o primado do temporal, a colocação do separatismo basco, do político, portanto, acima da ordem espiritual. E qual é a doutrina católica sobre a matéria? - Declaração dos Bispos de Vitória e Pamplona: "Chega a iliceidade à monstruosidade quando o inimigo é este monstro moderno, o marxismo ou comunismo, hidra de sete cabeças, síntese de toda heresia, oposto diametralmente ao cristianismo em sua doutrina religiosa, política, social e econômica."

3 de janeiro - COM O PAPA, PELO CRISTO. O Papa está presente, pelo pensamento e pela ação, em todas as partes do mundo. Neste ano que se inicia, nosso coração voa no seu leito de dor. Todo o afeto de que somos capazes é para ele. Porque ele é, para nós, a clarabóia aberta sobre o Céu, através da qual filtra a luz de Deus. Para o Papa, com o Papa, pelo Papa é nosso verdadeiro programa.

3 de janeiro - UM ANO DE LUTA E DE VIGÍLIA. Comentando sistematicamente os acontecimentos ocorridos em 1936, o “Legionário” julga ter prestado à causa católica um serviço útil: desintoxicar os leitores dos frutos da imprensa neutra e dar-lhe informação cívica realmente católica, foi nosso constante escopo. Assim, esta folha já não é só uma escola de jornalismo, mas também de civismo.

3 de janeiro - PONTO DE HONRA. Há muito tempo vem o “Legionário” insistindo sobre a felonia com que certos políticos procuram atrair as boas graças do eleitorado católico: sorrisos à vontade, mas parcimônia absoluta quanto a qualquer medida legislativa verdadeiramente útil à Igreja. Vem agora o saliente político Paulo Duarte, e coloca-se ostensivamente em uma trincheira oposta à nossa. E, com a insuspeição decorrente de seu discurso franco, desmascara os finórios que querem acender uma vela ao diabo e outra a Deus. Não pode ter melhor confirmação a tese do “Legionário”.

3 de janeiro - Se o “Legionário” procura mostrar aos seus leitores os esforços que tem realizado, não o faz para lisonjear sua vaidade. Formou-se entre nós a lenda de que a imprensa católica é coisa votada, no Brasil, a irremediável fracasso. O “Legionário” tem a obrigação de mostrar que, tanto quanto possível, ele está procurando desbravar humildemente este caminho reputado intransitável. Fazendo-o, não deseja nem espera aplausos por parte de seus leitores. O que quer é muita oração e muita cooperação - 50% do orçamento francês é consumido pelo pagamento de juros da dívida pública e para a aquisição de novos armamentos, ou seja vai para um "clã" de privilegiados - Há muita gente interessada em que o Santo Padre morra. Não podendo provocar a realização desse desejo, matam-no ao menos por telegrama... - Na Espanha, foram mortos, até agora, 10 Bispos e 5.000 sacerdotes.

3 de janeiro - NOSSOS EDITORIAIS. Resenha dos fatos mais importantes ocorridos em 1936, acompanhados dos respectivos comentários do "Legionário".

10 de janeiro - PAZ. Nosso programa para 1937 deve ser a paz. Categoricamente, peremptoriamente, queremos paz.

10 de janeiro - O papel do Brasil no Século XX. Impressões de um jornalista francês – O que ele viu e nós não vemos / Voltando-se só para Cristo, este povo que é “doce, benevolente e acolhedor”, aumentará em qualidades e vencerá, alcançando no universo a maior das glórias: o reinado do Catolicismo.

10 de janeiro - O Presidente da República, em sua mensagem de Ano Bom, deu como definitivamente assegurada, no Brasil, a tranqüilidade social. Desejaríamos ser da opinião de Sua Ex.a. Infelizmente, porém, não podemos concordar com sua afirmação - O brilhante jornal católico Italiano “L'Avenire d'Itália” publicou artigo sobre a 8ª Conferência Pan-Americana de Buenos Aires, o qual mostra que esta última falhou - Na Itália, o ano acaba atualmente não mais a 31 de dezembro, mas a 28 de outubro, que é o aniversário da marcha fascista sobre Roma. Quem, no entanto, ousaria afirmar que o Nascimento de Cristo foi menos importante para a História do que essa marcha?

17 de janeiro - MEIA VOLTA, VOLVER. A política brasileira está sendo teatro de uma reviravolta que desnorteia os observadores mais experimentados. Depois da repressão havida por ocasião da intentona comunista em novembro de 1935, passou-se um longo ano. Inquirem-se agora as primeiras testemunhas. Quase todas elas são recrutadas entre os mais altos funcionários do Estado, entre amigos íntimos do Governo Federal. E o que estes afirmam é a inteira inocência de acusados cuja culpabilidade é mais do que evidente. Onde está hoje toda aquela imprensa aguerrida que ainda ontem denunciava com uma veemência sagrada toda a “clique” que hoje caminha para a reabilitação?

17 de janeiro - O Governo do Estado de São Paulo abriu um crédito de 2.000 contos de réis para a construção de nossa Catedral. Ele realiza, assim, a colaboração entre a Igreja e o Estado, preceituada pela Constituição de 1934 - Trotzky desembarcou no México “vestido com elegante costume de golf, cor de cinza escuro e gravata cor de framboesa”. Não é só ele que aprecia os trajes elegantes. Em geral, todos os extremistas de esquerda se parecem com Trotzky neste ponto. Simplicidade, modéstia, é muito bom... para os outros.

24 de janeiro - CEGOS, MUDOS, PARALÍTICOS. Na Câmara Federal do Brasil, trava-se atualmente um gravíssimo debate. Um deputado filiado à maioria denuncia o Ministro Interino da Justiça como cúmplice da propaganda comunista. O noticiário é eloqüente e o Sr. Agamenon Magalhães fez coisas realmente estranhas - Imprevidentes como se fossem cegos, silenciosos como se fossem mudos, inertes como se fossem paralíticos, muitos daqueles que mais razões teriam para atacar o comunismo, “deixam correr o marfim”. Quando, porém - o que Deus não permita - se atearem aqui os primeiros incêndios, correr o primeiro sangue, forem imoladas as primeiras vítimas de algum novo conflito social, o Brasil pedirá contas aos cegos, aos mudos, aos displicentes, dos crimes que, por sua cegueira, por sua mudez, por sua displicência, se tiverem praticado. Neste dia, assim o esperamos, a consciência católica do povo se arvorará em juiz dos seus pilotos míopes.

24 de janeiro - 500 mil operários católicos se reuniram em Paris para ouvir a palavra do Cardeal Verdier a respeito da questão social e da atitude que, perante ela, devem assumir os trabalhadores católicos - Não é só o operariado que na França reage contra a ameaça comunista. O General Gamelin, que é uma das figuras de maior prestígio no Exército francês, fez um brilhante discurso em que, diagnosticando o mal de que seu país padece e que o atirou às beiras do comunismo, apontou como causa última a sede de prazeres materiais. Como remédio supremo, o General indicou a Fé - O grande industrial Flick doou a Hitler seu castelo, avaliado em dez milhões de marcos. A razão do donativo está em que, desde o advento do hitlerismo, dobrou sua fortuna. Restaria saber se ele também dobrou o salário de seus operários - Na Polônia foram presos, em 1936, dez mil e setecentos comunistas.

31 de janeiro - OS GOVERNADORES. O intercâmbio de visitas entre políticos brasileiros do Norte e do Sul, e políticos paulistas, produziu os melhores resultados. Realmente, ninguém ama o que não conhece. Para a maior parte dos brasileiros residentes às margens do Capeberibe, do Amazonas ou do Chuí, os habitantes do Tietê são irmãos desconhecidos, cujos hábitos, cujo progresso, cujo valor, lhe parecem determinar uma atitude de orgulho insolente, incompatível com o convívio fraternal de diversos Estados num único e grande Todo. Por outro lado, o paulista se supõe, muito freqüentemente, invejado, espiado, caluniado. Olha seus irmãos não com a simpatia com que o morgado considera seus irmãos mais moços e menos favorecidos, mas com o terror com que o capitalista pensa na parentela invejosa, insaciável e caluniadora. Essa situação fora criada pelos erros dos revolucionários de 30 e pela perfídia dos comunistas.

31 de janeiro - O Governo da França acaba de condecorar, como oficial da Academia, o Padre Marcel Gaydon, capelão da colônia francesa nesta Capital e do Ginásio Franco-Brasileiro - Mensagem de Mauriac aos intelectuais Brasileiros: "O papel providencial da França no mundo não está ainda terminado. Não estamos desesperados. Muitas coisas morreriam conosco se devêssemos perecer" - Artigo de Henri Massis, na “Revue Universelle”, em que este escritor acentua o papel de extraordinário relevo que os carlistas espanhóis estão desempenhando na repressão ao comunismo na sua Pátria.

7 de fevereiro - DOIS PROCESSOS. Simultaneamente estão se desenrolando dois processos, um na Rússia e outro no Brasil. Na Rússia, trata-se de apurar a culpabilidade de trotzkistas que atentaram contra o regime stalinista. No Brasil, comunistas que fizeram a intentona de 35 são julgados com "argumentos" sentimentais para tentar inocentá-los. A diferença entre os dois processos é, pois, radical - Características do regime bolchevista: 1) ateísmo radical; 2) supressão da propriedade individual; 3) execração do instituto da família.

7 de fevereiro - Assembléia do clero anglicano aprovou uma resolução que autoriza as pessoas divorciadas e "recasadas" a receberem a comunhão sacramental anglicana. Assim, Eduardo VIII poder-se-á aproximar da mesa da comunhão ao lado da futura duquesa de Windsor. Este fato, para nós, não causou estranheza - Em Barcelona está sendo publicado um boletim de informações revolucionárias e comunistas para crianças. Enquanto os comunistas ampliam indefinidamente sua imprensa e criam órgãos especializados que a tornam particularmente eficientes, muitos católicos insistem em não compreender o alto alcance da imprensa católica - O jornal londrino “Star” publicou longo relato sobre a luta espanhola, feito por um sobrinho de Winston Churchill, que é um dos maiores políticos ingleses.

14 de fevereiro - RESSURREIÇÃO SURPREENDENTE. O fato predominante, no noticiário político dos últimos dias, é a ressurreição política dos cooperadores que Getúlio Vargas teve no “período heróico” do governo discricionário oriundo da revolução de 1930 (os componentes do Club "3 de outubro") - Para o Brasil é indiferente que seja governado por João, Pedro, ou José. O que é indispensável é que o homem que for eleito seja uma expressão dos sentimentos católicos de nossa gente, e não um joguete da III Internacional, algum Kerensky que nos vá entregar, de pés e mãos atados, à "Aliança Libertadora".

14 de fevereiro - O Chefe do Partido Católico de Dantzig foi preso pelos nazistas daquela cidade - Na Turquia, foi promulgada uma constituição que aceitou os seguintes princípios fundamentais: republicanismo, nacionalismo, democracia, estatismo, laicismo, revolução - O Congresso Pró Paz, de Buenos Aires, tratando da luta espanhola, para não ser forçado a se manifestar a seu respeito, resolveu consagrar dois minutos de silêncio aos que nela tombaram - Foram enviados pela Rússia mil caminhões com mantimentos destinados à Espanha, em novembro passado. Recentemente chegou a Barcelona um navio soviético conduzindo 2.351 toneladas de víveres - Declarações do Bispo de Koenigsber (Alemanha): "E' a primeira vez, em 2.000 anos da história do cristianismo, que adversários odientos anunciaram o fim da religião cristã”.

21 de fevereiro - UM GESTO MONSTRUOSO. A Congregação da Faculdade de Direito do Rio apostatou de sua altíssima missão: representada pela maioria de seus professores, ela se regozija com a soltura de comunistas que, do alto das próprias cátedras da Faculdade, pregavam no Brasil a revolução social. E' doloroso. No entanto, há coisas consoladoras. Do alto das cátedras vociferam ainda, freqüentemente, os últimos arautos do espírito revolucionário ou liberal. Mas nos bancos escolares sentam-se, muito freqüentemente também, defensores da ordem, cheios de juventude e de Fé, desejosos de esmagar, com o dulcíssimo peso da Cruz do Cristo, o liberalismo, o socialismo, o comunismo e outros “ismos” congêneres. A própria Faculdade do Rio de Janeiro é teatro dessa renovação sadia que empolga todas as Universidades do Brasil.

21 de fevereiro - Por ocasião do nascimento de um filho do Príncipe do Piemonte, o Governo italiano anistiou diversos criminosos. Intencionalmente, porém, excluía os criminosos políticos - Um dos militares que estão sendo processados em virtude da participação na intentona de 35 procurou negar que o movimento tivesse caráter comunista. E' a esses extremos de cinismo que o fanatismo comunista conduz militares que deveriam honrar a farda que usam - O Governo inglês, que está acumpliciado com os comunistas na obra da destruição da Espanha, cruza os braços diante da onda vermelha que ameaça devorar a Inglaterra - Foram dissolvidas na Suíça diversas sociedades comunistas.

28 de fevereiro - ECLETISMO. O jornal do PRP, indócil aos seus deveres para com o eleitorado católico do mesmo Partido, infiel ao programa que o Partido mantém, e indiferente às convicções de muitos e muitos dos próceres do Partido, vem pregar o amor livre e ensinar que a Igreja não tem razão ao opor-se ao divórcio a vínculo. Quem não pode ver, em tudo isto, a precariedade do apoio que nossos partidos políticos afetam prestar à Igreja? Fazendo essas ponderações, não temos o intuito de hostilizar o PRP. Não é ele o único Partido que merece a observação que fazemos.

28 de fevereiro - "La Croix" denuncia as manobras do comunista francês Thorez, que fez um discurso na assembléia de seu partido em que externou uma perfídia e insincera simpatia pelos católicos - Desde 1789 até nossos dias, todos os inimigos da Igreja procuraram esmagá-la sempre que ocupavam o poder. Daí o Kulturkampf de Bismarck, as perseguições religiosas da França republicana, o garibaldismo ou gambetismo italiano, etc. Agora, porém, os inimigos da Igreja, mesmo quando detentores do poder, não a atacam de frente. Procuram iludir os católicos, anestesiar suas prevenções, paralisar seus esforços com mil boas maneiras. E só depois disto tentarão o golpe.

7 de março - BARRABAS EM LIBERDADE. Compreende-se que burgueses sejam incoerentes, como se compreende que um cego esbarre por toda a parte, e um paralítico não se saiba suster sobre as próprias pernas. Mas - e aí é que vai a nota supremamente dolorosa - o que não se compreende é que católicos malbaratem o Precioso Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual foram remidos. Essas almas pelas quais Nosso Senhor morreu na Cruz, e a quem Ele deu o dom inestimável da Fé, não serão capazes do menor gesto de gratidão?

7 de março - E' curioso observar-se que, sempre que os chefes de Estado ou de partido querem imprimir ao espírito popular um feitio próprio, recorrem aos processos de formação intelectual e moral análogos ao da Igreja. Alguns exemplos: Voltaire, Napoleão e Hitler - Os católicos da Irlanda do Norte estão desgostosos com a forma de juramento adaptada para a coroação do Rei Jorge VI. Nessa fórmula, o soberano jura manter as igrejas protestantes e não faz qualquer alusão acautelatória das liberdades dos católicos.

7 de março - PRÓ-RÚSSIA. E' preciso que os católicos compreendam e deixem de espantar-se tanto com as atrocidades da Espanha, da Rússia, ou do México, para se preocuparem mais com as sutilezas da propaganda marxista. Aquelas provocam indignação de muitos, mas estas são descuidadas por quase todos.

14 de março - CONDITIO SINE QUA NON. O comunismo ataca e fere de morte o instituto da família e a propriedade individual. É o inimigo n.º 1 da Religião. Em uma Câmara de mais de 200 membros, é de supor-se que a Religião e a propriedade individual e a família tenham defensores numerosos - Qual o general que presume ganhar uma batalha sem conhecer perfeitamente bem o terreno? Qual o médico que pretende receitar remédios com acerto sem conhecer exatamente o doente? Se a Ação Católica é um exército, e se a doutrina da Igreja é uma medicina, por que motivo há de ser ministrada esta ou deve ser dirigido aquele com menos inteligência e menos profundeza de vistas do que as coisas meramente humanas?

14 de março - Suécia: situação dos católicos - A despeito da opressão que reina na inditosa Alemanha, o bom senso humano encontra sempre umas válvulas para se manifestar. O General Von Mackensen, um dos heróis da grande guerra, fez um discurso que, a ser entendido literalmente, é uma censura a Hitler - Rússia: foi dado aos Sacerdotes o direito de voto. E os jornais anunciam que o Conselho Central do Partido Comunista está disposto a democratizar os processos de governo naquele país. Ninguém acredite, porém, na veracidade dessas concessões falaciosas. Os comunistas, mais do que ninguém, acham que “a palavra foi dada ao homem para ocultar seu pensamento”.

21 de março - MEDITAÇÃO POLÍTICA EM TORNO DO TRIUNFO E DA PAIXÃO DO FILHO DE DEUS. Pouco nos importa que outros não cumpram o seu dever. Cumpramos o nosso. E depois de termos feito todo o possível, resignemo-nos diante da avalanche que vem. Porque ainda que pereçam o Brasil e o mundo inteiro, ainda que a própria Igreja seja devastada pelos lobos da heresia, ela é imortal. Nadará sobre as águas revoltas do dilúvio. E é de dentro de seu seio sagrado que sairão depois da tempestade, como Noé da Arca, os homens que hão de fundar a civilização de amanhã. Mas é aí que não querem chegar certos católicos. Eles só compreendem Cristo sobre um trono de glória. Eles só Lhe são fiéis nos dias parecidos com o Domingo de Ramos. Foi para ensinar a gente assim que Nosso Senhor se submeteu a todas as humilhações no Calvário. Entretanto, foi para ensinar gente diferente que Ele quis a glória do Domingo de Ramos. Há gente de uma mentalidade detestável que acha absolutamente natural que Cristo sofra, que a Igreja seja vexada, humilhada, perseguida. A verdade é esta: devemos estar sempre com a Igreja, “porque só ela tem palavras de vida eterna”.

21 de março - Na África, Mussolini fez construir 21 mesquitas, além de proceder à restauração de numerosas outras. Na Tripolitânia, o Duce criou a Escola Superior de Cultura Islâmica e na África foi ele proclamado "protetor do Islam" - Em Dantzig, os nazistas continuam a perseguir o Partido Católico, cujo fechamento querem obter para anexar mais facilmente a Cidade Livre à Alemanha - Num “Congresso de Paz e Amizade com a URSS” (sic!), realizado em Londres, o embaixador soviético se gabou de que a Rússia está fortemente armada e é hoje em dia inexpugnável. 

28 de março - A INTERVENÇÃO NO DISTRITO FEDERAL. Desgoste a quem desgostar, prejudique a quem prejudicar, irrite a quem irritar, um católico brasileiro não pode ser favorável à reintegração do ex-prefeito do grande município carioca, um assecla dos revolucionários de 1935 e que seria um ditador-mirim governado pela III Internacional.

28 de março - Nota de Plinio Barreto confirmando que o mal do Brasil é moral. Em 1930, o elemento liberal procurou dar-lhe um remédio político. Fracassou. E como eles fracassarão todos os que quiserem resolver por via meramente política a crise brasileira - Guilherme de Almeida apontou como índice da decadência da bondade em nossos dias, a substituição do “bom dia, boa tarde, boa noite”, pelas saudações: “Alô ilustre, sim senhor” etc. Mas qual a causa dessa decadência da bondade? - Notícia especialmente útil para os ingênuos que pensam que o comunismo está em vias de ser debelado no Brasil.

4 de abril - QUE JESUS? QUE CRISTIANISMO? Quantas vezes não temos visto, nestes últimos tempos, os políticos liberais reconhecer e proclamar a necessidade de defender a “civilização cristã”? Mas, no terreno dos fatos, o que têm eles feito para defendê-la? Não é pregando “amor” e “fraternidade cristãs” como eles entendem que desaparecerão do mundo as lutas sociais. E' pregando o Cristo, o Cristo Crucificado, o Cristo Ressuscitado, o Cristo da Eucaristia, do qual a Igreja Católica Apostólica Romana é amiga e amantíssima Esposa, que o mundo encontrará o verdadeiro caminho de sua salvação.

4 de abril - Os católicos não tem candidaturas boas a escolher; a política os força, a eles que deveriam dirigir o Brasil, a optarem por alguma candidatura que se venha a averiguar que é “menos má”. E' a esta dolorosa situação que nos conduziu a indiferença e a cegueira do laicato católico brasileiro - A farsa do "litígio" e a "reconciliação" de Hitler com o Marechal von Ludendorf para enganar os católicos - O Partido fascista intimou a todos os habitantes solteiros de uma pequena localidade italiana a que se casem até o próximo dia 28 de outubro, atitude de despotismo próprio aos contos e lendas - Carta pastoral do Arcebispo de Westminster instando os católicos a combater tanto o ateísmo comunista quanto a hidra nazista - Borges de Medeiros publicou uma entrevista em que contesta que exista perigo comunista no Brasil. Positivista como é, ele só acreditará no perigo comunista quando este lhe for perceptível aos seus sentidos. Enquanto arder somente nas peles dos outros, não crê... - Alerta quanto à propaganda nazista no Sul do Brasil - Na Sexta-feira Santa, os operários católicos franceses deram belo exemplo de disciplina, obedecendo aos seus patrões. E, ao mesmo tempo, deram uma esplêndida lição de fé aos seus superiores.

11 de abril - PELA PLURALIDADE SINDICAL. A fonte de toda a anarquia de nosso século reside no fato de se terem os homens deixado arrastar pela sede das riquezas perecíveis deste mundo, desinteressados dos tesouros indestrutíveis da vida eterna. Só a Igreja Católica, reconduzindo os homens à doutrina de Cristo, é capaz de dar remédio a essa crise das almas. Aos patrões, ela ensina que não é proibido aumentar justa e devidamente a própria fortuna, sempre com o devido respeito à lei de Deus, salvos os direitos do próximo e desde que os bens se empreguem segundo os princípios da Fé e da reta razão. E os operários devem ser considerados por eles como diz Leão XIII, “não escravos, mas homens enobrecidos pelo caráter de cristãos”. De outro lado, os operários devem respeito à pessoa e aos bens dos patrões e na realização fiel do trabalho para que foram contratados. E' a Igreja estabelecendo a harmonia entre patrões e operários para realizar a paz de Cristo no reino de Cristo.

11 de abril - Hitler calou-se, porque nada decente teria a dizer contra a recém-publicada encíclica do Papa Pio XI contra o nazismo. Entretanto, seus asseclas continuam a lançar contra a Igreja uma série de invectivas que o Füehrer pessoalmente não ousaria fazê-lo. O exemplo de Rudolf Hess - Declaração oficial de Ludendorf: “as igrejas artísticas serão conservadas e, uma vez retirados os símbolos religiosos, servirão para reuniões solenes. As outras serão demolidas” - Litvinoff e o Marechal Tuckachvsky foram designados representantes da União Soviética nas cerimônias de coroação do Rei Jorge VI. O espetáculo desses representantes do comunismo, desfilando sobre as ogivas góticas da Catedral de Westminster ao som do “God save the King”, num cortejo de marajás e de lordes, é bem característico da triste época em que vivemos. Perfídia de um lado. Cegueira do outro. Falsidade em ambos.

18 de abril - TRABALHO DE LIMPEZA. Não basta dar às crianças a instrução religiosa, ensinar-lhes o Catecismo e depois abandoná-las a todos os perigos do mundo. Se é verdade que estes existem e que um dia deverão ser enfrentados, é verdade também que antes que chegue este dia é “necessária uma vigilância extensa e cuidadosa” conforme afirma o Papa Pio XI em sua Encíclica sobre a educação. O contrário seria entregar, a quem nunca guiou um automóvel, o volante de um carro em movimento.

18 de abril - No dia 11 p.p., o Santo Padre recebeu uma peregrinação de 400 operários que vestiam seus trajes de trabalho. O significado deste gesto paternal de Pio XI - Na Alemanha, foram abertos inquéritos contra Sacerdotes suspeitos de conivências com os comunistas - Ludendorf será elevado ao grau de feld-marechal. E' este o prêmio de sua adesão ao regime hitlerista - A “piccola Casa dela Divina Providenza” de Turim, o maior hospital do mundo, fundado pelo grande São José Cottolengo. Atende exclusivamente aos pobres que não possam pagar, e vive única e exclusivamente de esmolas. Como se vê, as obras de Deus não prosperam como as obras das trevas. Uma só coisa lhes basta: desejar antes de tudo o Reino de Deus.

25 de abril - MUSSOLINI. Certo entusiasmo não raramente se reveste de um incondicionalismo categórico que insiste em ver no “Duce” um sol sem manchas, um ser de uma natureza superior, a cuja inteligência não resistem os mais intrincados problemas e cuja vontade não conhece um único desfalecimento. E' exatamente aí que está o início do mal. Só há uma causa à qual o católico deve votar uma dedicação incondicional: a de Deus. Só há um chefe em cuja palavra ele deve crer incondicionalmente: a do Pontífice Romano, quando no exercício das funções em que lhe é assegurada por Deus a infalibilidade. A circunstância de Mussolini ser um "homem escolhido pela Providência" como seu instrumento, não lhe assegura impecabilidade. Salomão não foi apenas um instrumento político da Providência para promover a grandeza do povo de Israel. Foi um ungido do Senhor, foi um profeta e o espírito de sabedoria residiu nele. Entretanto, todo o mundo sabe o fim doloroso de sua história. A Itália é um monumento histórico da humanidade e um monumento que, além de lembrar glórias passadas, encerra auspiciosas promessas para o futuro. Como, portanto, não olhar com apreensão extremamente afetuosa qualquer nuvem que tolde seus horizontes?

25 de abril - Parece que no século XIX a arma de combate predileta dos adversários da Igreja era a injúria feroz, direta e desabrida. E, no século XX, as forças do mal preferem a perfídia e o despistamento - Telegrama de Londres informa que os sovietes se estão aproximando dos Estados Unidos a fim de obter que os estaleiros da América do Norte fabriquem os armamentos necessários para a Marinha de Guerra da Rússia - Barreto Pinto, deputado federal de tendências esquerdistas, acaba de fazer magnífica apologia da Ação Católica. Magnífica, apesar de involuntária. Ou talvez por ser precisamente involuntária.

2 de maio - NÃO NOS ILUDAMOS - Palavras aos otimistas e aos pessimistas. Estes últimos vêm a realidade com óculos de tal maneira negros que a retina não se impressiona com as nuvens róseas que prenunciam uma radiosa restauração. E, para a Igreja ameaçada, só haveria uma tática a seguir: calar, e calar ainda, até que chegassem os esbirros que a conduziriam ao suplício. Ou implorar de certas forças meramente políticas a salvação, agradecendo-lhe tímida e respeitosamente um novo salvador que lhe quisesse impingir como moderno Constantino - Não podemos, não queremos e não devemos ser dos que afirmam que o Brasil está vacinado contra o comunismo. Isto é afirmar de certa forma que o Brasil é impecável e, como tal, invulnerável. O simples enunciado da tese mostra que a inspira um orgulho nacionalista suficiente por si só para atrair sobre o Brasil as maiores provações - Artigo do Cardeal Arcebispo de Toledo e Primaz da Espanha sobre as causas que levaram a Espanha ao abismo do comunismo - Se uma das grandes causas do comunismo na Espanha foi o otimismo dos que deveriam enfrentá-lo, uma das grandes causas da perseguição religiosa que sofre a Alemanha é o pessimismo dos que deveriam ter evitado o advento de Hitler. Confiai no Salvador e não vos escravizeis a salvadores. Lutai pelo Cristo nas fileiras dos soldados da Igreja. E não permitais que, no dia do Juízo Final, o Juiz Supremo vos compare aos cães mudos de que fala o profeta. 

2 de maio - Um órgão fascista da Itália atirou pesadas injúrias contra o Episcopado belga, tornando-as extensivas aos Prelados da França e da Holanda. O “Osservatore Romano” acaba de replicar, em linguagem firme e vigorosa, a essas injúrias, manifestando a inteira aprovação dada pelo Santo Padre à conduta dos Bispos atacados - Declaração de Stafford Clips, na Câmara dos Comuns, segundo a qual Chamberlain estaria preparando um tal aumento de impostos sobre a renda que, dentro em breve, a Inglaterra teria passado do regime de propriedade individual privada para o da propriedade coletiva. 

9 de maio - NEM INDECISÃO NEM DISPERSÃO. Se todas as preocupações dos homens se voltam somente para a Bolsa, ou as minas, ou as indústrias, ou as ciências, ou os armamentos, poderemos dizer que esses homens são verdadeiramente grandes? O homem se assemelha ao que trata e neste caso o pensamento desce do alto para nivelar-se à matéria. O homem não procura mais os cumes, atingíveis somente por atalhos estreitos, mas prefere rodar pelas estradas asfaltadas da planície da mediocridade. Com a procura única do conforto, do luxo, do prazer, os homens perderam o espírito de sacrifício, para só procurarem vencer pela aplicação do princípio evolucionista da sobrevivência do mais forte. E' a ciência material, puramente material, trazida para o campo social. Toda a ciência e todo o progresso são lícitos e desejáveis quando assentados em princípios que lhes permitam terem um verdadeiro fim moral.

9 de maio - Quando se aproximam as eleições, cresce o fervor religioso de nossos políticos, multiplicam-se as manifestações de Fé. E iludem-se os católicos incautos. Para que estes últimos aprendam, e de uma vez por todas, que não se podem fiar em discurseiras de gente que anda com o nome de Deus na boca e não no coração, vamos citar um exemplo significativo - O Sr. Adalberto Corrêa explicou na Câmara que “o único sindicato existente e que serve às empresas dos governos estrangeiros para a luta contra o Brasil, não é político. E' o sindicato comunista, e a este nem S. Ex.a [o Presidente da República, Getúlio Vargas] nem os seus auxiliares combatem” - O escritor Paulo Setúbal, falecido nesta semana, se convertera há algum tempo. Um de seus desejos era ter vida suficiente para escrever a história de sua conversão. E' mais um fato a demonstrar que não há incompatibilidade entre ciência e cultura e religião - Em Luxemburgo e no cantão suíço de Neuchatel, dissolução do Partido Comunista - Estados Unidos: número de crimes importantes ocorridos em 1936.

16 de maio - SUCESSÃO PRESIDENCIAL. A nota dominante da atual situação é a confusão. Aliás, costuma ser invariavelmente essa a nota dominante de todas as situações delicadas, desde que o atual Presidente da República está à testa dos destinos do País. Exemplificando com os Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco.

16 de maio - O III Reich está preparando uma lei contra as Ordens Religiosas - Em Dantzig, foi preso um deputado católico, acusado vagamente de “propalar informações tendenciosas” - Durante o cortejo organizado por ocasião da coroação do Rei da Inglaterra, os comunistas promoveram intensa propaganda de seu jornal - No Brasil, a Câmara autorizou a abertura de um crédito de 4.600:000$000 para fazer a repressão ao comunismo. Com esse dinheiro, quanto benefício se poderia fazer às populações desprotegidas de nossa grande Capital! Por que não se confisca esse dinheiro aos milhardários comunistas que foram incontestavelmente cúmplices da Revolução de 1935?

23 de maio - BENÇAO DE ESPADAS. Por que razão a Igreja abençoa a espada dos militares que, recebendo as dragonas do oficialato, se incorporam à alta direção das forças armadas? Por que timbra ela em dar às espadas, que são instrumentos de morte, uma bênção que é o penhor da proteção do Deus vivo? Porque a Igreja não vê na espada dos militares senão o baluarte da justiça. A espada do militar é, para a Igreja, não o instrumento com que se mata em guerra de conquista, mas o meio de defesa do direito lesado, da civilização agredida, da moral conspurcada. E se o próprio Salvador não relutou em empunhar o açoite com que flagelou vigorosamente os vendilhões do templo que conspurcavam os direitos de Deus, a Igreja não poderia deixar de abençoar as espadas com que o Estado arma seus paladinos, para a defesa dos direitos da Igreja, da Civilização e da Pátria - Objetivo prático destas considerações.

23 de maio - No Brasil, a Câmara vai aprovar um projeto autorizando a despesa de quatrocentos contos de réis com o próximo campeonato sul-americano de atletismo. Consideramos bem empregadas as quantias que se destinem ao desenvolvimento físico de nosso povo. Entretanto, quantias muito maiores deveriam ser despendidas com seu aperfeiçoamento moral. Não basta que os brasileiros venham a ser fortes na inteligência e no corpo. Se eles não o forem no caráter, todo o seu progresso de nada valerá - Visíveis progressos da Igreja Católica na Inglaterra - Telegrama do presidente da República Basca aos Reis da Inglaterra, por ocasião de sua coroação.

30 de maio - A SOLUÇÃO MARIANA. Há duas espécies de atitudes perante a política: a de ator e a de espectador. Atores são todos os que, direta ou indiretamente, cooperam na preparação dos acontecimentos políticos de que o Brasil está sendo teatro. Uns desempenham o papel de figuras centrais da tragédia - ou da comédia, se quiserem - representando os papéis mais importantes. Outros, são meros comparsas que passam rapidamente pelo palco, para desempenhar uma missão pequena e obscura. Finalmente outros nem aparecem no palco. São os inúmeros empregados que, nos bastidores, levantam o pano, acendem as luzes e cooperam para a manutenção da ordem nas “coulisses”. Espectadores são os que não tem interesses pessoais relacionados com a política e que, portanto, não cooperam com a representação da trági-comédia. Assistem de longe e do alto. Não lhes preocupa, de maneira nenhuma, o formigar das rivalidades e o choque das vaidades nos bastidores. Só o que lhes desperta interesse é a representação correta da peça e a fiel interpretação dos papéis de cada ator. O que nos interessa sobremaneira são os espectadores. Porque eles, afinal de contas, são o Brasil.

30 de maio - Discurso do deão protestante de Canterbury, que recentemente elogiou os comunistas espanhóis, dirigido à mocidade do Império Britânico - Na grande parada naval realizada na Inglaterra, todos os Almirantes Britânicos e estrangeiros compareceram trajando vistosos uniformes de gala, em homenagem ao Rei, “exceto os representantes da Marinha soviética" - Escandalosa hipocrisia das folhas nazistas que quiseram impor ao Vaticano que fizesse calar o Cardeal Arcebispo de Chicago que criticou ao “Füehrer” - Um comunicado oficial do Governo alemão noticia que foi fechado o Seminário de Fulda pela falta de "moralidade" de seus alunos. Moralidade? Mas quem quer falar em moralidade? O homem para quem a palavra de honra empenhada ao pé de tratados internacionais solenes não tem valor?

6 de junho - O DESTINO TRÁGICO DE DUAS GRANDES DINASTIAS. Quando um dia se fizer a história de nosso século, os historiadores se inclinarão com respeito diante dessa figura excepcional de mulher (a Imperatriz Zita de Habsburg) que, tendo caído do alto do trono mais antigo da Europa, reergueu-se corajosamente para enfrentar os acontecimentos que lhe eram adversos. Soube ela fazer pela causa da monarquia na Europa, a qual é absolutamente dedicada por um puro idealismo e não por um interesse vulgar, muito mais do que os inúmeros soberanos, ex-soberanos ou pretendentes do mundo inteiro. Ela é, nestes século de materialismo grosseiro, uma figura enérgica e idealista, que merece o maior respeito de todos os observadores. E' possível que com o eventual insucesso de seus esforços, a dinastia dos Habsburg desapareça inteiramente da História. Mas se isto se der, a Imperatriz Zita terá sido um feixo de ouro na série dos soberanos austríacos, em nada inferior às grandes tradições de Carlos V, Felipe II e Maria Teresa - Muito diversa é a história dos Hohenzollern.

6 de junho - Holanda: o Partido Católico vence as eleições - “Levantados um contra o outro politicamente, o bolchevismo e o nacional-socialismo se encontram no terreno religioso. Fingindo combater o semideus bolchevista, o Terceiro Reich segura pela garganta um adversário que, no espelho, lhe dá sua própria imagem” - O Vaticano mantém uma “Academia Pontifical” da qual fazem parte os cientistas, católicos ou não, de todos os ramos, pertencentes ao mais apurado escol intelectual do Mundo. Entre estes cientistas, há alguns alemães. Em virtude do conflito entre a Santa Sé e o III Reich, esses cientistas se recusaram a comparecer à próxima sessão da “Academia”, que deveria ser presidida pelo Santo Padre.

6 de junho - UMA SITUAÇÃO QUE NÃO PODE CONTINUAR. Não há argumento político bastante forte para justificar a atitude de cumplicidade de uma nação qualquer com o grupo de aventureiros internacionais que infesta a Espanha, incendiando as igrejas, devastando os lares e trucidando os melhores elementos da população. Seja qual for a vantagem política ou econômica colimada pelos países que auxiliam os comunistas espanhóis, essas vantagens não terão outro significado, aos olhos dos moralistas imparciais, do que o dos trinta dinheiros nas mãos de Judas.

13 de junho - ENQUANTO A IGREJA CATÓLICA MANTÉM A PUREZA DO DOGMA - O escândalo do casamento de Eduardo de Windsor com uma divorciada é mais um efeito produzido pela mesma causa que levou Henrique VIII a separar-se de Roma.

13 de junho - ROMBOS NA MURALHA CHINESA. Em geral, os católicos supõem que, inscrita na Constituição Federal do Brasil a proibição do divórcio, ficou a indissolubilidade do vínculo conjugal abrigada por uma espessa muralha chinesa, atrás da qual podem eles dormir em paz o sono da inocência, solidamente protegidos contra todas as tentativas de dissolução da família. Entretanto, a verdade é muito outra. Com efeito, as anulações de casamento escandalosas continuam a se processar em larga escala em certos círculos sociais. A culpa é de nossas leis. Portanto, é dos homens que as fizeram... e dos católicos que, sendo legisladores, não trataram de as reformar.

13 de junho - O Ministro José Carlos de Macedo Soares soltou 308 prisioneiros comunistas detidos no Rio. Se nada se tivesse apurado contra eles, o Governo do Sr. Getúlio Vargas os deveria ter restituído a liberdade há muito tempo. Se não restituiu, deve-se admitir pelo menos que graves indícios se tinham obtido contra eles. E, nesta hipótese, o Sr. Macedo Soares foi de uma terrível imprudência, restituindo-lhes a liberdade. Mas se realmente eram inocentes e estavam presos, Getúlio Vargas é um tirano execrável. E Macedo Soares não deveria consentir em lhe servir de Ministro. Não vemos como se possa sair desse dilema.

20 de junho - 308. Em nosso último número, fizemos uma crítica leal e aberta ao Governo que pôs em liberdade algumas centenas de indivíduos que estavam sendo acusados de atentar contra a Igreja, a Civilização e a Pátria. Vamos desenvolver mais detalhadamente nossas observações e definir com clareza absoluta a nossa posição.

20 de junho - O “Legionário” não é sistematicamente governista. Nem é sistematicamente oposicionista. Ele está disposto a apoiar todos os gestos louváveis de nossas autoridades. E está firmemente resolvido a criticar todos os seus erros. Não menos resolvido ele está a não deixar-se enfeudar por qualquer corrente política - O Ministro da Justiça e o Presidente da República promulgaram um decreto no qual se atribui alta soma para a construção de um monumento a Quintino Bocaiúva, um dos mais ásperos adversários da Igreja no Brasil - Na Bélgica, somente agora Deville, figura com larga projeção no rexismo, rompeu com este movimento - Destacamos com viva simpatia a atitude do Bispo de Tanos (Argentina) que conseguiu obter dos industriais de sua Diocese um sensível aumento de salário para os operários.

20 de junho - UM ROMBO NA MURALHA CHINESA (II). Sobre o assunto de que tratou nosso último artigo de fundo sobre o divórcio, que se insinua ameaçadoramente entre nós sob a forma hipócrita de anulações de casamento, chegou às mãos do diretor desta folha, diretamente remetida do Uruguai, a circular que transcrevemos, conservada fielmente sua exótica ortografia.

27 de junho - A PROPÓSITO DO SALÃO DE MAIO. Cavalheiresca nota de Dr Plinio a respeito de matéria publicada no "Legionário" por um de seus repórteres que mencionou nomes de Sras. que "por sua situação de mães de família, (estão) acima de qualquer debate público".

27 de junho - Está causando imensa celeuma o fato de alguns integralistas terem seqüestrado um acadêmico de Direito, dando-lhe algo a beber e cobrindo-o de pancadas. Os nossos partidos liberais - PRP e PC - ficaram em grande alvoroço. Mas os comunistas de 1935 não se limitaram a espancar um homem: mataram numerosos deles e se preparavam a fazer correr rios de sangue brasileiro. Onde o protesto de nossos liberais na Câmara Estadual contra a soltura de tais criminosos? Entretanto, não queremos, porém, deixar passar a oportunidade sem nos manifestarmos também contra a violência que Paulo Zing sofreu ou alega ter sofrido - O “espiritualismo integral” é um todo de que fazem parte as religiões falsas, metidas de cambulhada com a religião verdadeira? E' assim que se deve entender o “espiritualismo” de que tanto falam certos documentos integralistas?

27 de junho - "CONTRA O VANDALISMO E O EXTERMÍNIO". Quais são os monumentos de nosso passado que ainda restam incólumes? Igrejas e só igrejas. Onde estão os edifícios públicos de São Paulo de outrora, que o Estado deveria ter conservado? Com exceção da cadeia velha transformada em Câmara dos Deputados e do feiíssimo “Palácio da Cidade”, que nos resta? Sobretudo que resta, em matéria de edifícios públicos, do velho São Paulo colonial? Nada. E os particulares? Foram eles porventura mais zelosos de nossas tradições? Infelizmente, não. Qual é a família paulista tradicional que conservou intacto algum solar dos tempos idos? Onde, em São Paulo, pode-se ter o gosto de contemplar, com suas paredes e mobiliário intactos, um daqueles velhos casarões em cujas salas imensas, nos grandes dias de festa, se reunia a aristocracia rural paulista? Não queremos, com isto, lançar censuras contra o Estado ou os remanescentes da nossa velha aristocracia rural, pelo simples e estúpido prazer de censurar. Nem o Estado nem nossas antigas famílias são muito culpadas desse desdém pelo nosso passado. Sua deplorabilíssima indiferença em relação a nosso passado era fruto de um estado de espírito muito generalizado na época. Fatores excessivamente complexos e excessivamente subtis para serem analisados neste artigo contribuíram para isto.

27 de junho - Comentando... - Adoração e reparação / Nestes últimos dias do mês de junho, mês do Sagrado Coração de Jesus, conviria que os católicos mais se voltassem para o Divino Coração em um ato de adoração e de reparação. Por toda parte a luta se encarniça, em todas as nações as forças do bem se defrontam com as forças do mal. Como nos primeiros tempos do Cristianismo, os fiéis são martirizados. Cumpre, pois, que os católicos sejam homens de sua época e enfrentem o século com as forças formidáveis de que dispõem. E a oração e a penitência estão inscritas em primeiro lugar. Nunca nas vitórias de Deus e da Igreja se viu o desinteresse e o bem-estar.

4 de julho - A ofensiva comunista está sendo tão forte, que já houve, há dias, um deputado que propôs restabelecimento de nossas relações comerciais com a Rússia, a pretexto de vender-lhe café. Um dos maiores produtores de chá do mundo inteiro, a comprar café no Brasil! - Bispo de Berlim foi acusado pelo governo alemão de "violar a concordata entre a Santa Sé e o Reich". Hitler acha que contar o que ele fez é falar mal dele. A tal ponto está ele certo de que age mal - Oportuníssima a Missa celebrada no Rio de Janeiro segundo as intenções de nossas classes militares, para pedir para elas a concórdia e a prosperidade em suas fileiras. Os católicos, no Brasil, não tem o interesse afetuoso que deveriam ter pelas classes militares. Daí decorre, em grande parte, a insegurança contemporânea.

4 de julho - OS CATÓLICOS E A SUCESSÃO PRESIDENCIAL. Em matéria de combate aos seus adversários religiosos, os católicos brasileiros conhecem quase exclusivamente o sistema medieval de combates. Ignoram eles, em geral, as artimanhas subtis. Desdenham as posições estratégicas. Abandonam ao adversário as culminâncias de onde um tiro vale por cem e um homem por mil. E, por isto, enquanto reúnem em suas associações massas populares compactas e fervorosas para a pugna em campo raso, os seus adversários, habilmente emboscados e admiravelmente municiados, conquistam terreno a cada passo, a despeito de sua inferioridade numérica - Católicos! O Brasil pode ser conquistado por nós, para a Santa Igreja de Deus. Para isto, basta que queiramos e que saibamos rezar; mas que queiramos e saibamos também combater.

11 de julho - QUINTINO BOCAIÚVA. No 25º aniversário de sua morte - Foi ele um dos maiores responsáveis pela instauração, em 1889, da república positivista e laicista. Procurou o “Legionário”, revolvendo os jornais da época do seu passamento, verificar qual o conceito em que era tido, então, quem chegou a ser alcandorado por muitos à soberana posição de “príncipe do jornalismo brasileiro”. A volubilidade das paixões políticas fez com que em dois tempos os próprios republicanos se esquecessem daqueles que maiores serviços haviam prestado à causa do barrete frígio no Brasil. E os “republicanos históricos”, por sua vez, acabavam seus dias choramingando a república - “que não era a dos seus sonhos...”

11 de julho - OS CATÓLICOS E A SUCESSÃO PRESIDENCIAL (II). E' necessário tornar bem claro que os católicos devem entrar em uma nova fase de ação. Ao trabalho associativo, que eles devem continuar a desenvolver intensissimamente, devem eles somar outro, que é o trabalho para conquista das posições e leis estratégicas que lhes permitam envolver de um só golpe centenas de milhares de almas. Todas as correntes de opinião estão procurando conquistar o Brasil. E ou a Igreja conserva, nesse momento melindrosíssimo, a realeza do Brasil para Nosso Senhor Jesus Cristo, ou o Brasil atravessará crises religiosas que nos conduzirão provavelmente a conseqüências imprevisíveis - Quase todas as nossas grandes reivindicações tem com a política estreitíssimas afinidades. Não porque sejam de natureza política. Mas por que dependem de uma regulamentação legal que será feita pelos políticos, para os políticos, e por meio dos políticos. Nós, católicos, temos freqüentemente uma noção errada disto.

11 de julho - Notícia publicada pela “Ação”, jornal integralista, em que era divulgado um telegrama dirigido ao "Legionário", e que foi assinado por cinco católicos. Se devêssemos dar satisfação à “Ação” neste assunto, teríamos muitos reparos a fazer à referida notícia. Como tal não se dá, basta-nos afirmar publicamente, para evitar que nosso silêncio seja mal interpretado, que a posição do “Legionário” perante a Hierarquia Eclesiástica é a mais correta possível. A deliberação dos signatários do referido telegrama de lhe dar publicidade, constituiu uma falta de compostura religiosa, pois que as divergências eventualmente existentes entre católicos não devem ser transformadas em discussão pública, máxime pelas colunas de um jornal religiosamente neutro - Seria erro, e até grave injustiça, supor que as críticas que temos feito ao Sr. Macedo Soares procedem de qualquer hostilidade pessoal que tenhamos para com S. Ex.a. O que nos interessa não são os homens, mas suas idéias e seus atos - O Governador do Estado de São Paulo, na cerimônia realizada por ocasião da Festa de Santa Isabel, Padroeira da Santa Casa, proferiu um discurso de que a imprensa diária deu uma idéia muito inexata. Entre outras coisas, disse S. Exa que não compreende a assistência social sem a caridade, e não compreende a caridade sem a Religião - Tendo a polícia proibido a realização de uma Procissão de Corpus Christi em uma pequena cidade da Prússia Oriental, os católicos julgaram não dever obedecer à ordem. As autoridades, então, intervieram, procurando arrancar o SSmo. Sacramento das mãos do Sacerdote. Um grupo de moços católicos sobreveio, pôs em fuga as autoridades, e promoveu a realização de uma grande manifestação de protesto.

18 de julho - UM ERRO FUNESTO QUE NÃO DEVE SER REPETIDO. O dia 16 de julho assinala, simultaneamente, três comemorações gratíssimas aos católicos: a festa de Nossa Senhora do Carmo, a promulgação da Constituição Federal e o “dia do Congregado Mariano”. Não é uma simples coincidência que acumulou, em um mesmo dia, três datas tão salientes. Há, entre essas datas, um nexo íntimo que não pode escapar à atenção de um observador perspicaz - A opinião católica agiu, depois da promulgação da Constituição de 1934, como costumam fazer certas crianças malcriadas que choram, gritam, brigam e protestam, enquanto se lhes não dá determinado objeto. Apenas elas o tem na mão, no entanto, atiram-no para o lado, e pensam em outra coisa. Contenta-as o estéril prazer de se sentirem proprietárias do objeto. Quanto ao seu uso, bem pouco lhes importa - O Ministro Oswaldo Aranha disse a S. Ema o Cardeal D. Sebastião Leme que os católicos, em 1933, intervieram nas eleições de forma tão salutar, que salvaram o Brasil do comunismo.

18 de julho - Merece especial destaque a proclamação que o Sr. Ministro da Guerra baixou contra o comunismo: ela se reveste de especial interesse no momento atual, à vista da confusão quase inextricável que se estabeleceu sobre a situação dos presos de 1935 - A despeito de toda a veemência com que o “Legionário” reclama a punição para os conspiradores de l935, nunca deu seu apoio à real desumanidade com que, ao que se diz, tem sido tratados certos comunistas presos - Luiz Carlos Prestes pede para si o direito de “receber visitas de amigos e familiares, e dispor dos recursos em dinheiro que possuía e que foram apreendidos pela polícia quando de sua prisão”. Quem é que tem direito a querer receber seus “familiares”? O violento destruidor da Família? E para que reivindicar o uso de seu direito sobre o dinheiro que trazia consigo? Então existe a propriedade? - Jornal nazista alemão publicou artigo em que acusa o Cardeal Mundelein de ser bolchevista. E isto pelo simples fato de fazer críticas ao regime nazista...

25 de julho - AOS CATÓLICOS QUE SE CONTENTAM COM POUCO. Mostramos, em artigos anteriores, que os católicos tem alguns importantíssimos pontos a fazer respeitar por aqueles a quem confiarem seus votos nas próximas eleições - Pleiteando as reivindicações católicas que enumeramos, não temos em vista simplesmente destruir o erro comunista. Visamos mais alto. Queremos fazer, ao lado dessa imprescindível obra, a grande obra da construção de um Brasil católico.

25 de julho - O anti-germanismo não é só uma estupidez: é um crime, porque a Alemanha é um dos mais gloriosos e respeitáveis países do globo. O Brasil deve receber de braços abertos a imigração alemã, e desenvolver toda espécie de intercâmbios com a Alemanha. Mas será conveniente permitir que, no Brasil, se estabeleçam infiltrações nazistas que virão disseminar entre nós uma doutrina que se choca violentamente com nossas convicções religiosas? - Falece o grande Marconi, católico modelar que prestou, dentro de um âmbito de sua especialidade, os mais assinalados serviços à Santa Sé, e que timbrou sempre em manifestar suas convicções católicas. Para as mentalidades atrasadas, que ainda pensam haver oposição entre a ciência e a religião, é muito oportuno o belo exemplo do glorioso cientista italiano.

1° de agosto - QUE CANDIDATOS PODEM OS CATÓLICOS APOIAR ? Se os católicos querem vencer em 1938, não devem agir com a imprevidência de que foram vítimas em 1934. Por isto, não se devem impressionar com as numerosas declarações com que os candidatos à sucessão presidencial se afirmam espiritualistas, cristãos e até católicos. Andam muito na moda tais declarações. Para os ingênuos, elas são decisivas. Mas para quem conhece um pouco - um pouco que seja - de nossa política, elas são de interesse muito diminuto - De que valem afirmações religiosas sem alcance prático?

1° de agosto - A VERDADEIRA FRANÇA E' CATÓLICA, APOSTÓLICA E ROMANA. Grandes manifestações de Fé por parte da mocidade Francesa - o Congresso Eucarístico de Lisieux - as comemorações da abadia de Solesmes.

1° de agosto - No Brasil, seminaristas se vêem forçados a renunciar seus direitos de cidadão simplesmente porque não foi regulamentada a disposição constitucional que autoriza os clérigos a prestarem serviço militar sob a forma de assistência religiosa às classes armadas - Foi aprovada pela Câmara dos Lordes uma lei que amplia o número de casos em que se permite o divórcio seguido de novo casamento - O Governo do Chile se recusou a reconhecer a URSS. 

8 de agosto - A IGREJA NÃO SE DEIXA ENFEUDAR POR QUALQUER CORRENTE POLÍTICA. Transcrição de artigo publicado por Alceu Amoroso Lima, sob o conhecido pseudônimo de Tristão de Athayde - Pio XI: “Nada impede aos fiéis de pertencer aos partidos políticos que lhes agradam, desde que a ação desses partidos em nada se oponha às leis de Deus e da Igreja”.

8 de agosto - Algumas curiosas informações dadas pelo procurador do Tribunal de Segurança Nacional sobre a Revolução de 1935: altas somas de dinheiro, em moeda estrangeira, em possesso de vários líderes quando foram presos; as instruções colhidas em poder dos conspiradores, sobre os fuzilamentos a serem feitos quando vitorioso o movimento, eram tão severas e tão genéricas, que se pode avaliar em 70.000 o número de brasileiros que seriam passados pelas armas. Muita gente sorrirá à leitura desta estatística. Mas basta ler um pouco de História da Rússia para ver que ela não é inverossímil - Em uma gigantesca manifestação realizada há dias, na Alemanha, a multidão exclamava: “Hitler, salva-nos”, “Füehrer, salva-nos”. Grupos de alemães budistas romperam o cordão para oferecer flores ao Füehrer. E um ambiente neopagão dominava toda a imensa assembléia. Entretanto, ao lado de Hitler, estava um homem que fez convergir para o nazismo o apoio de considerável ala católica na Alemanha, o Sr. von Papen.

15 de agosto - DIRETRIZ SALVADORA. Onde floresce o martírio sob o guante da perseguição, a Igreja produz seu fruto próprio, que é a santidade. E' falta de Fé, portanto, esperar de homens, de “messias”, a salvação de uma Igreja indestrutível por ser protegida pelo único verdadeiro Messias, que é Nosso Senhor Jesus Cristo - Não pretende a Igreja imiscuir-se na política. Desde que, porém, essa venha a imiscuir-se em questões de interesse para Religião, será conveniente que um grande contingente de católicos sem compromissos políticos possa, a qualquer momento, tomar uma atitude livre e eficiente.

15 de agosto - Convém aos comunistas não chocar de frente a formidável influência da Igreja no Brasil. Já em 1935, sua tática foi esta - Não somos integralistas, e pensamos ter dado disso provas irrecusáveis. Sem envergarmos a camisa verde, sem aceitarmos a doutrina do sigma, sem renunciarmos a uma só das restrições que a esta temos feito, devemos aceitar a cooperação ou a contribuição que qualquer homem ou qualquer corrente traz aos católicos na luta contra o inimigo n.º 1 do Brasil, inimigo esse contra o qual só a Ação Católica é capaz de imunizar o Brasil. Isto não impede que deploremos as críticas que Plinio Salgado fez aos católicos belgas por terem votado contra o “rexismo” - Magnífica a resolução tomada pelo Episcopado argentino de dirigir ao Episcopado alemão uma mensagem de solidariedade pela perseguição que lhe move o paganismo da "direita" - Os que consideram, em geral, mais importante cuidar de política com “p” pequeno, e muito pequeno...

22 de agosto - P A X. Brasil: nervosismo geral com que todos os cidadãos encaram a crise política que se formou em torno da sucessão presidencial. Esse nervosismo, por sua vez, aguça extraordinariamente as paixões partidárias, extremando as opiniões, e transformando em inimizades irreconciliáveis as mais inofensivas divergências. A tarefa dos católicos deve consistir em contrariar este manejo pérfido. No momento em que o boato tenta aumentar a inquietação do espírito, nossas palavras devem ser de um realismo sereno que, sem se transformar em um otimismo tolo, desminta as invencionices com que se procura “aumentar a aflição dos aflitos”. E, principalmente, os católicos devem ter uma linha de conduta superior, apontando a todos os brasileiros, de todos os credos políticos compatíveis com nossa civilização, o dever fundamental da hora presente, que consiste em manter a paz.

22 de agosto - Ninguém tem escrito mais, nem com maior veemência contra o comunismo do que o “Legionário” que, fazendo-o, não cumpre senão o mais elementar de seus deveres. Exatamente por isto, sentimo-nos perfeitamente à vontade para denunciar a campanha de boatos com que pescadores de águas turvas procuram perturbar nosso ambiente político, de per si já tão anarquizado. O que temos diante de nós não é a simples eclosão de boatos verossímeis, espontâneos e justificados. E' uma disseminação sistemática de notícias alarmantes não apenas no nosso Estado, mas até fora dele - Hitler baixou diversas determinações concernentes à arte religiosa, severamente combatida por ele.

29 de agosto - O PERIGO COMUNISTA NA CLASSE OPERARIA. A nossa situação é esta: estamos aptos a ter um dos operariados mais católicos ou mais bolchevistas do mundo, dependendo tudo de quem tomar a dianteira, se os propagandistas de Deus e de sua Santa Igreja, se os de Satanás e da III Internacional. Se os católicos brasileiros não souberem trabalhar atualmente entre os operários, o Brasil terá o destino da Rússia e, o que é pior, ele o merecerá. Os católicos não devem fazer ação católica só para combater o comunismo. O fim da ação católica não é apenas o de destruir o mal, mas sobretudo o de fazer o bem.

29 de agosto - Foram publicados os debates travados na Câmara Estadual, durante os quais a opinião do “Legionário” sobre o integralismo foi objeto de discussão: o nosso programa é de lutar pela Igreja, e só por Ela, porque procedendo assim estaremos cumprindo nosso dever de católicos e de brasileiros. Servir a Igreja é o modo mais acertado de servir à Pátria. Esta folha só faz a crítica dos homens e dos acontecimentos de nossa vida política sob o ponto de vista das idéias que eles professam. Atacamos erros. Não atacamos o caráter de ninguém - Blum e Chautemps foram vivamente atacados por alguns de seus partidários em virtude da recepção oficial e solene com que o governo francês acolheu o Cardeal Pacelli, em sua visita à França. A este respeito, Henri Gernut, considerado naquele país como um dos mais resolutos partidários da esquerda leiga e anti-católica, teve as seguintes palavras: “Ainda que a Santa Sé fosse uma potência unicamente espiritual, só por isso lhe deveríamos atenções" - O hitlerismo faz grande alarde da eficiência e perfeição de sua organização partidária e policial. Mais admirável do que ela é a organização dos católicos alemães que, sem os recursos técnicos de que Hitler usa e abusa em tão larga escala, conseguiram divulgar pelo país inteiro documentos de condenação ao nazismo, sem que a polícia disto se apercebesse - Decreto do Ministério da Marinha da Argentina: proclamada padroeira da marinha nacional a Santa Mãe de Deus - Inauguração do 1º Congresso Eucarístico do Paraguai.

5 de setembro - CRISTO E A ALTA SOCIEDADE. Notícias provenientes da França informam-nos das atividades das “Cadettes du Crist J.C.S.”, que se dedicam ao apostolado nos meios “grã-finos” da França. Já exercia o apostolado sobre os meios rurais, operários, escolares, etc. Coroando esta obra, vemos também as elites sociais beneficiadas pelo movimento restaurador. O fim que se procura por esse apostolado não é, note-se bem, a extinção da alta sociedade ou da vida chamada mundana, mas a santificação de ambas. Procura-se combater, antes de mais nada, essa religião colocada ao lado da vida, dos projetos, dos hábitos familiares e sociais, dos pensamentos e das conversas. Desejaríamos ver esse programa de apostolado instituído aqui: isso tem para nós uma atualidade palpitante. Caso não haja um reverdecer de nossas elites, a exemplo do que fazem as "Cadettes du Christ", teremos um rebanho regendo-se o máximo possível por leis mecânicas e gregárias, uma sociedade de tipo mecânico, homogênea na mediocridade, sem beleza, com um mínimo qualitativo, que pode existir aqui como em qualquer parte, e que poderá ser um albergue, mas nunca um lar.

5 de setembro - O COMUNISMO ENTRE OS MILITARES. Penso que as classes armadas não tem, no Brasil, amigo mais devotado e sincero do que o autor destas linhas. A meu ver, o grande erro da 1ª República consistiu em não dar à Igreja e às forças armadas o papel de relevo a que tem direito na vida nacional. O mal-estar é a nota mais aguda das relações ente a espada e o diploma do bacharel. Parece um absurdo. Não deveria ser assim. E' inútil dizer que este mal-estar cria um campo extraordinariamente propício para a semeadura das idéias comunistas. O militar vê com desconfiança essa alta burguesia que não compreende a grandeza de sua vocação, e que recusa ao Exército e à Marinha - particularmente ao primeiro - os seus filhos, como também os recusa ao Sacerdócio. Se não se instaurarem quanto antes as capelanias militares, como poderemos estar tranqüilos sobre os destinos do Brasil?

5 de setembro - Merece o mais franco apoio a atitude da chancelaria uruguaia que propôs a todos os governos latino-americanos que reconhecessem o estado de beligerância na Espanha - Na Rússia, onda de descontentamentos contra o governo comunista. Stalin responde com massacres - O Prefeito de São Paulo (Fábio Prado) cedeu o Teatro Municipal, com caráter permanente, nos 1ºs. domingos de cada mês, à Federação Mariana, para que nele realize suas sessões - Enquanto todo o mundo fala dos órfãos bascos, não há uma única palavra a respeito dos meninos que foram obrigados a expatriar-se do México, em vista das perseguições dos comunistas...

12 de setembro - O DISCURSO DO SR GETULIO VARGAS. Toda a Nação esperava com ansiedade o discurso que o Presidente da República ia pronunciar no dia 7 de Setembro, mas que não o fez. Por que? Conjecturas e boatos: alguns dizem que Getúlio irá se desvencilhar da Constituição; outros afirmam que ele não abandonou a idéia de um “tertius” misterioso cujo nome ninguém conhece, mas cujas iniciais até mesmo os que são muito pouco maliciosos adivinham: G. V. - A opinião pública está extenuada. Nada mais a comove, nada mais lhe causa pasmo, nada mais a pode indignar. No atual estado de coisas, quando se desenrola uma política de que ela é mera paciente e espectadora, ela não procura intervir, nem reclamar, nem mesmo compreender.

12 de setembro - Por que tanto silêncio a respeito do julgamento dos comunistas detidos desde 1935? Quando o “Legionário” manifesta seu desejo de que sejam punidos os homens que, na calada da noite, assassinaram oficiais entregues ao sono, e tentaram levar o morticínio e o saque por todo o Brasil, cumpre um dever de justiça. E não há um único católico, por mais “flor de laranjeira” que seja, que possa dizer que estamos errados - Luiz Carlos Prestes declarou ter passado pelas mãos de Getúlio Vargas e Oswaldo Aranha o dinheiro com que ele “trabalhou” no Brasil para preparar o levante de 35. Certamente a Secretaria do Catete ou algum órgão oficioso desmentirá tal afirmação.

19 de setembro - O DEVER DO MOMENTO. O Poder Judiciário brasileiro absolveu os golpistas comunistas de 1935, que haviam sido condenados pelo Tribunal de Segurança Nacional. Não queremos fazer a fácil manobra de confrontar as sentenças contraditórias dos dois órgãos judiciários. Em terreno tão delicado, mais nos agrada silenciar. Isto não importa, porém, em que cruzemos os braços. Trata-se, pois, de denunciar os falsos pregoeiros da democracia, que querem atirar o Brasil no abismo das lutas sociais.

19 de setembro - Merece inteira aprovação o projeto de lei apresentado pelo Deputado Theotonio Monteiro de Barros Filho, a respeito da criação de um Colégio Militar em São Paulo - Magnífico o telegrama que os estudantes do Centro Acadêmico “Luiz de Queiroz“, da Escola Agrícola de Piracicaba, enviaram ao Presidente da República protestando contra a intromissão do “Comitee for protection of Brasilian People” de Washington, e as propaladas atividades nazistas no Brasil - Explicações muito sumárias, dadas por órgãos da imprensa, a respeito das declarações de Luiz Carlos Prestes sobre a proveniência do dinheiro que recebeu para financiar a mazorca de 1935 - No discurso que proferiu no Congresso do Partido Nazista, Goebbels afirmou que na Alemanha, Itália, Japão, Hungria, Polônia, Brasil, Portugal e Turquia, já está travada a luta visível contra o comunismo. Por que não mencionou ele a Áustria e a Bélgica, países governados diretamente por elementos católicos, nos quais a luta contra o comunismo é formidável? E' que ambos países, sobretudo o primeiro, são nitidamente refratários à influencia doutrinária de certas pseudo-direitas.

26 de setembro - "CONFITEOR". O livro de Paulo Setúbal é muito mais do que o histórico de uma alma ou até mesmo de uma geração. Ele é a própria história viva e empolgante do drama espiritual do Brasil contemporâneo. Todos aqueles que tem qualquer parcela de responsabilidade pelos destinos do Brasil, pais de família, professores, sociólogos, estadistas, deveriam ler a extraordinária experiência íntima de Paulo Setúbal. “Confiteor” é o grito lancinante de gerações inteiras que foram desviadas de Deus, uma ardente apologia da Fé e da Pureza que ele lança, do fundo da sepultura mas também do alto da glória dos justos, à mocidade de sua terra.

26 de setembro - Merecidas homenagens prestadas às vítimas da revolução de 35, porque a indulgência exagerada com que foram tratados os pérfidos assassinos dessas vítimas constituía para elas um verdadeiro ultraje. E esse ultraje exigia uma reparação - A recepção feita por Hitler a Mussolini é a recepção que o partido nazista faz ao Chefe do fascismo, é o encontro de duas místicas irmãs. Por que Mussolini aceita tais manifestações?

3 de outubro - PIO XI PERANTE O FASCIO E O KOMINTERN. Pio XI não tolerou os erros do fascismo nem os do comunismo, mas proclamou as verdades do catolicismo. Porque a Igreja é bastante forte para nunca silenciar perante o erro, ainda mesmo quando, humanamente, ela se apresenta mais destituída de vigor. Sua força é Nosso Senhor Jesus Cristo, e só Ele. E ainda mesmo que Pio XI tivesse de enfrentar o fascismo e o comunismo simultaneamente, e ainda que ele estivesse tão desarmado quanto S. Leão perante Átila, ele nada teria a recear - Nossa tática não é a da timidez nem a do conformismo. Conforta-nos o exemplo de Pio XI.

3 de outubro - Elogio do Governador de São Paulo ao trabalho da "Liga das Senhoras Católicas" - Por maior que seja a nossa admiração por algumas das obras que Mussolini realizou na Itália, devemos deplorar o caráter de que se revestiu a visita por ele feita à Alemanha, durante a qual convidou Hitler que visitasse seu país. Como se arranjarão os católicos italianos quando forem convidados a aplaudir o perseguidor da Igreja na Alemanha? - Trechos do discurso oficial de Mussolini com elogios ao "fuehrer" nazista.

10 de outubro - POSIÇÃO DO "LEGIONÁRIO" EM FACE DA POLÍTICA BRASILEIRA. Os princípios católicos só desenvolvem plenamente suas virtudes salvadoras e regeneradoras quando proclamados. A doutrina católica não precisa, no século presente e em tempo algum, ser ministrada com os envoltórios das pílulas amargas. A História atesta que o catolicismo triunfa sempre com a política santamente audaciosa de São Paulo, e prescinde das artimanhas e dos disfarces de Maquiavel - Este documento não é uma lição que pretendemos dar, mas uma explicação que oferecemos para estimular a solidariedade dos que nos aplaudem, esclarecer o espírito dos que nos combatem de boa fé e aguilhoar a consciência dos que nos hostilizam de má fé. I - “Buscar primeiro o Reino de Deus e a sua Justiça, e tudo o mais vos será dado de acréscimo”. II - “Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”. O Estado não pode desviar o homem do fim supremo para o qual a Igreja conduz toda a humanidade. III - “Instaurar todas as coisas em Cristo” - Não existe uma política teológica, mas há uma teologia política. X - Não somos apenas críticos. Queremos principalmente construir. - Negamos a qualquer partido o monopólio da ação anticomunista. E por mais iminente que fosse o perigo comunista no Brasil, ele não seria de molde a nos obrigar a uma atitude em que seríamos forçados praticamente a abdicar de nossas convicções para nos abrigarmos à sombra protetora de uma entidade messiânica.

10 de outubro - Decretado o estado de guerra no Brasil - O “Congresso Trabalhista”, órgão do Partido Trabalhista que é a mais poderosa organização política operária da Inglaterra, por uma maioria de 1.750.000 votos, rejeitou a proposta de estabelecer uma frente única com os comunistas - Oswaldo de Andrade publicou artigo em que historia o movimento modernista no Brasil e acentua que, de meramente artístico, se completou com tonalidades políticas e sociais de tendência esquerdista.

17 de outubro - A DATA QUE NÃO SE COMEMOROU. O 10º aniversário da Federação Mariana. As obras de apostolado, na Santa Igreja, podem ser comparadas aos quadros da escola flamenga, caracterizados pelos formosos jogos de luz e de sombra que neles se notam. O apóstolo se coloca à sombra, para que toda a luz convirja para o que realmente é substancial, que é o trabalho da graça de Deus - O problema religioso do Brasil não consiste tanto em converter os que não são católicos, quanto em afervorar os que são católicos pela metade. Quais os fatores dessa geral tibieza? - O comunismo só será definitivamente vencido no Brasil no dia em que for solucionada nossa crise religiosa.

17 de outubro - Com espírito de leal cooperação, não podemos deixar de fazer um reparo ao programa da Comissão Oficial contra o comunismo. Entre as medidas que vão ser postas em prática, figura um adestramento de todos os particulares para se defenderem contra uma agressão procedente de revolucionários comunistas. Francamente, achamos de uma ineficiência total esta idéia - Merece elogiosíssimo registro a declaração do Sr. General Azambuja Villanova, comandante da 7ª Região Militar, de que o estado de guerra não terá como conseqüência a instauração de uma ditadura - Aproximação do Duque de Windsor com Hitler - Mais de uma vez temos mostrado as atitudes pouco satisfatórias que Juracy Magalhães tem tomado em matéria de combate ao comunismo. E' esse o homem que comungou no Congresso Eucarístico da Bahia, e que deu por esta ocasião as maiores provas de sua Fé. Acentuamos isto para que a opinião católica compreenda que tais manifestações públicas de Fé absolutamente não são garantia de coisa nenhuma.

24 de outubro - 'A MARGEM DO HITLERISMO... Começamos por não saber o que o católico deve recear mais: se o ateísmo radical da Rússia comunista ou se o paganismo de Rosenberg (nazismo). Os horrores do amor livre comunista não são maiores do que os do nudismo “rosenberguista” - Como explicar este surto de paganismo e de barbárie na Alemanha? Como sempre, os ingênuos e os previdentes entraram em conflito. E as hostes católicas se cindiram. Mas por que os católicos não acompanharam seus Bispos? Porque o movimento hitlerista era absorvente. Quem jurara fidelidade ao Füehrer e freqüentava os círculos hitleristas perdia o espírito de disciplina em relação à Igreja. E quando ela chamou ao aprisco as ovelhas desgarradas, estas já estavam longe demais, e não encontraram o caminho da casa paterna - Hitler decreta que se economize o vinho e o trigo necessários à Transubstanciação no Santo Sacrifício da Missa e a comunhão dos fiéis. Além disto, deveria ser queimado o menos possível de óleo nas lamparinas junto ao Santíssimo Sacramento. Enquanto se faz economia com o culto divino, o governo hitlerista abria largos créditos... para o governo russo (!) - Tomará Mussolini o caminho do hitlerismo? Pedimos ardentemente a Deus que não. Mas é inegável que o fascismo tem gravíssimos erros doutrinários. A prova disto é que algumas obras fascistas estão condenadas pela Igreja.

24 de outubro - NEM DITADURAS NEM AVENTURAS. Os comunistas agora são contra as eleições no Brasil. Ora, sendo contra as eleições devem ser contra a Constituição, porque o único meio que há de não realizar as eleições é a revogação da Constituição. Temos aí um indício precioso de que os interesses católicos exigem, pois, a manutenção da constituição. “Indicio”, dissemos, e não prova. Porque não somos dos que acham que a política dos católicos deve consistir em espiar constantemente o que fazem os comunistas, para fazer o contrário. Confiamos infinitamente mais nas luzes do Espírito Santo, que é o Espírito da Verdade, do que nas da III Internacional insuflada pelo Príncipe das Trevas e do Erro - Como um enfermo cujo estado de saúde é delicado, o Brasil não pode, atualmente, submeter-se ao curativo violento de uma cabal transformação em toda a sua estrutura política e social.

31 de outubro - A FESTA DE CRISTO REI. Pio XI veio reafirmar em pleno século XX a tradição observada sempre pela Igreja, já no tempo em que o Papa Leão III coroava Carlos Magno Imperador do Ocidente, já na época em que, mil anos mais tarde, o Pontífice Leão XIII ensinava na “Immortale Dei” a obrigação dos Estados renderem um culto público a Deus, em homenagem à sua soberania universal.Mas o nosso tempo, dominado pelo laicismo, deixou de reconhecer as prerrogativas reais de Nosso Senhor Jesus Cristo. Daí provêm todos os males da sociedade atual por ter pretendido organizar a vida individual e social como se essa realeza não existisse, e até em oposição formal a ela. Tal a grande apostasia de nossos tempos que produziu os frutos amargos do orgulho e do egoísmo: no lugar da Caridade, do amor de Deus e do próximo, gerou a inveja entre os indivíduos, o ódio entre as classes, as rivalidades entre as nações.

31 de outubro - Excelentes frutos do tríduo pregado aos presos da Penitenciária de São Paulo: foram necessários quatro Sacerdotes para ouvirem as confissões dos presidiários e, no dia do encerramento do tríduo, houve nada menos de 600 comunhões! - Prefeito de Belo Horizonte constituiu uma comissão incumbida de expurgar a Biblioteca Pública daquele Município de todos os livros de tendência comunista - Hitler está estimulando o Duque de Windsor a intervir novamente na política inglesa. O Füehrer gastou duas horas inteiras em conferenciar com o ex-soberano inglês, tendo sido secreta uma parte do conciliábulo.

7 de novembro - MARITAIN, O DUCE E UMA CARTA ANÔNIMA. Solidariedade incondicional, nós só a podemos tributar à Santa Igreja de Deus. E a mais ninguém - E' curioso que a atitude que assumimos, tão imparcial e tão moderada, nos valeu as críticas de ambos os lados. De um lado amigos ardorosos de Maritain lamentavam nossa atitude dizendo que desprestigiávamos sua grande figura aos olhos dos adversários da Igreja, como se para manter o prestígio de um homem, devêssemos sacrificar o interesse das almas que devemos premunir contra o erro. De outro lado, os adversários de Maritain nos censuram porque não endossamos tudo quanto, num surto de imaginação febril, quiseram eles inventar contra o ilustre intelectual francês - E' certo que o “Legionário” tem atacado incessantemente Hitler. Neste terreno agimos bem, e não admitimos a menor discussão. Quem quiser censurar-nos a este propósito e queira fazê-lo na qualidade de católico, não merece sequer uma resposta. Ou está de má fé ou é demente - Aos que nos criticam quando fazemos restrições a Mussolini, respondemos como Nosso Senhor: se nossas restrições estão erradas, mostrem-nos onde está o erro; se não estão erradas, por que nos atacam? Não basta reclamar e protestar: é preciso refutar.

7 de novembro - Inimiga ferrenha, intransigente, irredutível do comunismo, a Santa Igreja nem por isto pactua com as graves e numerosas injustiças sociais que se notam freqüentemente em nossos dias em relação à classe operária. E', pois, com a maior simpatia que os católicos devem receber o ato da Câmara Municipal que aumentou os ordenados dos lixeiros de São Paulo - E' muito do espírito igualitário e comunista insinuar que as classes pobres devem sentir pejo de sua condição e por isto revoltar-se. Mas os católicos, porque acham que não há vergonha em pertencer a uma classe social humilde - uma vez que Nosso Senhor foi filho de um carpinteiro - não sentem qualquer diminuição nisso. Porque, seja em que classe social for, o católico tem a suprema qualidade de membro da Igreja, que lhe conferiu o Batismo - A propósito de recente discurso de Mussolini: quanto à solidariedade entre os dois regimes (nazista e fascista), quem ousará, entre os católicos, sustentar que é louvável? Quem terá o senso católico e o amor à Igreja tão embotados que não perceba o perigo que aí se oculta?

14 de novembro - EM UM REGIME NOVO. Católico e exclusivamente católico, o “Legionário” alimenta o firme propósito de lealmente e dentro do quadro das novas instituições, sem qualquer “arrière pensée”, trabalhar para o seu único ideal, que é o Reinado de Nosso Senhor Jesus Cristo sobre o Brasil.

14 de novembro - Ainda que consideremos a Catedral de São Paulo sob o ponto de vista exclusivamente urbanístico, que é de longe o menos importante, constitui ela uma obra merecedora de todo o apoio dos poderes públicos, pelo notável embelezamento que trará à Capital - Um dos líderes socialistas da França, Herriot, e a grande revista "Le Mois" acabam de de dizer que o mundo está ameaçado de ser novamente submergido em uma completa barbárie. Tudo isto por que? Porque Jesus Cristo e sua Santa Igreja não reinam mais nos povos contemporâneos - Governo francês atesta publicamente seu apreço pela obra que o cardeal-patriarca de Antioquia vem realizando no Oriente.

21 de novembro - A IGREJA E O ESTADO NA NOVA CONSTITUIÇÃO. A atual Constituição consagra explicitamente dois princípios católicos da maior relevância que são a proibição do divórcio e o ensino religioso, além de tratar satisfatoriamente de outros temas de interesse para nós. Por outro lado, não cria o menor entrave para a promulgação de toda uma série de leis favoráveis às aspirações dos católicos. Alheios a questões de política ou discussões temporais sobre regimes, não podemos deixar de assinalar esta situação, para que os católicos trabalhem mais intensamente do que nunca, dentro do atual quadro político, pela grandeza espiritual de um Brasil sempre mais glorioso e maior.

21 de novembro - Discurso que o Presidente da República do Brasil pronunciou quando anunciou a reforma constitucional proporciona ocasião para se verificar que nossa crise fundamental é moral. Exemplo no tocante à questão do café - O Episcopado espanhol reuniu-se para tratar da imediata e vigorosa reorganização da Ação Católica em toda a zona já ocupada pelas forças nacionalistas. Não foi a ação católica desenvolvida pelos católicos das catacumbas, que regenerou o mundo, embora estivesse a Igreja entregue sem qualquer resistência ao despotismo dos Imperadores? - Devemos censurar do modo mais positivo, categórico e absoluto, o telegrama que Roosevelt, Presidente dos Estados Unidos, dirigiu ao “Camarada” Stalin, felicitando-o pelo 20º aniversário da revolução na Rússia - Imprensa nazista ataca a Igreja... pela febre aftosa que grassa em diversas regiões da Alemanha.

28 de novembro - A QUESTÃO FUNDAMENTAL. Falar, no Brasil do início do século XX, em convulsões sociais, em lutas de classe, em subversões catastróficas, seria qualquer coisa de tão ridículo quanto profetizar o imediato fim do mundo. Vaticínios desta natureza eram bons apenas para cartomantes, novelistas ou malucos. Quanto aos sociólogos de renome, aos catedráticos das escolas superiores, aos bonzos do jornalismo, aos figurões das academias de letras, só lhes ficava bem uma atitude: a de ignorar risonhamente qualquer crise ou perigo. Foi neste ambiente otimista e míope que o Episcopado Nacional lançou, nos primeiros dias do novo século, uma estupenda Pastoral Coletiva. O Episcopado Brasileiro procurou sacudir nossa Pátria, acordando-a do torpor em que jazia, para lhe dar consciência da perigosa situação em que se encontrava. Inútil é dizer que a voz profética de nossos Pastores não foi ouvida pelos que então eram responsáveis pelos destinos do País - O Brasil é uma das maiores nações católicas do Mundo, e o que lhe falta, graças a Deus, não é a Fé mas a instrução religiosa.

28 de novembro - São permitidas pela Igreja as exibições femininas de caráter esportivo? / Carta do Papa Pio XI ao Cardeal Vigário de Roma sobre o assunto: Dizemos também Nós com o profeta (Is. 62, 1) "Por amor de Sião não me calarei e por amor de Jerusalém não repousarei". O Bispo dos Bispos e dos fiéis de todo mundo não pode esquecer mais ainda em circunstâncias como estas, que ele é o primeiro dos guardas dado por Deus à nova Jerusalém, e do qual está escrito (Is. 62, 6) "que dia e noite eternamente não se hão de calar". De fato, os fiéis de todo mundo só poderiam, e pouco se diria, se sentir confundidos e desconcertados se Nos encontrassem silenciosos a este respeito, enquanto se passa sob as Nossas vistas aquilo contra o que os Santos Pastores levantaram sua voz e os Nossos Veneráveis Irmãos poderiam no Nosso silêncio encontrar grande e penoso motivo para duvidar se o nosso sentir e julgar seja mudado a esse respeito.

28 de novembro - O “Osservatore Romano” acaba de informar que as famosas representações da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, em Oberamergau, serão, no próximo ano, mais uma vez substituídas por espetáculos arianos, e que uma antiga Capela católica foi transformada em museu. Muito oportunamente, o órgão da Santa Sé lembra que os hitleristas, em matéria de religião, estão agindo como os comunistas quando transformam em museus os lugares destinados ao culto divino - Belíssimo exemplo dado a toda a América pela pequena República de São Domingos, que mandou erigir um grande farol comemorativo do descobrimento da América, e deu a esse farol a forma de uma Cruz: simbolismo desta escolha.

5 de dezembro - NACIONALISMO. Nenhum dos regimes que governaram o Brasil teve estabilidade, porque nenhum deles soube despertar o estado de espírito e as virtudes cívicas necessárias à sua conservação. A Monarquia não viu ou não quis ver que o apego às instituições monárquicas só poderia proceder de um profundo espírito religioso, capaz de imunizar a opinião pública contra as investidas sedutoras da demagogia. Sua cegueira, neste ponto, foi tão longe que chegou a prender os Bispos de Olinda e Pará. Se tivesse subido ao trono imperial a gloriosa Princesa Redentora, provavelmente esta linha de conduta teria sido modificada. Só no Catolicismo poderá o regime encontrar base para o florescimento das virtudes necessárias à sua existência.

5 de dezembro - Edital da Cúria Metropolitana de São Paulo ordenando que em todas as matrizes, igrejas, capelas e oratórios de comunidades religiosas deve ser feita uma novena em louvor da Imaculada Conceição de Nossa Senhora para conseguir: 1) o triunfo da Igreja sobre os erros do liberalismo, do socialismo, do comunismo e do hitlerismo; 2) a paz do Brasil; 3) a felicidade da família brasileira - As numerosas homenagens que se vão prolongando pelo país inteiro em memória das vítimas da revolução criminosa de 1935, merecem nosso mais entusiástico e irrestrito apoio - A Sagrada Congregação do Santo Ofício colocou no Index a obra de Ernest Bergman, definindo o conceito de Deus na nova Igreja nacional alemã, fundada por Hitler e sua seqüela - Carta pastoral dos Bispos norte-americanos endereçada aos seus irmãos no Episcopado da Alemanha, afirmando-lhes sua plena solidariedade na dolorosa luta que eles tem de sustentar contra Hitler - O Papa e todo sacro colégio estão em retiro espiritual: dever e lição que deste fato decorre para todos os católicos.

12 de dezembro - CORPORATIVISMO. Os católicos brasileiros, desgraçadamente, ignoram o que seja o corporativismo. E se isto se dá entre os católicos, o que dizer-se dos outros setores da opinião pública nos quais ecoa com repercussão menor a insistência dos Sumos Pontífices a favor das corporações? - Não pode nem deve haver, no Brasil inteiro, setor da opinião que apóie mais nítida e decididamente o corporativismo do que o católico - Os católicos tem a mais ampla liberdade para optar entre as formas de governo monárquica, aristocrática ou democrática, porque a Igreja não condena qualquer delas, considerada em si - Toda a sabedoria e toda a fecundidade que caracterizam o brasileiro, sempre que ele não faz política...gem. 

12 de dezembro - Discurso do Presidente da República na sessão comemorativa do 1º Centenário do Colégio Pedro II: "Só o espírito evangelizador e as virtudes da fé podem explicar o milagre de termos conseguido amalgamar na sociedade colonial os fatores díspares e primários da nossa formação - indígena na idade da pedra, escravos africanos em diversos estágios culturais e imigrantes peninsulares - integrados todos na civilização cristã" - O Conselho Federal do Comércio Exterior manifestou-se favorável à exportação de café para as tropas nacionalistas da Espanha - Estados Unidos vendem armas à China e à URSS. E o governo italiano comunicou ao da China que a assinatura do pacto anti-soviético não impede à Itália a venda de armamentos aos soldados chineses (comunistas).

19 de dezembro - PARA QUE A INDEPENDÊNCIA DO BRASIL NÃO SEJA UM MITO. Qualquer observador não poderá deixar de verificar que os artigos e comentários da imprensa européia e americana, relativamente ao Brasil, se tornam cada vez mais freqüentes, extensos e documentados. Há poucos anos atrás, não era assim. Por que? A razão é óbvia. Cada vez mais se aproxima do atormentado mundo contemporâneo o espectro de uma grande guerra. E com isto o Brasil cresce de importância, porque é um celeiro inesgotável de recursos de toda a natureza, desde o petróleo que se afirma existir no nosso subsolo, para abastecimento dos reservatórios dos automóveis e dos “tanks”, até os alimentos destinados à nutrição dos combatentes.

19 de dezembro - Registramos com viva satisfação o gesto do Interventor Federal em Pernambuco, Dr. Agamenon Magalhães, que incluiu na lista de seus Secretários de Estado alguns nomes da maior projeção nos círculos católicos - O jornal das “Tropas de Assalto” do partido nazista fez a apologia do confisco de todas as propriedades da Igreja na Alemanha; o famoso “Angriff”, jornal nazista de grande cotação, acaba de ameaçar o Bispo de Berlim de duras represálias - Deplorável que o Cônsul Geral da Alemanha em São Paulo tenha declarado desejar que “daqui para o futuro nenhum brasileiro mais acreditasse que na Alemanha a Religião Católica é perseguida" - No dia 12 pp., realizaram-se eleições gerais na Rússia. Como se vê, tais eleições, como as da Alemanha, foram mera burla, pois que o voto a descoberto, dado obrigatoriamente em favor do Governo, sob severas ameaças, é uma irrisão.

26 de dezembro - A ACTION FRANÇAISE E A LIGA DAS NAÇÕES. A Action Française quis servir ao Rei guerreando o Papa. E é hoje a própria Casa real que a condena como nociva à causa da monarquia. A Liga das Nações quis servir a paz longe de Cristo, e hoje os povos se guerreiam sob os seus escombros. Breve histórico de ambas instituições nas primeiras décadas do século XX.

26 de dezembro - Chefe da Polícia de Porto Alegre proibiu as atividades do Partido Nazista que estava funcionando naquela Capital. Motivo de alegria para todos os brasileiros patriotas, bem como para os estrangeiros residentes no País.